Riscos não abalam cenário de PIB forte, diz economista- TC
TC Mover
Mover

Especial: Riscos não abalam cenário de PIB forte, diz Luiz Carlos Mendonça de Barros

Postado por: TC Mover em 29/07/2021 às 15:36
Riscos políticos e de ciclo

São Paulo, 29 de julho   – A economia brasileira deve manter um ritmo de crescimento acelerado ao longo do próximo ano, mesmo com os investidores prestando atenção excessiva nos riscos políticos e de ciclo, disse à TC Rádio o economista e investidor Luiz Carlos Mendonça de Barros.

Mídia e analistas olham mais riscos políticos que crescimento econômico, diz Luiz Carlos Mendonça de Barros

Ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, BNDES, e fundador da Link Corretora e da Quest Investimentos, Luiz Carlos Mendonça de Barros afirmou ao programa Espresso da Manhã na TC Rádio que “a mídia e os analistas estão olhando muito mais para os riscos do que para o potencial de melhora da economia”.

Ele projeta um crescimento de 5,8% no Produto Interno Bruto, o PIB, brasileiro esse ano. Sua projeção para 2022 é de 2,5% a 3,0%. “Sou extremamente otimista com o que vai acontecer, apesar dos riscos.”

Para economista, alta da taxa Selic é “rumo certo”

Além dos riscos políticos, o economista também comentou sobre a política monetária. Para ele, disse o Banco Central cometeu erros no passado, baixando a taxa básica de juros, conhecida como taxa Selic, muito rápido e a níveis muito baixos. “Não perceberam que havia o início de uma recuperação cíclica e principalmente a força de um ciclo de commodities, que tem efeito benéfico sobre a economia, mas traz um impacto na inflação”, disse.

Porém, segundo ele, o Banco Central  “está tomando o rumo certo hoje em dia com os juros”. Luiz Carlos Mendonça de Barros se refere ao recente movimento altista na taxa Selic. O economista se mostrou indiferente quando questionado sobre o próximo aumento da taxa na reunião do Copom, comitê decisório do Banco Central, na semana que vem. Para ele, “0,75 pontos percentuais ou 1 ponto percentual não vai mudar muita coisa”. Para ver a entrevista completa no TC Station, disponível gratuitamente na plataforma do TC, baixe o aplicativo no Google Play e no App Store da Apple.

Texto: Peter Frontini e Heriberto Teixeira
Colaboração: Leonardo Levatti e Vinícius Custódio
Edição: Guillermo Parra-Bernal e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / Mover

Leia também

Vale vê espaço para política mais agressiva de retorno a acionista

China e Federal Reserve puxam bolsas; no radar, Caged, dados fiscais, balanço da Vale: Espresso

Calendário Econômico: Inflação, emprego, PIB dos EUA

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais