TC Mover
Mover

Recolhimento do FGTS poderá ser feito pelo Pix

Postado por: TC Mover em 13/11/2020 às 20:01

São Paulo, 13 de novembro – O Banco Central anunciou hoje que será possível recolher contribuições ao FGTS pelo Pix, sistema de pagamento eletrônico que começa a funcionar na próxima segunda-feira, dia 16. O pagamento do FGTS, porém, está previsto para entrar em vigor em janeiro com o lançamento do FGTS Digital.

O Pix deve tornar o recolhimento de recursos feito por empregadores mais prático. E o recebimento deve ser mais ágil. Com mais instituições aptas a receber o FGTS, a estimativa é de diminuição dos custos para o Fundo de Garantia e mais recursos aos cotistas.

Facilidade na operação de crédito

As próprias instituições financeiras e de pagamento poderão usar o Pix como meio de realizar e receber pagamentos na condição de usuários finais. Portanto, essas instituições poderão fazer pagamentos de fornecedores, impostos ou outras transações decorrentes de obrigações e direitos próprios, exceto quando a contraparte é uma instituição financeira ou de pagamento.

As contas próprias das instituições financeiras possibilitarão operação de crédito na conta do usuário de outra instituição. O Pix promete, então, facilitar essa operação sem que o usuário precise criar conta na instituição em que está contratando a operação de crédito.

Cadastro de chave Pix não é obrigatório

A chave Pix, que pode ser o número de telefone, o CPF ou CNPJ, o e-mail ou uma chave aleatória cadastrados primariamente pelo usuário, servirá como identificação. Apesar de o cadastro de chave não ser necessário, ele é recomendável para ter mais praticidade e maximizar a experiência, em especial no recebimento do Pix.

O Pix promete mais disponibilidade e agilidade no pagamento e na transferência digital. As operações poderão ser efetuadas a qualquer momento, pois será um serviço que funciona 24 horas por dia. Mais de 760 instituições aderiram ao Pix. Saiba mais sobre o novo sistema de transferências e pagamentos no artigo da TC School.

Texto: Letícia Matsuura
Edição Angelo Pavini
Imagem: Divulgação

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis