TC Mover
Mover

Mercado cauteloso espera dados dos EUA; desemprego, fiscal Covid-19 no radar: Espresso

Postado por: TC Mover em 27/05/2021 às 9:36
Mercado cauteloso com dados dos EUA

São Paulo, 27 de maio – Os índices futuros de Nova York iniciam a manhã em baixa. O mercado cauteloso espera uma bateria de indicadores americanos. Saem a segunda leitura do PIB e do Índice de Preços do Consumo Pessoal no primeiro trimestre; o número semanal de pedidos de seguro-desemprego; e as encomendas de bens duráveis em abril. Mais tarde, às 11h00, serão divulgadas as vendas pendentes de imóveis em abril. Números fortes podem puxar commodities, dólar e bolsas, talvez acelerando rotação para os papéis da retomada.


Mercado cauteloso está de olho no PIB dos EUA

O consenso para o Produto Interno Bruto, PIB, dos EUA é que a segunda leitura venha ligeiramente mais alta que a primeira. Como a próxima segunda-feira, dia 31, é feriado nacional nos Estados Unidos, hoje é o penúltimo dia de maio para o mercado. Pode haver efeito do ajuste tradicional das carteiras e de um raro rebalanceamento dos índices MSCI, que entra em vigor amanhã. O evento é incomum porque desta vez a influente Morgan Stanley Capital International fará o rebalanceamento simultâneo tanto de mercados desenvolvidos como de emergentes.


Taxa de desemprego subiu para 14,7% em março

No Brasil, há vários destaques na agenda. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, divulgou os dados de emprego de março. A taxa de desemprego aumentou para 14,7%, em linha com o consenso. Às 14h30 sairá o resultado primário do Governo Central de abril, que inclui Tesouro, Banco Central e Previdência. Às 11h00 o Tesouro faz leilão semanal de títulos.

Na agenda de autoridades, o presidente Jair Bolsonaro vai ao Amazonas inaugurar uma ponte em São Gabriel da Cachoeira, ao lado da maior jazida de nióbio do mundo. O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem café da manhã às 09h00 com representantes da indústria brasileira e, às 15h00, participa de reunião do Conselho Monetário Nacional junto do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

A pandemia volta com força ao radar, porque há crescimento ininterrupto na média de mortes desde o dia 4 de maio e aumento de internações. Ontem, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, admitiu que medidas restritivas nos municípios podem ser necessárias contra uma terceira onda.

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Calendário Econômico: Desemprego, resultado primário, PIB dos EUA

Bolsas oscilam de olho no PIB dos EUA e estímulos; no radar, emprego, fiscal, reformas: Espresso

Companhias aéreas disparam com expectativa entre Azul e Latam

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais