Inflação estraga semana do Ibovespa; no radar, FOMC - TC
TC Mover
Mover

Inflação estraga semana do Ibovespa; no radar, FOMC, inflação, PIB dos EUA, Centrão: Espresso

Postado por: TC Mover em 23/07/2021 às 19:51
Ibovespa cai com inflação

São Paulo, 23 de julho – O Ibovespa fechou em baixa e zerou os ganhos da semana. A pressão veio pelos sinais de alta da inflação no Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15, IPCA-15, que podem levar o Banco Central a subir os juros de maneira mais agressiva.

Todos os setores fecharam em baixa, especialmente os mais sensíveis à alta da taxa Selic, como shoppings e consumo. O Ibovespa avalia também as incertezas no cenário político e fiscal. O Centrão ganha espaço a partir da semana que vem no governo e a divisão do Ministério da Economia recria a pasta do Emprego e Previdência. Há ainda sinais de divergências entre o governo federal e Estados e municípios sobre a proposta de Reforma Tributária.

Ibovespa se descolou das bolsas americanas

Dólar e juros também reagiram à inflação mais alta, mas o real ainda fechou a semana com a maior valorização diante do dólar entre 21 moedas. O Ibovespa acabou se descolando das bolsas internacionais, que tiveram o quarto dia de ganhos. O Índice Dow Jones Industrial fechou acima dos 35 mil pontos pela primeira vez. S&P500 e Nasdaq100 também marcaram recordes de fechamento. Os três índices americanos garantiram uma semana positiva, deixando para trás a forte queda de segunda-feira, 19.

Os índices foram favorecidos pelos lucros acima do esperado de várias companhias, e que devem continuar na semana que vem com as grandes empresas de tecnologia. As commodities também ajudaram, com o petróleo recuperando as perdas de 7,0% de segunda-feira. Os juros longos americanos contribuíram com o apetite por risco. O rendimento do Treasury de dez anos encerrou a semana em 1,28% ao ano, pequena alta em relação ao 1,27% de ontem, mas abaixo do 1,30% da semana passada.

O dólar se recuperou e o índice DXY subiu 0,09% no dia, encerrando a semana em alta de 0,24%, na expectativa com a reunião de política monetária do Federal Reserve semana que vem. Os investidores devem acompanhar também a apresentação de uma nova proposta de acordo entre democratas e republicanos para aprovar o pacote de estímulos para infraestrutura nos EUA. Além disso, terá discussão sobre ampliação do teto da dívida do governo americano. O aumento de casos de Covid-19 pela variante Delta também estará no radar.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: Divulgação


Leia também

Sanita: Marfrig (MRFG3) marcha para máxima histórica

Santander vê preços altos dos metais em 2022

Prévia da inflação desacelera em julho, mas supera consenso

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais