TC Mover
Mover

INPC, inflação dos pobres, acelera para 0,95% em novembro e 4,77% em 12 meses

Postado por: TC Mover em 08/12/2020 às 19:33

São Paulo, 8 de novembro – O Índice Nacional de Preços ao Consumidor, INPC, subiu 0,95% em novembro, acelerando em relação a outubro, quando teve alta de 0,89%. Esta é a maior alta do índice entre os meses de novembro desde 2015. Neste ano, o INPC acumulou alta de 3,93%, enquanto nos últimos 12 meses somou 4,77%. Em cenário de pré-pandemia, em novembro do ano passado o índice havia subido 0,54%. 

Conhecido como inflação dos pobres, o INPC calcula a variação de preços de produtos e serviços mais consumidos por famílias de renda entre um e cinco salários-mínimos. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, por sua vez, considerado pelo Banco Central o índice oficial da inflação, abrange o consumo de famílias com renda entre um e 40 salários-mínimos. Ambos os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE.

Também divulgado hoje, o IPCA subiu 0,89% em novembro na comparação mensal, superando o consenso de 0,79%. O IPCA também acelerou e acumula 4,13% em 12 meses. Em outubro, a alta foi de 0,86%.

A alta maior do INPC que do IPCA é reflexo do impacto maior dos alimentos no custo de vida das famílias mais pobres. Já outros itens, como serviços, lazer e passagens aéreas, que subira bem menos este ano por conta da crise, pesam mais no orçamento das famílias de maior renda.  

Alimentação puxa alta do INPC

A alta de 2,65% nos alimentos e bebidas em novembro impulsionou o INPC. A batata inglesa e a carne subiram 29,65% e 6,54%, respectivamente. Os aumentos de 18,45% do tomate, 6,28% do arroz e 9,24% do óleo de soja encareceram a cesta básica. Por outro lado, o leite longa vida caiu 3,47%.

Goiânia e São Paulo lideram ranking

A alta dos preços em Goiânia chegou a 1,40%, assumindo o topo do ranking. Em seguida está São Paulo, que encareceu 1,21%. O IBGE considerou o comportamento dos preços em 16 capitais em comparação mensal.

Cidades - INPC - novembro
Fonte: IBGE

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais