Mover

Exterior positivo aguarda Powell; Bolsonaro, Orçamento Infra Week no radar: Espresso

Postado por: TC Mover em 08/04/2021 às 9:49

São Paulo, 8 de abril – A quinta-feira começa com sentimento positivo no exterior, apoiado pela ata do FOMC, o comitê decisório de juros do banco central americano. O documento reiterou que o apoio à recuperação da economia será mantido por longo tempo e que a alta dos rendimentos dos títulos do Tesouro não se deve à inflação, mas à força da retomada.


Banco Central dos EUA continuará em destaque

Os futuros dos Estados Unidos sobem, com exceção do Dow Jones estável. As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta e o índice pan-europeu Stoxx 600 bateu recorde. O Federal Reserve, banco central americano, continuará no foco hoje. Jerome Powell, o presidente do Fed, fala às 13h00 em evento do Fundo Monetário Internacional, FMI. Será a primeira oportunidade de ouvir seus comentários sobre a bateria de indicadores americanos recentes acima do consenso, desde o Payroll da sexta passada.

Também ajuda o otimismo nos Estados Unidos o fato de que o presidente americano, Joe Biden, anunciou que seu plano de tributação sobre empresas será mais suave do que ele projetava na campanha eleitoral.


Falta de solução para o Orçamento 2021 azeda mercado brasileiro

No Brasil, foi um êxito incontestável o leilão de aeroportos que abriu a Infra Week e arrecadou R$ 3,3 bilhões para o governo federal. Mas a falta de solução para o Orçamento de 2021 e a nova investida do presidente Jair Bolsonaro contra a Petrobras, pelo reajuste do preço do gás, atrapalham o otimismo. Assim, ontem o Ibovespa e o dólar demonstraram movimento de o vaivém.

No jantar que o presidente teve à noite com empresários, há relato de que ele foi aplaudido duas vezes no seu discurso de encerramento do evento. Uma das vezes foi quando disse que o Teto de Gastos é intocável, A outra foi quando elogiou o ministro da Economia, Paulo Guedes.

O presidente prometeu garantir a vacinação mais célere possível e repetiu críticas às restrições de circulação. Falar de reformas e medidas para reanimar a economia coube aos vários membros de sua comitiva, entre eles o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Segundo O Globo, nenhum empresário criticou o governo ao discursar, mas não houve elogios.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: TC Mover


Leia também

Calendário Econômico: Infra Week, Jerome Powell, seguro-desemprego

Bolsas pausam rali à espera de Powell; no radar, emprego, inflação, Bolsonaro: Espresso

IRB Brasil desacelera no final do pregão, mas fecha entre maiores altas do Ibovespa

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais