TC Mover
Mover

Gestora Verde alerta que Brasil precisa agir com moderação no socorro pós-pandemia

Postado por: TC Mover em 07/10/2020 às 15:28

São Paulo, 7 de outubro – A Verde Asset Management alertou que o Brasil não pode ser muito ambicioso na resposta posterior à pandemia e na tentativa de acabar com males históricos, como a pobreza. Para a gestora de fundos, é válida a preocupação com a deterioração das contas públicas e com a aparição de projetos que sugerem mais gastos no ano que vem.

O enfrentamento da crise econômica e social gerada pela pandemia “contou com um forte aumento do gasto público sob o formato, principalmente, de transferência de renda, em particular na forma do auxílio emergencial (…), reação fiscal típica de ‘primeiro mundo’, isto é, num volume de recursos públicos que só poderiam ser bancados por um país desenvolvido”, afirma a gestora em carta a cotistas da estratégia Verde FIC FIM, fundo de investimento multimercados mais bem-sucedido do país.

Cenário tenso e oscilação no mercado

A carta vem em dia tenso na cena local, com os contratos de juros futuros e o dólar subindo após o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, insistir nos riscos fiscais em entrevista à Rádio Jovem Pan e a publicação de várias notícias apontando uma possível extensão do programa de renda assistencial emergencial surgido no meio da pandemia, para março e junho do ano que vem. 

O câmbio futuro reverteu a queda e passou a subir no meio da manhã, com máxima a R$5,64450, em meio às indefinições sobre o compromisso do governo em evitar o aumento de gastos no próximo ano. 

Para a Verde, a decisão acertada do ponto de vista fiscal e do propósito do programa seria a de “efetivamente descontinuar o programa a partir de janeiro, sem que isso tenha impactos profundos na renda recebida em relação ao que se observava antes da pandemia”.

Queda no Verde FIC FIM

A estratégia Verde FIC FIM, que teve em setembro ganhos na carteira de ações global, mostrou retorno negativo consolidado de 1,22% no mês por conta, especialmente, da exposição em ações no Brasil, com pequenas contribuições negativas advindas também das carteiras de moedas e de renda fixa. No ano, o fundo acumula queda de 1,47%, ante retorno de 2,29% da taxa interbancária CDI no período. 

O fundo de investimento e a gestora Verde

A Verde Asset Management faz gestão de recursos por meio de investimentos multimercados. A empresa é uma das maiores gestoras de fundos do Brasil e é comandada por Luis Stuhlberger, considerado o melhor gestor do país.  O Verde foi seu primeiro fundo de investimentos e é um dos mais procurados por investidores.

O fundo Verde foi criado na Hedging Griffo, uma das primeiras gestoras de recursos do Brasil, que foi vendida para o Credit Suisse. Ao sair do banco e criar a Verde Asset Management, Stuhlberger levou junto o fundo Verde.

Texto: Guillermo Parra-Bernal
Edição: Ana Carolina Siedschlag e Letícia Matsuura
Arte: Nathália Reiter/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis