TC Mover
Mover

Mercado à espera do ‘martelo’ de Bolsonaro com reforma; Trump dá fôlego às conversas EUA-China

Postado por: TC Mover em 14/02/2019 às 8:52

Na tarde de hoje, o presidente Jair Bolsonaro deverá “bater o martelo” sobre o texto final da reforma da Previdência que irá para o Congresso Nacional. O investidor, que surfou na onda do bom humor em janeiro, se tornou cauteloso neste mês e está mais atento às entrelinhas – até porque o diabo está nos detalhes, como disse o velho adágio. O mercado vai olhar com lupa a decisão sobre a idade mínima, as regras de transição e a poupança fiscal resultante das mudanças.  

 

Quaisquer números e propostas devem ser analisadas com sangue frio. Para o contribuidor TC Leopoldo Vieira, da IdealPolitik, a preferência do presidente parece explícita: se acabar optando por idade mínima de 65 anos para os homens e 60 anos para as mulheres, a transição será até 2030 ou 2032. “Ou seja, ele está sob pressão por uma idade maior por setores da gestão, porém compensará o desgaste com um tempo mais extenso para a aplicação das novas regras. Jogo de 1×1”, disse.

 

Os mercados europeus e os futuros americanos sobem com a notícia de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pode estender em até 60 dias o prazo final para a imposição de sobretaxas a US$200 bilhões em importações chinesas. Isso denota proximidade ou iminência de um acordo e contrabalança o peso dos números econômicos fracos: PIB estagnado na Alemanha, crescimento da atividade abaixo do consenso no Japão, etc. Fique de olho nos indicadores que serão divulgados mundo afora, incluindo o PIB da Zona do Euro, o seguro-desemprego e os preços ao produtor nos EUA.

 

Mais dois assuntos que podem criar alguma volatilidade: primeiro, a possível primeira queda de um ministro na era Bolsonaro; a segunda, a Vale. Ontem à noite, começou a ganhar contornos de crise a situação do ministro e secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, quanto a um possível escândalo de corrupção. Será que a saída de um ministro próximo ao Congresso pode ter algum reflexo na aprovação da reforma? Em relação à Vale, investigações na CVM e no Congresso podem piorar ainda mais o ambiente cada vez menos visível, como alertam analistas do BTG Pactual hoje. Os resultados do Banco do Brasil devem animar o investidor, que não pode reclamar da qualidade dos balanços do quarto trimestre.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

Os mercados ao redor do mundo continuam a enxugar a aversão ao risco nesta quinta-feira por conta das sinalizações positivas vindas das negociações de trégua entre os Estados Unidos e a China. De acordo com as agências internacionais, o presidente americano, Donald Trump, estaria considerando prorrogar o prazo final para a imposição de novas tarifas contra produtos chineses por mais 60 dias, a contar da data limite de 1º de março. Com isso, ativos que sinalizam a busca do investidor por maior proteção, como o ouro e o rendimento dos títulos da dívida americana, aceleram queda, enquanto a maior parte das bolsas manteve o ritmo de alta.

 

Na Ásia, no entanto, a espera por sinalizações mais concretas sobre o assunto deixou os mercados de lado nesta madrugada. Os índices acionários da China, do Japão e de Hong Kong fecharam em leve queda, com expectativa pela reunião entre altos representantes do governo americano e o vice-premiê chinês, Liu He. Eles devem se encontrar hoje em Pequim para continuar as discussões de uma possível trégua comercial.

 

Na Europa, o PIB neutro da Alemanha e uma série de balanços das companhias do continente ajudam a manter o otimismo dos mercados, que também seguem de perto o desenvolvimento das discussões entre EUA e China. Já o petróleo voltou a subir com força seguindo números bem mais fortes que o esperado para a balança comercial chinesa, que mitigaram as preocupações mais latentes sobre a desaceleração econômica do país.


Principais notícias corporativas

 

Localiza: O Itaú atualizou as estimativas para a Localiza e ajustou o preço-alvo do papel para R$39, com recomendação outperform.

 

Banrisul: A Brasil Plural elevou o preço-alvo do papel PNB do Banrisul para R$31,3 por conta dos resultados do quarto trimestre, com recomendação overweight.

 

Totvs: A Totvs divulgou um lucro líquido ajustado de R$32,2 milhões referente ao quarto trimestre, o que representa um salto de 90,9% na comparação anual.

 

Duratex: A Duratex publicou um lucro líquido recorrente de R$151,2 milhões no quarto trimestre, o que representa um avanço de 33,9% na base anual.

 

Duratex II: O Conselho de Administração da Duratex aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio aos acionistas no valor bruto de R$0,41 por ação, considerando a posição acionária de 18 de dezembro.

 

Cosan Logística: A Cosan Logística registrou um lucro líquido de R$38 milhões no quarto trimestre, revertendo o prejuízo de R$19 milhões apurado em igual período em 2017.

 

IMC: A IMC aprovou sua primeira emissão de debêntures no valor de R$200 milhões, com vencimento em cinco anos.

 

PetroRio: PetroRio convocou assembleia para decidir sobre desdobramento de ações na proporção 10 a um.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

09h00 Volume de serviços mensal (dezembro) – IBGE

09h00 Volume de serviços anual (dezembro) – IBGE

 

Indicadores internacionais

N.D. China – Balança comercial (janeiro); consenso US$33,5 bi

N.D. China – Exportações (janeiro); consenso -3,30%

N.D. China – Importações (janeiro)

05h00 Alemanha – PIB trimestral (4T); consenso 0,10%

05h00 Alemanha – PIB anual (4T); consenso 0,90%

08h00 UE – Variação no emprego anual

08h00 UE – PIB trimestral (4T); consenso 0,20%

08h00 UE – PIB anual (4T); consenso 1,20%

11h30 EUA – Pedidos iniciais por seguro-desemprego; consenso 228 mil

11h30 EUA – IPP mensal (janeiro); consenso 0,10%

11h30 EUA – IPP anual (janeiro); consenso 2,10%

11h30 EUA – IPP-núcleo mensal (janeiro); consenso 0,20%

11h30 EUA – IPP-núcleo anual (janeiro); consenso 2,50%

13h00 EUA – Estoques das empresas mensal (novembro); consenso 0,30%

23h30 China – IPC mensal (janeiro); consenso 0,50%

23h30 China – IPC anual (janeiro); consenso 2,00%

23h30 China – IPP anual (janeiro); consenso 0,40%

 

Resultados trimestrais

A.A. Banco do Brasil

D.F. Totvs

D.F. Paranapanema

D.F. Cosan

 

Teleconferências de resultados

10h30 Grendene, Totvs

11h00 Duratex, Smiles

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis