Ibovespa sobe, mas recuperação ainda é tímida - TC
TC Mover
Mover

Ibovespa sobe, mas recuperação é tímida frente às quedas recentes

Postado por: TC Mover em 03/09/2021 às 11:07
Ibovespa sobe e tem recuperação tímida

São Paulo, 3 de setembro –  O índice Bovespa subia após a abertura nesta sexta-feira, 3, puxado pelo setor de materiais básicos, ainda ensaiando a sua pior semana desde março. Enquanto isso, o dólar futuro recuava na esteira dos dados fracos de criação de empregos nos Estados Unidos.

Por volta das 11h, o Ibovespa avançava 0,16%, aos 116.862 pontos, tracionado por altas nos papéis de Vale, Magazine Luiza e Gerdau, ainda perdendo 2,87% na semana. O dólar futuro recuava 0,14%, na casa dos R$5,20. A curva do DI oscilava, subindo em até 16 pontos-base no mesmo horário.

Na última quinta-feira, 3, o Ibovespa perdeu os 118 mil pontos momentos após a abertura com a aprovação do texto-base da reforma do Imposto de Renda. Empresas pagadoras de dividendos despencaram, já que a proposta prevê a tributação dos proventos.

Impacto do Payroll

Os dados do emprego americano frustraram consensos. Mesmo que, por um lado, sugerem que o calendário de retirada de estímulos possa ser postergado, por outro, indicou que a variante Delta pode ter impactos econômicos mais profundos que o esperado na maior economia do mundo.

Os índices em Nova York perdiam força na abertura, enquanto o dólar se desvalorizava contra quase todas as moedas observadas.

Crise hídrica e política

A crise hídrica e a tensão política segue no radar do mercado, bem como os baixos volumes de negociação, influenciando a liquidez dos ativos locais. Outro ponto de atenção é o alto “open interest” em futuros de Ibovespa, com muitos contratos em aberto, o que pode ampliar a extensão das oscilações normais do mercado, disseram traders ao Mover.

No cenário corporativo, investidores ficam de olho nos frigoríficos, à espera de um pronunciamento oficial do Ministério da Agricultura acerca das suspeitas de doença da vaca louca. Casos são investigados em Minas Gerais e Mato Grosso.

Maiores altas e baixas no Ibovespa

As maiores altas percentuais no Ibovespa eram dos papéis de CSN, Usiminas, JBS e Banco Inter, ao passo que as piores quedas eram de Rumo, Embraer, Americanas e Totvs. O setor de materiais básicos conferia 235 pontos ao índice, enquanto o industrial retirava cerca de 45. O petróleo Brent reduzia ganhos, operando estável após a desaceleração na criação dos empregos nos EUA.

Texto: Felipe Corleta
Edição: Guilherme Dogo e Stéfanie Rigamonti
Arte: Mover

Leia também

Scoop Day: acompanhe ao vivo painéis de debates e entrevistas com grandes especialistas

Payroll decepciona em agosto e zera ganhos em NY; Ibovespa futuro sobe com ajuste: Espresso

Vieira, Machado: Moderação de Bolsonaro é esperada e pode destravar relações no Senado

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais