TC Mover
Mover

Gestores veem piora fiscal, mas melhor perspectiva para ativos, diz Bank of America

Postado por: TC Mover em 13/04/2021 às 20:06

São Paulo, 13 de abril – Fatia dos gestores de fundos vê um descontrole fiscal no país subindo de 50%, em março, para 63% neste mês, segundo o Bank of America. Contudo, a perspectiva deles em relação aos ativos brasileiros melhorou, de acordo com pesquisa do banco.

 

Vacinação, reabertura econômica e gasto fiscal baixo catalisam mercado, diz Bank of America

No levantamento de abril, 84% dos gestores projetam o Ibovespa acima de 120 mil pontos no fim de 2021, contra 52% em março. A vacinação, reabertura da economia, além de gasto fiscal baixo e continuidade da política são apontados como os principais catalisadores positivos para o mercado de ações brasileiro, conforme o Bank of America.

Para 60% dos gestores, o retorno da atividade econômica do Brasil aos níveis pré-pandemia neste ano, provavelmente no quatro trimestre, está precificado pelos mercados. Uma parcela de 75% prevê o dólar abaixo de R$5,60 no fim do ano, e quase metade deles afirma que a taxa Selic na faixa de 5% a 6,75% pode evitar que o real se desvalorize ainda mais.

Contudo, a maioria dos entrevistados acredita que a Selic deve terminar 2021 entre 5% e 5,75%. A pesquisa foi feita pelo Bank of America entre os dias 5 e 8 de abril e ouviu 32 gestores de fundos da América Latina, que têm US$ 89 bilhões em ativos sob gestão.

Texto: Bárbara Leite
Edição: Clara Margalhães e Letícia Matsuura
Arte: TC Mover


Leia também

Credit Suisse sobe projeção para celulose, preferindo Suzano e Irani

Especial: GPA ‘barata’ atrai fluxos de compra, interesse da Leblon após cisão da Assaí

Entrevista exclusiva: Decisão sobre “PEC fura-Teto” cabe a Paulo Guedes, diz Ricardo Barros

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais