TC Mover
Mover

Ibovespa despenca com Petrobras; no radar, Powell, estímulo, estatais, auxílio: Espresso

Postado por: TC Mover em 22/02/2021 às 19:55
Ibovespa - Petrobras

São Paulo, 22 de fevereiro – O Ibovespa teve forte queda hoje, pressionado pelas ações da Petrobras, códigos PETR3 e PETR4, e de outras estatais depois que o presidente Jair Bolsonaro anunciou na última sexta-feira a troca do presidente da petroleira, além de criticar duramente sua política de preços. A decisão foi vista como um sinal de que o governo vai passar a interferir nas decisões da empresa, apesar das negativas do presidente, despertando o receio de que outras estatais também sofrerão pressões.


Investidores se desfizeram das ações da Petrobras

Assim, investidores resolveram se desfazer das ações da petroleira, provocando perdas de mais de 20% no dia e levando junto o Ibovespa. A cautela se espalhou para outras estatais, já que Bolsonaro disse no fim de semana que novas mudanças virão e que vai “colocar o dedo” no setor elétrico.

Ele também já havia manifestado a intenção de trocar o presidente do Banco do Brasil, código BBAS3, semanas atrás, e a expectativa é que o plano seja retomado, o que também derrubou as ações do banco hoje em mais de 10%. As intervenções de Bolsonaro levaram várias corretoras a mudarem as recomendações para as ações da Petrobras para venda, reduzindo também as perspectivas para outras estatais e para o mercado brasileiro.


Ibovespa tem pior dia desde “Moro Day”

O Ibovespa amargou queda de 4,87% no “Castello Day”, a maior desde 24 de abril, dia do pedido de demissão do ex-ministro Sergio Moro. A pontuação é a mais baixa desde 4 de dezembro. Já o volume financeiro, em dia de vencimento de opções de ações, que giraram R$16,9 bilhões, somou R$84,238 bilhões, novo recorde histórico. Apenas 11 das 81 ações fecharam no azul. Sozinha, a Petrobras derreteu R$71 bilhões, valor que daria para bancar duas rodadas do novo auxílio emergencial.


Declarações de Powell sobre juros e estímulo podem animar mercado americano

A perspectiva de avanço do pacote de ajuda de US$1,9 trilhão no Congresso americano, aprovado em uma comissão da Câmara hoje, deve continuar influenciando os negócios amanhã. Declarações do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, no depoimento no Senado, sobre a manutenção dos juros e dos estímulos, também podem animar os investidores, que seguirão atentos, porém, à alta dos juros americanos. O pacote de gastos e a expectativa de inflação devem continuar pressionando o dólar e favorecendo o ouro e o Bitcoin. Hoje, o índice do dólar, o DXY, caiu 0,28%, e o ouro subiu 1,71%.


Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: TC Mover


Leia também

Compre reais no curto prazo, recomenda JPMorgan

Moody’s diz que troca na Petrobras (PETR4) piora crédito da estatal

Bittar propõe desvinculação permanente de recursos da Educação e Saúde

Especial: Como crise na Petrobras (PETR4) pode criar pandemônio na economia

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais