Mover

IRB Brasil, Cogna, Cielo devem sair do MSCI Brazil; Eneva é forte candidata

Postado por: TC Mover em 10/11/2020 às 10:11

São Paulo, 10 de novembro – A nova composição do MSCI Brasil, que vai valer a partir de 1º de dezembro, será anunciada hoje. O índice é referência para fundos de investimentos e grandes investidores. 

O MSCI Brasil deve excluir os papéis ordinários, ou ON, do IRB Brasil, código IRBR3, da Cogna, código COGN3, e da Cielo, código CIEL3, de acordo com estimativas do Bank of America, BofA. Os estrategistas do Morgan Stanley apostam que a Braskem PNA, código BRKM5, se junta ao trio anterior e será excluída.

Eneva (ENEV3) deve fazer parte do MSCI Brasil

Já em relação às inclusões, os analistas das duas casas têm apenas uma posição unânime: a de que Eneva ON, código ENEV3, deve entrar no indicador, divergindo nas restantes candidatas. Para o BofA, além da Eneva, Totvs ON, código TOTS3, e Bradespar PN, ou ação preferencial, código BRAP4, preenchem os critérios para fazer parte da carteira e devem ser as escolhas do MSCI neste rebalanceamento a partir do mês que vem. 

Já o Morgan Stanley entende que Alpargatas ON, código ALPA3, Lojas Americanas PN, código LAME4, e uma empresa de tecnologia, sem citar o nome, devem estrear na nova revisão. Na última mudança, Via Varejo, código VVAR3, passou a fazer parte do índice. 

O MSCI Brasil tem os 56 papéis mais importantes do mercado brasileiro ponderados pelo valor de mercado e pela liquidez de suas ações. De acordo com calendário, o próximo rebalanceamento será anunciado em 9 de fevereiro de 2021, para entrar em vigor, em 1º de março daquele ano.

Desempenho das ações no TC Matrix

Para acompanhar o desempenho das ações das empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC. 

Texto: Bárbara Leite
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: Nathália Reiter/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais