Brasil abre 316.580 vagas de trabalho, mostra Caged - TC
TC Mover
Mover

Emprego: Brasil abre 316.580 vagas de trabalho com carteira em julho, mostra Caged

Postado por: TC Mover em 26/08/2021 às 12:59
Caged mostra mais de 300 mil vagas de trabalho abertas

São Paulo, 26 de agosto – O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, Caged, registrou o sétimo mês seguido com mais admissões do que demissões no Brasil. Em julho, o Ministério do Trabalho e Previdência registou saldo líquido de 316.580 vagas abertas de trabalho com carteira assinada, sendo que o consenso esperava a criação de 300 mil empregos.

Esse foi o segundo melhor resultado de 2021, atrás apenas de fevereiro, quando o saldo foi de 397.607 vagas criadas. Com isso, o Caged reporta 1.848.304 empregos líquidos no acumulado de 2021.

Detalhes do Caged de julho

O resultado de julho decorreu de 1.656.182 admissões e 1.339.602 desligamentos. Segundo o Ministério da Economia, todas as regiões do Brasil apresentaram saldo positivo. O setor com maior crescimento foi o de serviços, com 127 mil vagas abertas, seguido por comércio, com 74 mil, e indústria, com pouco mais de 58 mil.

Já os setores de construção e agropecuária apresentaram saldos mais modestos, com 29 mil e 25 mil vagas criadas, respectivamente. No ano, o ranking segue o mesmo, com serviços liderando a criação de vagas líquidas.

O salário médio das admissões, porém, voltou a cair, chegando a R$1.801. Isso depois de atingir o pico do ano em abril, quando o salário médio das admissões era de R$1.903.

Dados do Caged poderiam ser melhores se não fosse o “fecha tudo”, diz ministro

Durante coletiva de imprensa após a divulgação dos resultados, o ministro do Trabalho endossou as críticas do presidente Jair Bolsonaro às medidas restritivas. Onyx Lorenzoni disse que se não fossem as políticas de isolamento para conter a pandemia, os dados do Caged teriam sido melhores.

“Imagina que números nós estaríamos falando agora se o Brasil não tivesse praticado o fecha tudo que governos promoveram no ano passado e em parte deste ano”, declarou Onyx Lorenzoni. “Infelizmente, alguns líderes preferiram narrativas oportunistas para atacar o governo do presidente Bolsonaro”, completou.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Cintia Thomaz e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover


Leia também

Dados dos EUA frustram consensos; mercado futuro está pessimista, com falas de Jair Bolsonaro no radar: Espresso

Ministério Público em São Paulo abre inquérito contra Enjoei (ENJU3)

Governo não trabalha com hipótese de racionamento de energia, diz ministro

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais