TC Mover
Mover

Pandemia piora e estressa a política; yields recuam e futuros respiram: Espresso

Postado por: TC Mover em 19/03/2021 às 9:43
pandemia

São Paulo, 19 de março – Depois de uma quinta-feira com forte pressão altista nos rendimentos dos títulos do Tesouro americano, os chamados Treasuries yields, e de queda nos principais índices acionários americanos, os ativos mostram correção leve na manhã desta sexta-feira.


Ásia e Europa têm forte reajuste

Na Ásia houve forte ajuste de baixa, movimento também seguido nos principais centros financeiros da Europa, que fecharam antes da debacle de ontem em Nova Iorque. Hoje pode haver instabilidade em Wall Street com a chegada do chamado “quadruple witching”, vencimento simultâneo de opções sobre índices, ações e outros contratos. Temendo a inflação, investidores tiraram mais de US$ 80 bilhões dos títulos do Tesouro americano em duas semanas, informa a Bloomberg.

O Índice Dólar DXY opera estável. Com o dólar americano quieto, o petróleo sobe, longe de se recuperar do pior tombo desde outubro, ocorrido ontem. Um dos fatores que levaram à derrocada da commodity tem alívio com a retomada da vacinação com o imunizante da AstraZeneca e da Universidade de Oxford na Alemanha, Franca e Itália, depois que a agência europeia de medicamentos atestou sua segurança. A semana lotada de decisões dóceis de bancos centrais terminou com a decisão do Banco do Japão, que manteve inalteradas as taxas de juros de curto prazo, mas mudou alguns pontos do programa de controle da curva de juros.


Pressão sob Bolsonaro aumenta com piora da pandemia

Enquanto isso, cresce a tensão na política brasileira, depois que a Covid-19 fez mais uma vítima no Congresso. A morte cerebral do senador paulista Major Olímpio, de 58 anos, o mais votado no país em 2018, piorou o clima no Parlamento contra o presidente Jair Bolsonaro.

Jornais relatam o clima de consternação, choro e em alguns casos revolta com a gestão da pandemia pelo governo federal. Segundo o jornal Valor Econômico, senadores discutem travar a pauta econômica para exigir maior empenho de Bolsonaro contra a disseminação da Covid-19. Seriam travadas todas as pautas sem relação direta com o combate à pandemia.

Ontem, em entrevista exclusiva à TC Radio, o ex-presidente Michel Temer pediu a Bolsonaro se vacinar, como gesto que permita recuperar a confiança do país na gestão da crise. Há pressão sobre o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para que instale Comissão de Inquérito Parlamentar sobre a pandemia. Bolsonaro, que não ajuda muito com suas falas, anunciou ação no Supremo Tribunal Federal contra as restrições locais à mobilidade.

Mas, ao mesmo tempo, seus assessores no Palácio do Planalto o convenceram para liderar encontro entre os outros Poderes que busque uma solução ao colapso do sistema de saúde. O país encara risco de apagão de insumos até para intubar pacientes.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: TC Mover

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.


Leia também

Calendário Econômico: Balanços, petróleo

Ribeiro é indicado para presidência do BB após renúncia de Brandão

Especial: Mercado precisa de “plano de ação” que reforce a confiança, diz Temer

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais