TC Mover
Mover

Leilões no Brasil, EUA e dados marcam pregão; no radar, balanços e vírus: Espresso

Postado por: TC Mover em 12/11/2020 às 9:48

São Paulo, 12 de novembro – Uma sessão mista ao longo da madrugada nas maiores praças financeiras da Ásia e a Europa pauta o sentimento de mercado nesta quinta-feira, com o investidor ensaiando uma abordagem mais cautelosa, após dias de alta na sequência do anúncio da vacina da Pfizer, no início da semana. 

A rotação de posições de ações defensivas e de crescimento para papéis cíclicos e de valor toma uma pausa, com o investidor se reposicionando no setor de tecnologia na esteira da disparada no número de infecções por coronavírus nos Estados Unidos. 

No entanto, com anúncios iminentes de tratamentos e vacinas pelas farmacêuticas Moderna e AstraZeneca surgindo nos próximos dias, o potencial de alta associado a tal avanço deve limitar as desvantagens, afastando o investidor vendido a descoberto. A Moderna disse ontem que deve submeter sua vacina a um conselho de segurança independente para determinar sua eficácia. A tensão pode dar passo à calma, caso a empresa traga notícias empolgantes nessa fronte. 

Os futuros do petróleo sobem, com o contrato Brent retomando a máxima de dois meses, enquanto os traders olham para os estoques da commodity nos EUA. Em soma, o mercado avalia os sinais de superaquecimento das bolsas em meio à piora com o coronavírus nas maiores economias. 

Leilão de títulos no Brasil e nos EUA

No meio da manhã, saem os números da inflação anual e mensal nos EUA, juntamente com a média semanal e de quatro semanas dos pedidos de seguro-desemprego. Teremos leilão de títulos nos EUA, assim como no Brasil, o que faz o dia ser um dia para prestar atenção nos movimentos da renda fixa e, especialmente, do noticiário de política econômica no Brasil. 

Fique de olho no evento online com Powell, a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, e o xerife do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey. No Brasil, preste atenção no volume do setor de serviços, cuja queda perde força na base sequencial. A tentativa do Centrão de destravar a pauta na Câmara e a expectativa da eleição municipal de domingo são destaques na política. 

Balanços do terceiro trimestre

No lado corporativo, hoje tem muitos mais balanços: Arezzo, B3, brMalls, Inter, Natura, Oi e mais 23 empresas soltam resultados após o fechamento. Os destaques de ontem foram Marfrig, JBS e Via Varejo, que surpreenderam positivamente no lucro, na geração de caixa e a desalavancagem.

Aumento de casos de Covid-19 deixa mercado cauteloso

O dia é de cautela nos mercados internacionais após o rali dos últimos dias após a divulgação dos resultados dos testes da vacina da Pfizer. Os recordes de infecções por coronavírus nos Estados Unidos e na Europa voltam a preocupar o investidor, que busca mais segurança. O contrato futuro do ouro sobe, e os futuros do Dow Jones e do S&P500 caem, seguindo o Stoxx Europe 600. Os petróleos Brent e WTI passaram a subir, em meio à expectativa de que a Opep+ reduza a oferta da commodity nos próximos meses em meio à preocupação com a Covid-19.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais