Mover

Fiscal e vacinas assombram mercados domésticos; no radar, restrições, PMIs: Espresso

Postado por: TC Mover em 21/01/2021 às 19:55
Bolsonaro - fiscal - Covid19

São Paulo, 21 de janeiro – Os temores de problema fiscal, como o desrespeito ao Teto de Gastos, e de que a campanha de vacinação contra a Covid-19 fracasse no país levaram os mercados locais a se descolarem do exterior mais uma vez.

O candidato à presidência do Senado, Rodrigo Pacheco, concedeu algumas entrevistas ao longo do dia e acendeu o alerta vermelho de que poderia ultrapassar o limite de despesas. À Bloomberg, Pacheco defendeu que a necessidade de socorro às famílias pode levar ao sacrifício de algumas premissas econômicas. O candidato à Câmara, Arthur Lira, também comentou sobre o auxílio emergencial.

A evidente dificuldade do governo Jair Bolsonaro de negociar os insumos para vacinas vindos da China e as doses prontas vindas da Índia também preocupam. Hoje, as conversas com a Índia destravaram, e o secretário de Relações Exteriores do país asiático, Harsh Vardhan Shringla, anunciou que as vacinas vão começar a ser enviadas a partir de amanhã. Já as negociações com Pequim seguem travadas.

A decisão do Estado de São Paulo de elevar as restrições na capital, que deve ser anunciada nesta sexta, segundo agências, agravou o mau humor. De acordo com a Veja, a Grande São Paulo deve passar da fase amarela para a laranja. A notícia piora o temor de que mais Estados sigam a decisão do governador João Doria.

 

Gigantes de tecnologia divulgam balanço do quarto trimestre

 


No exterior, a nova administração americana sustentou o bom humor e levou as bolsas dos Estados Unidos a fecharem em alta. A expectativa com os estímulos do novo presidente Joe Biden e o otimismo após o democrata se empenhar em novas ações para conter a pandemia, e acelerar a vacinação, ajudaram no sentimento.

A temporada de balanços, com resultados de grandes companhias acima do esperado, também manteve os índices. O mercado já se prepara para os nomes importantes da semana que vem, incluindo as gigantes de tecnologia Apple, Facebook e Microsoft.

A agenda de indicadores americana desta sexta traz os PMIs, índice de gerentes de compras, pela manhã, além das vendas de casas usadas, estoques de petróleo e contagem de sondas de Baker Hughes. O dia também será de divulgação dos PMIs na Alemanha, União Europeia e Reino Unido, juntamente com os dados de varejo dos britânicos.

Texto: TC Mover

Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais