TC Mover
Mover

Cautela com guerra comercial deve dominar pregão desta segunda-feira

Postado por: TC Mover em 06/08/2018 às 8:45

Enquanto o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se vangloria por ter a China “nas mãos” com a sua tentativa de forçá-la a ser mais aberta no comércio, os chineses prometem revidar e não poupam críticas ao estilo de governo dele. A troca de farpas mantém os mercados globais em estado de alerta, com os índices acionários asiáticos maioritariamente em queda, mas os europeus e os futuros americanos oscilando com viés de alta. O investidor viu os comentários da mídia estatal de Pequim, que chama Trump de “brigão de rua” e sua estratégia de “chantagem”. Hoje deve ser um dia de foco nos resultados nos EUA, com a Tyson Foods, Hertz e SeaWorld como protagonistas.

O mercado também deve reagir ao final das convenções partidárias que aconteceram no fim de semana e que foram bastante movimentadas. A mais ativa de todas talvez tenha sido a do PT. Com o aval de ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o partido decidiu oficializar o nome do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como vice da chapa. Na avaliação dos nossos contribuidores, é a deflagração do plano B do partido. O investidor deve ficar de olho nos pronunciamentos dos respectivos candidatos, com especial atenção ao fato de Geraldo Alckmin ter como aliados o bloco de partidos que mais acumula investigações de corrupção.

Nessa semana, também teremos o primeiro debate presidencial, na TV Band, na noite de quinta-feira. Também fique de olho nos números de inflação de quarta-feira – que podem validar a noção de que o impacto da greve dos caminhoneiros foi temporário. Teremos os resultados da Magazine Luiza hoje à noite e do Banco do Brasil mais no final da semana.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

Câmbio: deve reagir a notícias sobre a disputa comercial entre EUA e China, resultados corporativos nos EUA e a aversão ao risco. Mercado fica de olho na atuação do Banco Central.

Juros: deve seguir câmbio, de olho na política e a atuação do Banco central e do Tesouro Nacional no mercado de renda fixa.

Bolsa: deve reagir ao sentimento global e ao noticiário político.

Ações: Petrobras, após lucro trimestral bater consenso e com aumento do preço-alvo do ADR pelo Barclays; Gafisa, com acionista majoritário pedindo destituição do conselho; Copasa, com resgate antecipado de debêntures; Via Varejo, com novo formato de loja; BDR da Kraft Heinz, após lucro bater estimativas; IRB Brasil, após fortes resultados; Magazine Luiza, com início da cobertura pelo Morgan Stanley com recomendação equal weight e forte expectativa de lucro hoje à noite; Light, após acordo com Supervia; Cosan, com executivos da Raízen liberados pela Justiça; BB Seguridade, que frustrou consenso no lucro e no ROE; setor de educação, com forte movimento de aquisições; Smiles, com expectativa de melhora nos próximos meses, segundo analistas que se reuniram com a administração.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— Lucro da BB Seguridade frustra consenso por resultado financeiro
— Liderança do Fed acusa parceiros comerciais dos EUA de protecionismo

— Racha China-EUA dita mais um início de semana nos mercados globais

— Uso de meios de pagamento eletrônicos cresceu no Brasil em 2017, aponta BC

— Ibovespa sobe pela sexta semana consecutiva otimista com Petrobras e política

— Trump admite reunião do seu filho com russos

 

Valor Econômico

— Campanhas buscam voto de mulheres e do agronegócio

— Regra do teto pode parar setor público em 2019

— Acordo extrajudicial trabalhista avança

— GM pensa em ter sua própria frota de caminhões no Brasil

 

O Estado de S.Paulo

— PT define Haddad como vice de Lula e fecha com PCdoB

— Ataques a bancos deixam cidades sem dinheiro

— Três em cada dez são analfabetos funcionais no País

— Bolsonaro terá vice militar; Ciro escolhe ruralista

 

Folha de S. Paulo

— PT deflagra plano B e oficializa Haddad como vice de Lula ao Planalto

— 44% dos órgãos públicos pagam algum salário irregular a servidores, diz TCU

— Venezuela prende 6 por suposto atentado contra Maduro

— Ciro escolhe Kátia Abreu como candidata a vice

 

Globo/G1

— Para despistar plano B, PT diz que escolha de Haddad como vice é temporária

— ‘Tirei o Brasil da maior recessão da História’, diz Meirelles em entrevista

— Geraldo Alckmin garante o maior tempo de televisão

— Vice de Bolsonaro já criticou radicalismo de apoiadores do presidenciável

 

TC Recomendações: Smiles

 

$SMLS3: Itaú BBA diz que o papel da Smiles está sofrendo forte e injustificada desvalorização por conta da volatilidade do câmbio. Equipe reitera a recomendação overweight e preço-alvo de R$97,50 por achar que múltiplo atual não reflete fundamentos da companhia.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais:
— 08h20: Relatório Focus

— 11h20: Venda de veículos em julho – Anfavea

— 15h00: Balança comercial 1ª semana agosto – MDIC

 

Indicadores internacionais:

— 03h00: Encomendas à indústria da Alemanha em junho; consenso -0,4%

— 05h10: PMI Varejo da Zona do Euro; anterior 51,8

— 05h30: Confiança do consumidor Sentix na Zona do Euro em agosto; consenso 13,5

— 11h00: Índice de tendência de emprego dos EUA em julho; anterior 108,90

— 20h30: Gastos domésticos do Japão em julho; consenso +1,7%


Eventos:
— 10h00: Ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, tem reunião com presidente da Petrobras, Ivan Monteiro

 

Resultados corporativos:
— Antes da abertura: BB Seguridade

Depois do fechamento: Magazine Luiza, Linx, Taesa

— N.D.: Banco Pan, Multiplus

 

Teleconferências:

— 11h00: Banco ABC

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis