Mover

Resumo da Semana: FHC, alta da Selic, restrições

Postado por: TC Mover em 19/03/2021 às 17:46
resumo da semana

São Paulo, 19 de março – A Rádio TC estreou em grande estilo com ilustres convidados, como os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, o economista Ricardo Amorim, o diretor-presidente da Stone Augusto Lins, entre outros. Apesar das críticas, Cardoso acredita que o atual presidente, Jair Bolsonaro, não está levando o país à desordem institucional. Outro marco da semana foi a alta mais acentuada da taxa básica de juros, a taxa Selic, que o mercado esperava, além dos efeitos dela nas ações e alguns setores da economia.

Somado a essas notícias, as consequências da piora da Covid-19 no Brasil estão no radar dos investidores. As novas restrições na tentativa de conter a pandemia impactam os papéis das administradoras de shoppings, o que pode beneficiar a rotação para ações de valor. Confira abaixo o Resumo da Semana da TC Mover.

Especial: Bolsonaro não está levando o país à desordem institucional, diz ex-presidente Cardoso

Apesar do presidente Jair Bolsonaro não transmitir a confiança e a liderança que o país precisa neste momento, ele não está levando o Brasil a uma “desordem institucional”, e não existe “razão objetiva” para pedir seu impeachment, disse na última segunda-feira, 15, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Leia aqui a entrevista.

Especial: Setores para ficar de olho com a alta da Selic

A alta da taxa básica de juros, a taxa Selic, acima da expectativa do mercado e a sinalização de pelo menos mais um aumento na próxima reunião do Banco Central pode levar os investidores a rotacionar suas carteiras de ações com o cenário. Quais setores devem sentir um impacto mais imediato? Leia aqui a matéria.

Especial: Restrições devem impactar ações de shoppings, que permanecem baratas

As novas restrições impostas até o final de março em algumas cidades brasileiras podem colocar por água abaixo a recuperação incipiente das administradoras de shoppings centers que era notada no final do ano passado, principalmente caso essas restrições sejam mantidas para abril. Mas, o setor, que ainda sente o peso do impacto da pandemia, pode se beneficiar da rotação dos investidores para ações de valor. Leia aqui a matéria.

Especial: Stone não planeja adquirir rivais após compra da Linx, diz Lins

A Stone não tem planos de adquirir rivais nos setores de adquirência e credenciamento de cartões por ora, disse o diretor-presidente Augusto Lins, sinalizando que a empresa de soluções para pagamentos deve focar na integração da Linx, que comprou há alguns meses. Leia aqui a matéria.

Especial: Mercados esperam mais que recados na “Super Quarta”

Para analistas, a aguardada “Super Quarta”, dia em que os bancos centrais americano e brasileiro divulgam suas decisões de política monetária, marcaria uma virada no Brasil e pode reservar surpresas nos Estados Unidos, em um momento em que investidores esperam mais do que recados ou sinalizações das autoridades. Leia aqui a matéria.

Especial: Sem mudanças, FOMC deve dar várias pistas ao mercado

O mercado esperou atento à decisão do Comitê Federal de Mercado Aberto, FOMC, do Federal Reserve, Fed, da última quarta-feira, 17. A aposta foi de manutenção dos juros americanos entre zero e 0,25% ao ano. Além disso, a expectativa era que o banco central americano continuasse com o programa de recompra de ativos, o chamado “quantitative easing”, ou QE. Leia aqui a matéria.

Especial: AES Tietê (TIET11) está perto de comprar parque eólico, dizem fontes

A AES Tietê está prestes a concluir a compra de 100,00% dos ativos da Ventos São Ricardo, um dos maiores parques eólicos do Brasil, visando reforçar seu crescimento e diversificação de portfólio de energia em segmentos complementares à hídrica. Leia aqui a matéria.

Especial: Lira surpreende e propõe que juros se ajustem à dívida

Em um claro esforço para sinalizar confiança ao mercado, o presidente da Câmara, Arthur Lira, disse na última quinta-feira, 18, que os juros precisam subir mais para se ajustar à dívida brasileira. Mesmo parecendo ilógico na perspectiva de um político no poder, consideramos a assertiva correta. Leia aqui a matéria.

Especial: Magazine Luiza (MGLU3) tem sinal verde para compra de holding de pagamentos

O Conselho de Administração de Defesa Econômica, o Cade, aprovou, sem restrições, a compra de 100% da Hub Prepaid Participações, por R$290 milhões, pelo Magazine Luiza (MGLU3). Apesar da reclamação de concorrentes, como MercadoPago, o Cade entendeu que não há concentração no mercado de pagamentos com a transação. A conclusão da operação ainda depende da aprovação do Banco Central. Leia aqui a matéria.

Especial: Wiz (WIZS3) deve entrar em mercado imobiliário, diz Peixoto

Wiz Soluções pretende entrar no segmento de seguro imobiliário, parte dos esforços da gestora de canais de distribuição de produtos financeiros e seguros para diversificar suas receitas, disse na quarta-feira, 17, o diretor-presidente Heverto Peixoto. O papel teve sua maior alta intradiária desde 4 de março. Leia aqui a matéria.

Especial: Brasil destoa da supervalorização de ativos por fiscal, ESG e pandemia, diz Amorim

Os ativos brasileiros sobem em ritmo mais fraco na comparação com a supervalorização global, na esteira da fuga de investimentos estrangeiros e locais, por conta do risco fiscal, piora da pandemia e descuido com as questões ambiental, social e de governança, a chamada ESG. Essa é a visão do economista e CEO do Ricam Consults, Ricardo Amorim. Leia aqui a matéria.

Especial: Inoportuna, inflação desarma Copom e Selic deve subir

O discurso de que o Banco Central está confortável com a inflação oteve um ponto final nesta quarta-feira, 17, quando o comitê de política monetária da autarquia anunciou a primeira elevação na taxa básica de juros em quase seis anos. Leia aqui a matéria.

Especial: Vale (VALE3) se desfaz de PCHs em plano para otimizar eficiência energética

A Vale fechou a venda de três pequenas centrais hidrelétricas à mineira Companhia Energética Integrada, CEI, citando volumes de energia pouco significativos e custos relativamente elevados quando comparado a outros ativos de geração de energia. Leia aqui a matéria.

Especial: Mercado precisa de “plano de ação” que reforce a confiança, diz Temer

O país e os investidores precisam ter confiança no que a equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro irá produzir, disse o ex-presidente Michel Temer, sugerindo que o governo precisa assegurar que está no controle da situação econômica em meio à piora recente na pandemia do coronavírus. Leia aqui a entrevista.

Especial: Vacinação é preocupação fiscal e solução à pandemia, diz Barros

O combate à pandemia é uma preocupação fiscal, o que faz da vacinação em massa contra a Covid-19 a solução mais barata para encerrar a crise, disse o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros. Leia aqui a matéria.

Especial: Vale (VALE3) tenta mudar escritura de títulos; detentores minoritários se opõem

Elogiada pela solidez das suas operações e criticada por sua governança, a Vale busca hoje, em assembleia, mudanças na escritura de R$23 bilhões em títulos de dívida sem vencimento. Mas, mesmo que a Vale atinja maioria para mudar os termos e acelerar a recompra dos papéis a custo menor, dúvidas persistem. Leia aqui a matéria.

Especial: Cade aprova compra de Medisanitas pela NotreDame (GNDI3)

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica, Cade, aprovou a compra do Grupo Medisanitas pelo Grupo NotreDame Intermédica, em negócio de R$1 bilhão, a última grande aquisição da empresa verticalizada de serviços de saúde antes de anunciar sua combinação com a rival Hapvida. Leia aqui a matéria.

Vieira: Na próxima semana, Cabotagem e Orçamento

O analista de política do TC, Leopoldo Vieira, aponta os principais itens na agenda de votações do Congresso na próxima semana, incluindo o Marco da Cabotagem e o Orçamento. Leia aqui a coluna.

Sanita: Sanepar (SAPR11)

O contribuidor do TC, Sérgio Sanita, fala sobre a Sanepar (SAPR11), o desempenho da ação nos últimos meses e quais as perspectivas de desempenho futuro do papel. Leia aqui a coluna na íntegra.

Vieira: Centrão quer pragmatismo de Bolsonaro

O analista de política do TC, Leopoldo Vieira, analisa as sinalizações recentes do Centrão ao presidente Bolsonaro, em meio à troca no Ministério da Saúde, indicando um desejo de que o presidente seja mais pragmático em relação à vacinação. Leia aqui a coluna.

Boldrini: Falar suave em cenário não tão suave é o desafio de Powell hoje

A editora da TC Mover Lucia Boldrini fala sobre as expectativas em relação ao discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, realizado na quarta-feira, 17, após a decisão sobre a taxa de juros dos Estados Unidos. Leia aqui a coluna.

Mansano: Dia de Copom e os fatores que o comitê levará em conta

A economista-chefe do TC, Fernanda Mansano, elenca os fatores que influenciaram a decisão do Comitê de Política Monetária, Copom, de aumentar a taxa básica de juros, a taxa Selic. Leia aqui a coluna.

Parra-Bernal: Âncora da política fiscal, meta de dívida pode ajudar BC

O editor-chefe da TC Mover, Guillermo Parra-Bernal, comenta os efeitos da ancoragem da política fiscal na meta da dívida pública para o Banco Central. A mudança está prevista na Proposta de Emenda à Constituição Emergencial, que foi aprovada. Leia aqui a coluna.

Mansano: Recorde do Caged é bom sinal, mas futuro requer cautela

A economista-chefe do TC, Fernanda Mansano, analisa os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, Caged, de janeiro, que teve a maior criação de vagas de emprego formal no mês na série histórica, e quais as perspectivas para o mercado de trabalho com a piora da pandemia no Brasil. Leia aqui a coluna.

Prévia da Semana: Super quarta, Vacinas, Reforma Tributária

Toda segunda-feira a TC Mover prepara a Prévia da Semana com temas relevantes da semana nos planos político, econômico e financeiro, no Brasil e no mundo. Nesta semana, os destaques foram a “super quarta”, dia em que ocorreram as reuniões sobre as taxas de juros no Brasil e nos Estados Unidos, o avanço da vacinação e da compra de vacinas no Brasil, e o andamento inicial da Reforma Tributária no Congresso. Escute no Spotify.



Semana: Copom, FOMC, IGP-M, PEC Emergencial, Saúde

A editora da TC Mover, Melina Flynn, destacou os principais acontecimentos da semana que os investidores deveriam ficar atentos, como as reuniões do Comitê de Política Monetária, Copom, e do Comitê Federal de Mercado Aberto, FOMC, sobre as taxas de juros no Brasil e nos Estados Unidos, a divulgação do Índice Geral de Preços – Mercado, IGP-M, a promulgação da Proposta de Emenda à Constituição Emergencial, a PEC Emergencial, e a indicação de saída de Eduardo Pazuello do Ministério da Saúde. Confira toda segunda-feira no Instagram da TC Mover!



Texto: João Pedro Malar
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover


Leia também

Tom duro do Copom já faz analistas verem Selic maior em 2021

XP vê saída de Brandão precificada em ação do BB (BBAS3), que tem queda moderada

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais