Mover

Resumo da Semana: Carteiras, Vale, Orçamento

Postado por: TC Mover em 09/04/2021 às 18:48
resumo da semana

São Paulo, 9 de abril – A TC Mover reuniu as carteiras recomendadas para abril de 18 bancos e corretoras. A Vale continua liderando as recomendações, enquanto a Magazine Luiza perdeu espaço. Além das carteiras, a valorização da Vale se destacou na semana. A mineradora tem se recuperado da sua pior crise após o desastre de Brumadinho e está a ponto de valer mais que a Petrobras e o Itaú juntos.

Do lado político, a continuidade do impasse em torno do Orçamento de 2021 entre o Poder Executivo e o Legislativo está no radar dos investidores. A expectativa está sobre a sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro à matéria aprovada no Congresso. A pressão para que o presidente sancione o texto aumentou após declaração do presidente da Câmara, Arthur Lira. Confira abaixo o Resumo da Semana da TC Mover.


Especial: Vale é quase unanimidade em carteiras de abril e Magalu perde espaço

O ciclo positivo das commodities e o ótimo momento operacional tornaram a ação da Vale quase uma unanimidade entre as carteiras recomendadas para abril compiladas pela TC Mover. Confira aqui todas as carteiras.


Especial: “Grosseiramente barata”, Vale flerta com capitalização maior que Petrobras e Itaú juntos

Um acidente fatal submeteu a segunda maior produtora de minério de ferro do mundo à pior crise da sua história dois anos atrás. Fiel ao ditado de que na desgraça ressurgem os mais fortes, hoje a Vale está a ponto de valer mais que a maior estatal e o maior banco comercial brasileiros somados. É competência ou simplesmente sorte? Leia aqui a matéria.


Presidente da Câmara aumenta pressão por sanção ao Orçamento do Congresso

O presidente da Câmara, Arthur Lira, disse na última quarta-feira, 7, que espera que o Poder Executivo cumpra o acordo feito com o Congresso para conseguir votar o Orçamento de 2021 e sancione o texto aprovado pelos parlamentares. Leia aqui a matéria.


Entrevista exclusiva: Deputado Marcelo Ramos vê pressão contra Teto e Reforma Administrativa aprovada

O vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos, reconheceu à TC Mover, em entrevista exclusiva, que existem pressões muito fortes dentro do governo e do Congresso pelo rompimento do Teto de Gastos. No entanto, ele também afirmou esperar que isso seja contido. Segundo Marcelo Ramos, os setores que defendem um auxílio emergencial de R$600 e a renovação do estado de calamidade pública defendem o rompimento da regra. O deputado também vê a Reforma Administrativa votada ainda em 2021 e a Medida Provisória da Capitalização da Eletrobras aprovada dentro do prazo de vigência. Leia aqui a entrevista na íntegra.


Especial: Donos da Dasa devem participar de re-IPO após corte na faixa indicativa, diz fonte

A família Bueno deve colocar uma ordem de R$500 milhões na oferta pública de ações do grupo de saúde Dasa, evitando assim uma diluição ainda maior da sua participação após cortar a faixa de preço indicativa para a transação, disse uma fonte com conhecimento direto da situação. Leia aqui a matéria.


Especial: Brasil busca US$1 bilhão dos EUA para desmatamento, diz ministro Ricardo Salles

Com a obtenção de US$1 bilhão por parte dos Estados Unidos, o Brasil conseguiria acelerar o combate ao desmatamento da Amazônia, disse o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles em entrevista à TC Rádio na última segunda-feira, 5. O montante representa apenas 5% do que o presidente americano Joe Biden prometeu que destinaria às pautas de mudança climática. Leia aqui a matéria.


Especial: Lula ganha tração e maiores chances de bater Jair Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ganhou tração eleitoral e maiores chances de derrotar o atual presidente Jair Bolsonaro, se as eleições presidenciais de 2022 fossem hoje. É o que apontou a nova pesquisa XP/Ipespe, divulgada na última segunda-feira, 5. Além disso, o levantamento reforçou dificuldades para uma chamada “terceira via” de centro. Leia aqui a matéria.


Jair Bolsonaro vai sancionar Orçamento com vetos, diz Arko

O presidente Jair Bolsonaro vai sancionar o Orçamento de 2021 com vetos, segundo informações da Arko Advice. Enquanto isso, o presidente da Câmara, Arthur Lira, vai aguardar para ver como será a receptividade dos parlamentares à medida, conforme a consultoria. Um projeto para remanejar recursos ficará para depois. Leia aqui a matéria.


Santos Brasil desembolsa R$157,3 milhões e leva três terminais em leilão da Infra Week

Confirmando a expectativa do mercado, a Santos Brasil foi o destaque do leilão de cinco terminais portuários realizado na sexta-feira, 9, pelo Ministério da Infraestrutura. A empresa desembolsou R$157,3 milhões por três unidades de transporte de líquidos localizadas no Porto de Itaqui, no Maranhão. Leia aqui a matéria.


Mansano: Taxa neutra de juros e a relação com a atual política monetária do BC brasileiro

A economista-chefe do TC, Fernanda Mansano, fala sobre a declaração do presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, sobre a taxa neutra de juros, o contexto por trás da afirmação e o que ela indica em relação às próximas decisões sobre a taxa básica de juros, a taxa Selic. Leia aqui a coluna.


Vieira: Bolsonaro fortalece Guedes em jantar com empresários

Para o analista de política do TC, Leopoldo Vieira, as falas de Bolsonaro em um jantar com empresários, incluindo os elogios ao ministro Paulo Guedes, reforçaram a relação entre os dois, o que ajudar a resolver o impasse envolvendo o Orçamento de 2021. Leia aqui a coluna.


Sanita: Com bom desempenho, Bradespar busca diminuir gap em relação à Vale

O contribuidor do TC, Sérgio Sanita, fala sobre a Bradespar (BRAP4), empresa de investimentos que detém participação na Vale e tem mostrado um atraso em relação à alta recente da mineradora. Para Sanita, porém, o bom desempenho da empresa mostra que ela pode superar esse gap. Leia aqui a coluna na íntegra.


Prévia da Semana: Infra Week, IPCA, PMIs, Orçamento

Os destaques da Prévia da Semana foram a Infra Week, evento organizado pelo Ministério da Infraestrutura com diversos leilões de concessões, as divulgações do Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, e dos Índices dos Gerentes de Compras, PMIs, de diversos países e as tentativas de solucionar o impasse em torno do Orçamento de 2021. Toda segunda-feira a TC Mover prepara a Prévia da Semana com temas relevantes da semana nos planos político, econômico e financeiro, no Brasil e no mundo. Escute no Spotify.



Semana: Orçamento, IPCA, IGP-M, coronavirus e Powell

A editora da TC Mover, Melina Flynn, destacou os principais acontecimentos da semana que os investidores deveriam ficar atentos, como o impasse em torno do Orçamento de 2021, a divulgação do Índice Geral de Preços – Mercado, o IGP-M, o avanço da pandemia de coronavírus no Brasil e discursos do presidente do Federal Reserve, Fed, Jerome Powell. Confira toda segunda-feira no Instagram da TC Mover!



Texto: João Pedro Malar
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover


Leia também

Santos Brasil desembolsa R$157,3 milhões e leva três terminais em leilão da Infra Week

Itaú BBA prefere Energisa a EDP Brasil por múltiplo descontado e IGP-M

Roberto Campos Neto e Fabio Kanczuk veem inflação transitória e Selic em 3,5% em maio

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais