TC Mover
Mover

Oi, as influencers chegam à bolsa: italiana Chiara Ferragni quer abrir capital

Postado por: TC Mover em 15/10/2020 às 14:56

São Paulo, 15 de outubro – A influenciadora digital italiana Chiara Ferragni, especializada em artigos de luxo e moda e com 21 milhões de seguidores no Instagram, pretende lançar sua própria oferta pública inicial, IPO na sigla em inglês. Ela será a primeira influencer a entrar no mercado de ações, caso o processo vá adiante.

Ferragni declarou em uma entrevista à imprensa italiana que o objetivo é financiar suas roupas e seu estilo de vida ligado à moda criado há mais de uma década. O IPO seria feito em Milão, cidade onde a influencer mora atualmente, de acordo com a Reuters.

Não foi especificado qual das empresas da Ferragni abrirá o capital. O TBS Crews, que inclui o blog The Blonde Salad, e o negócio de moda Serendipity geraram faturamento de 20 milhões de euros em 2019. Já suas campanhas de marketing estão na Sisterhood, cuja receita do ano passado foi 11 milhões de euros. As companhias da influencer podem passar a valer 80 milhões de euros, cerca de R$525 milhões, segundo a revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Luxo digital e moda

Influencer, modelo, empresária, integrante da lista Forbes 30 under 30, protagonista feminina de luxo digital no Financial Times, caso de estudo em Harvard, designer de moda e dona da própria marca, Chiara Ferragni começou a ter visibilidade com seu blog de moda, The Blonde Salad.

Para o blog, criado em 2009 em parceria com o então namorado Riccardo Pozzoli, Ferragni posava para fotos, mostrando as roupas do seu dia a dia, criando seu estilo de vida. Aos 33 anos, a influencer italiana tem 21,5 milhões de seguidores no Instagram e parcerias com grandes marcas, como Dior e Lancôme. 

IPO, a entrada para o mercado de ações

IPO é um processo para a entrada de uma empresa ao mercado acionário. Para abrir o capital, a companhia passa a prestar conta aos futuros acionistas. A ação é a menor parte de uma empresa e, assim, ao comprar uma ou mais ações, a pessoa passa a ser proprietária de um pedaço da companhia.

Chiara Ferragni precisará se adequar ao órgão regulatório italiano, apresentar balanços, precificar as ações e criar um prospecto com informações sobre a marca, perspectiva de mercado e risco do negócio.

IPO e entretenimento

O caso da influencer mostra como os negócios de entretenimento digital estão ganhando espaço no mercado. O grupo de k-pop BTS, patrocinado pela gravadora Big Hit Enterteinment, estreou nesta quinta-feira na bolsa sul-coreana. O primeiro dia no pregão resultou em alta de 90%, uma verdadeira dinamite, assim como o último single de sucesso da banda.

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Arte: Nathália Retiher/TC

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis