TC Mover
Mover

Maia assume paternidade da reforma após CCJ; mercado entre realização e otimismo

Postado por: TC Mover em 24/04/2019 às 8:20

A reforma da Previdência passou pelo primeiro teste com louvor – e bastante suor – após ser admitida para discussão na Câmara pela Comissão de Constituição e Justiça. Mencionado pela maioria dos 48 deputados que aprovaram a iniciativa na CCJ, o arquiteto da vitória foi o presidente da Casa e maior líder do chamado Centrão, Rodrigo Maia. Ele ficou até a última hora das deliberações e sacramentou a decisão. Em entrevista à GloboNews, Maia disse que a votação foi uma vitória “do Brasil primeiro, depois da Câmara e de cada um dos deputados que querem que as aposentadorias sejam pagas.” Em um claro sinal de fortaleza política, disse que cabe ao presidente Jair Bolsonaro se envolver mais na articulação política para o projeto passar rápido e com a menor diluição possível.

 

O mercado pode ter dupla leitura do episódio: por um lado, Maia mais engajado na luta pelo projeto significa que o trâmite na comissão especial pode ser menos acidentado que na CCJ; por outro, que o mal-estar pode ser mais intenso. “Realizo ou espero?” pode ser a pergunta que os investidores estão se fazendo antes do pregão. E duas matérias podem deixar o ambiente ainda mais difícil de ler: a primeira, do O Estado de S. Paulo, que o Centrão pode articular para tirar os estados da reforma – o que eliminaria R$500 bilhões de economia fiscal do projeto. A Folha de S. Paulo disse também que o governo ofereceu R$40 milhões em emendas extras aos parlamentares até 2022 para passar a reforma. Difícil acreditar nessa, especialmente se faz as contas que a matéria sugere.

 

Os mercados globais operam em tom de cautela na manhã de hoje, após o S&P500 e o Nasdaq Composite terem atingido máximas históricas na noite de ontem. Realizo ou espero? O petróleo recuava após recente rali e o investidor fica na expectativa de mais resultados para reviver o otimismo. Hoje fique de olho nas teleconferências da Cielo e da Via Varejo, que divulgaram números trimestrais ontem. Bolsonaro retoma as reuniões com lideranças políticas para afinar a articulação política. Hoje tem ainda decisão de juros no Canadá, pesquisa de aprovação CNI-Ibope do governo brasileiro e dados de emprego, segundo o registro Caged.

 

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

As bolsas ao redor do mundo operavam em clima misto nesta terça-feira, com viés negativo, à espera de mais uma rodada de balanços do primeiro trimestre de companhias europeias, americanas e asiáticas.

 

Bolsas: Os futuros das bolsas americanas, especificamente do S&P500, operavam em leve queda nesta manhã após o fechamento recorde na véspera, seguindo os balanços acima do consenso. Hoje, a divulgação de resultados de companhias como Facebook e Microsoft pode corroborar com a visão de que os lucros estão driblando a desaceleração econômica. Já na Europa, o desempenho fraco de montadoras e locadoras mantém o clima mais moderado, aliado a uma maior preocupação com a negociação da saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit. O índice negociado em Frankfurt subia 0,18%, enquanto as bolsas francesa e britânica caíam. Na Ásia, o ASX 200 da Austrália atingiu o maior patamar em uma década após a inflação do país cair para o menor patamar histórico, elevando as apostas de um corte na taxa básica de juros. Os índices do Japão, China e Coreia do Sul fecharam em clima misto.

 

Principais notícias corporativas

 

Vale: Engenheiro da Vale diz que diretoria da empresa sabia de riscos da barragem de Brumadinho (Folha)

 

Varejo: Magazine Luiza começa a vender livros online (Estado)

 

Utilidades: Regulação afasta iniciativa privada do saneamento (Estado)

 

Avianca: Infraero vai cobrar taxas aeroportuárias antecipadas da Avianca Brasil (Globo)

 

Elétricas: MME deve acelerar mudanças de modernização do sistema elétrico (Valor)

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

05h00 IPC mensal (abril) – Fipe

08h00 IPC-S capitais (abril) – FGV

08h15 Caged (março) – Min. da Economia

10h30 Arrecadação federal (março) – Receita Federal

12h30 Fluxo cambial – Banco Central

 

Indicadores internacionais

05h55 Alemanha – Índice de clima de negócios – Ifo; consenso 99,9

08h00 EUA – Pedidos de hipotecas semanal – MBA

11h00 Canadá – Decisão da taxa de juros; consenso 1,75%

11h30 EUA – Estoques de petróleo bruto

16h00 Argentina – Balança comercial (março)

 

Resultados corporativos

AA WEG

N.D. GPA (prévia operacional 1T)

 

Teleconferência de resultados

13h00 Cielo

14h00 Via Varejo

 

Assembleias

N.D. BB Seguridade

N.D. GPA

N.D. Hypermarcas

N.D. BR Distribuidora

10h00 Sanepar

 

Eventos

05h00 UE – Relatório mensal do BCE

08h00 Bolsonaro – Reunião com ministro Augusto Heleno e com major Vítor Hugo, líder do governo na Câmara

09h00 Bolsonaro – Reunião com Fábio Ramalho, vice-presidente da Câmara

10h00 CNI-Ibope – Pesquisa de opinião sobre o desempenho do governo federal no primeiro trimestre

10h00 Guedes – Reunião com a  Câmara de Comércio e Indústria Brasil China

11h00 Bolsonaro – Reunião com ministro Álvaro Antônio, do Turismo

11h00 Guedes – Audiência com representantes da agência Fitch

11h00 Canadá – Relatório de política monetária

11h30 BC – Leilão de até 5.350 contratos de swap cambial

13h00 Guedes – Reunião com o ministro José Múcio, presidente do TCU

15h00 Sanção da Lei da Empresa Simples de Crédito

16h00 Bolsonaro e ministros – Reunião com delegação de parlamentares americanos

17h00 Campos Neto – Reunião com representantes da U.S. Chamber of Commerce

17h30 Guedes – Reunião com parlamentares da bancada do Amazonas

19h30 Guedes – Reunião com parlamentares do MDB

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis