TC Mover
Mover

Economistas elevam projeção para Selic com retomada e auxílio

Postado por: TC Mover em 18/02/2021 às 19:01
Selic

São Paulo, 18 de fevereiro – Depois que os economistas do Itaú e os analistas do Santander elevaram suas projeções para a taxa básica de juros, a taxa Selic, neste ano, o Banco Inter também elevou sua projeção, considerando que a retomada da economia está melhor do que o esperado e também uma nova rodada de auxílio emergencial.


Banco Inter vê Selic em 4% ao ano até fim de 2021

Rafaela Vitória, economista-chefe do Inter, vê agora a Selic terminar o ano em 4%, ante os 3,5% previstos antes, com a primeira alta de 0,25 ponto percentual na reunião do Comitê de Política Monetária, Copom, de 17 de março.

“Com a iminência de aprovação da extensão do auxílio, que não estava nas nossas projeções anteriores, devemos ver nova pressão inflacionária que demandará a retirada de estímulos extraordinários via Selic já a partir de março”, diz Vitória em relatório.

Para a economista, uma alta da taxa Selic, que está atualmente em 2% ao ano, evitaria que as expectativas de inflação continuem sendo revistas e fiquem muito acima do centro da meta, principalmente considerando o impacto secundário na elevada volatilidade do câmbio.

Quadro fiscal segue como tema de atenção, diz Itaú

Na semana passada, o Itaú Asset Management elevou a estimativa para a Selic em 2021 de 3,00% para 3,75%, citando a ata da reunião do Copom de janeiro e ressaltando que o quadro fiscal segue sendo o principal tema de atenção.

Já a equipe liderada por Mario Mesquita, do Itaú Unibanco, manteve a projeção para a Selic de 2021 em 3,50%, mas aumentou a previsão para a taxa básica de juros ao fim de 2022, de 3,5% para 5%.

Santander revisou projeção para taxa básica de juros

Apontando desconforto com o grau “extraordinário” de estímulo monetário sinalizado recentemente pelo Banco Central, o Santander revisou em alta sua projeção para a taxa Selic de 2,5% para 4%.

“Trabalhamos com uma normalização parcial da taxa Selic a partir de um início precoce de um ciclo de alta”, dizem os economistas do banco, que citam o tom mais duro do BC na ata da reunião do Copom de janeiro, quando a prescrição futura foi oficialmente retirada da comunicação.

No Boletim Focus, que reúne as projeções do mercado e foi divulgado ontem pelo Banco Central, a projeção para a Selic em 2021 já incluiu algumas novas estimativas e subiu a 3,75% ante os 3,50% da semana anterior, enquanto o último levantamento do Bank of America revela que 55% dos gestores de fundos consultados veem o juro básico brasileiro acima de 3,5% neste ano, contra apenas 17% em janeiro.

Texto: Bárbara Leite
Edição: Melina Flynn e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

PicPay contrata BTG Pactual para coordenar IPO, diz fonte

Investidor diversifica e bolsa tem menor concentração da história

CSN Mineração (CMIN3) dispara em estreia, refletindo apetite estrangeiro por minério

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais