Mover

Reforma anima Ibovespa; no radar, Biden, emprego, coronavírus: Espresso

Postado por: TC Mover em 30/03/2021 às 19:52

São Paulo, 30 de março – O Ibovespa se descolou hoje das bolsas americanas e fechou em alta, a quarta seguida, aproximando-se dos 117 mil pontos perdidos em 19 de fevereiro. O mercado local refletiu a melhora na perspectiva de aprovação das reformas e privatizações no Congresso após a reforma ministerial anunciada ontem pelo presidente Jair Bolsonaro. A mudança na Esplanada dos Ministérios abriu espaço para o Centrão e reforçou a base parlamentar do governo.


Leve queda nas internações por coronavírus em SP animou investidores da Ibovespa

Informações sobre uma ligeira queda nas internações em São Paulo também animou os investidores. Assim, favoreceu as ações de bancos, consumo e serviços, compensando a queda nos papéis de commodities, que recuaram com a alta dos juros americanos e do dólar. O real também se valorizou, na contramão das demais moedas emergentes, e os juros futuros recuaram.


Biden pode anunciar pacotes de estímulos que somam US$3 trilhões

Já nos Estados Unidos, o presidente Joe Biden deve anunciar ainda outro pacote para os próximos meses. Este, voltado para projetos sociais, junto com o de infraestrutura de amanhã, deve somar US$3,0 trilhões. Com os US$1,9 trilhão aprovados anteriormente, os novos pacotes elevariam o total de estímulos neste início de ano a quase US$5,0 trilhões em novas despesas fiscais. Esse volume de recursos, se é benéfico para a atividade e, por tabela, para as bolsas e para os mercados de ativos reais em um ambiente de juros de curto prazo perto de zero, exerce pressão sobre o déficit público e sobre a inflação americana.


Confira mais notícias sobre as trocas de comando

O aprofundamento do conflito entre a ala ideológica do governo e o bloco conhecido como Centrão, que busca alinhar o presidente Jair Bolsonaro com um figurino pragmático e eleitoralmente viável em 2022, abriu espaço para uma reforma ministerial. As trocas fortalecem o ministro da Economia, Paulo Guedes. É o que apontam fontes da TC Mover com conhecimento direto no assunto. Leia mais.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, negou que o presidente Jair Bolsonaro queira realizar um alinhamento político das Forças Armadas, após decidir trocar o comando delas e do Ministério da Defesa. O ex-chefe da Casa Civil, general Walter Braga Netto, foi nomeado para comandar a Defesa. Leia mais.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: TC Mover

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.


Leia também

Faria nega que Bolsonaro queira alinhamento político das Forças Armadas

Parra-Bernal: O impasse do Orçamento está em vias de ser resolvido?

Aneel vê aumento menor que esperado nas tarifas da Copel

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais