Mover

Preço de imóveis residenciais sobe 0,43% em outubro, diz Fipezap

Postado por: TC Mover em 04/11/2020 às 16:01

São Paulo, 04 de novembro – O índice FipeZap aponta que o preço dos imóveis residenciais aumentou 0,43% em outubro, desacelerando em comparação ao 0,53% de setembro. Este índice acompanha o comportamento do preço médio da venda de imóveis residenciais em 50 cidades e é calculado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas com base em anúncios publicados pelo site Zap Imóveis.

O FipeZap ficou abaixo da estimativa de inflação do Boletim Focus, de 0,79% para o Índice de Preços ao Consumidor, IPCA, de outubro. O Boletim Focus reúne projeções feitas pelo mercado e é divulgado pelo BC. O IPCA, o índice oficial da inflação do Banco Central, é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE e o dado de outubro será divulgado na sexta-feira.

A alta nominal do índice acumulada no ano até outubro é de 2,75%, acima dos 2,14% esperados para o IPCA no mesmo período, conforme o Boletim Focus. Já nos últimos 12 meses, o índice de preços de imóveis está abaixo da inflação, apontando elevação de 2,72%, ante 3,85% esperados para o IPCA.

Rio de Janeiro tem maior média de preço de imóveis

O Rio de Janeiro possui o maior preço de imóveis residenciais entre as cidades estudadas, R$9.383,00/m², ultrapassando a capital paulista, que registrou R$9.265,00/m². A alta dos imóveis cariocas em outubro foi de 0,39%. O preço médio dos imóveis entre as 50 cidades pesquisadas foi R$7.927,00/m².

Fonte: FipeZap

Recife lidera alta dos preços de imóveis entre capitais

O maior salto no preço dos imóveis em outubro entre as capitais, porém, pertence a Recife, 1,68%, seguido de Manaus, 1,22%, e Vitória, 1,16%. Na outra ponta está Porto Alegre, que se manteve praticamente estável, com 0,02%.

Fontes: FipeZap, IBGE, FGV e Banco Central do Brasil

Texto: Letícia Matsuura
Edição: Angelo Pavini
Imagem: Divulgação

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais