Mover

Ibovespa começa mês em alta; no radar, Congresso, resultados, indústria: Espresso

Postado por: TC Mover em 01/02/2021 às 19:40
Ibovespa - congresso nacional

São Paulo, 1 de fevereiro – O Ibovespa começou fevereiro em tom de otimismo, com os investidores aproveitando as barganhas deixadas pela forte queda da semana passada e avaliando os impactos da eleição para o comando do Congresso na aprovação das reformas estruturais.

O presidente Jair Bolsonaro deu sua contribuição, ao falar em retomada do processo de privatização da Eletrobras, que havia esfriado na semana passada com a saída do presidente da companhia.

O mercado externo ajudou, com os índices em alta em Nova Iorque diante das negociações para um novo pacote de auxílio entre o presidente Joe Biden e a oposição republicana no Senado, assim como o petróleo, impulsionado por estoques mais baixos e uma nevasca no nordeste americano.

A onda especulativa dos pequenos investidores reunidos em redes sociais como Reddit em grupos como WallStreetBets para puxar os preços de ações refluiu hoje, em meio a restrições de plataformas de negociação como Robinhood e alguns sinais de esgotamento da estratégia de forçar grandes fundos a reverter suas posições vendidas.

 

Pacheco torna-se o novo presidente do Senado com 57 votos

 

Como esperado pelo mercado, o candidato governista, Rodrigo Pacheco, foi eleito presidente do Senado no início da noite de hoje com 57 votos, derrotando sua única adversária, a postulante avulsa Simone Tebet, abandonada pela própria legenda, o MDB. Antes da votação, os senadores Jorge Kajuru, Major Olímpio e Lasier Martins retirarem suas candidaturas em favor de Tebet.

Em seu discurso, Pacheco voltou a mencionar a necessidade de ajuda aos vulneráveis, com respeito ao Teto de Gastos. O presidente eleito do Senado também é contra um impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

 

Produção industrial e leilão do Tesouro estão no radar dos investidores

 

 

Na agenda econômica de terça-feira, destaque para a produção industrial de dezembro calculada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE. A estimativa é de queda na comparação mensal em torno de 1,0%, depois da alta de 1,2% em novembro, reflexo da desaceleração no fim do ano, mas mantendo o crescimento em relação ao ano passado, de 5,0%, melhor até que os 2,8% do mês anterior.

O Tesouro fará leilão tradicional de papéis atrelados à inflação, as NTN-Bs, e pode puxar um pouco as taxas para garantir a rolagem do elevado volume de vencimentos deste ano.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais