Mover

Resumo da Semana: Revolta dos Sardinhas, carteiras recomendadas, Bolsonaro

Postado por: TC Mover em 05/02/2021 às 18:10
resumo da semana

São Paulo, 5 de fevereiro – A semana do investidor foi marcada pela continuidade da Revolta dos Sardinhas e discussões sobre os efeitos das ações dos investidores pessoa-física; a lista de carteiras recomendadas de fevereiro; e o futuro do presidente Bolsonaro após a vitória de aliados no Congresso. Confira abaixo o Resumo da Semana da TC Mover.

Especial: Revolta dos Sardinhas coloca reguladores e vendidos contra a parede

Revolta dos Sardinhas, Meme Stocks, Mob Stocks. Seja qual for o nome da onda criada pelo grupo WallStreetBets na rede social Reddit para puxar os preços de ações com fundamentos fracos e colocar investidores com fortes posições a descoberto contra a parede, ela deve levar a uma revisão das normas de alavancagem de corretoras e investidores. Leia aqui a matéria.

Especial: Minério catapulta Vale ao topo das carteiras recomendadas de fevereiro

A ação da Vale, código VALE3, se tornou em fevereiro o papel com o maior número de citações nas carteiras recomendadas para o mês, sinal de que os investidores esperam que a segunda maior produtora mundial de minério de ferro gere caixa como nunca na história e se torne uma pagadora sólida de dividendos no médio prazo. Confira aqui todas as carteiras de fevereiro.

Especial: Não importa quem ganhe no Congresso, ajuste fiscal poderá ser diluído

O destino das reformas econômicas, do ajuste fiscal, do Teto de Gastos e de grande parte da recuperação da atividade produtiva começou a ser decidido no dia 1 de fevereiro. Foram eleitos, ainda em primeiro turno, como novos presidentes das duas Casas do Congresso os candidatos favoritos do presidente Jair Bolsonaro. Leia aqui a matéria.

Entrevista exclusiva: É preciso aprovar uma PEC Emergencial potente, diz Abdelmalack, da Veedha

Os dois novos homens fortes do Parlamento, Arthur Lira, na Câmara, e Rodrigo Pacheco, no Senado, foram apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro, por isso a expectativa do mercado é de que a pauta econômica avance agora com mais força. Sobre as tendências abertas com a vitória de Lira e Pacheco, nosso analista político, Leopoldo Vieira, conversou com Camila Abdelmalack, economista-chefe da Veedha Investimentos. Leia aqui a entrevista.

Entrevista exclusiva: Para IFI, problema fiscal está longe de ser resolvido neste ano

A dívida pública continuará a crescer por anos em relação ao Produto Interno Bruto, PIB, e o déficit público deve piorar mesmo que o Teto de Gastos seja preservado. Ou seja, o problema fiscal não tende a ser resolvido neste ano, avalia Felipe Salto, diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente, IFI, um think-tank ligado ao Senado Federal. Leia aqui a entrevista na íntegra.

Especial: Governo prioriza ajuste fiscal, mas pode perder o foco

As Propostas de Emenda à Constituição, PECs, de ajuste fiscal, como a Emergencial, são prioridades do governo para serem votadas no Congresso, segundo documento entregue na quarta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro aos presidentes da Câmara, Arthur Lira, e Rodrigo Pacheco, do Senado. Isso é importante porque sinaliza preocupação com o risco fiscal e com o futuro da dívida. Leia aqui a matéria.

Especial: Arezzo (ARZZ3) aposta em digitalizações e fusões dez anos após IPO

Em dez anos na bolsa, a Arezzo, código ARZZ3, passou de uma grife de calçados femininos a uma holding de marcas e formatos presentes até nas vitrines das mais renomadas lojas de departamento de Nova Iorque. O uso intensivo da tecnologia deve acelerar a transformação da empresa gerida por Alexandre Birman em uma plataforma de marcas. A construção dessa plataforma inclui aquisições e parcerias, tanto nas áreas de moda quanto de plataforma digital, disse Maurício Bastos Turquenitch, diretor digital da Arezzo em entrevista à TC Mover. Leia aqui a entrevista completa.

Entrevista exclusiva: Cenário do governo é ampliar Bolsa Família, não estender auxílio, diz Barros

Em entrevista exclusiva ao analista político da TC Mover, Leopoldo Vieira, o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR) disse que o cenário atual é de ampliar o Bolsa Família, e não de estender o auxílio emergencial. Confira aqui a entrevista na íntegra.

Felipe Von Eye Corleta: Short squeeze da prata não deve ser igual ao da GameStop

O editor da TC Mover, Felipe Von Eye Corleta, analisa a movimentação de investidores pessoa-física para gerar um “short squeeze” no mercado da prata, e os impactos da ação, parte da “Revolta dos Sardinhas” para a commodity. Leia a coluna aqui.

Fernanda Mansano e Leopoldo Vieira: Primeiras declarações de Pacheco e Lira apontam atenção para dívida

A economista chefe do TC, Fernanda Mansano, e o analista Leopoldo Vieira falam sobre a possibilidade do governo recorrer ao uso de créditos extraordinários para evitar furar o Teto de Gastos ao abrigar um novo auxílio emergencial, e como isso afeta as preocupações do mercado em relação à sustentabilidade da dívida pública. Leia aqui a coluna.

Leopoldo Vieira: Bolsonaro não é pato manco e faz política de resultados

Leopoldo Vieira destaca as movimentações do presidente Jair Bolsonaro para evitar um impeachment e a continuidade da defesa de políticas de austeridade, o que incluiu uma aproximação com o Centrão para as eleições no Congresso, marcadas pela vitória de candidatos apoiados por Bolsonaro. Leia aqui a coluna na íntegra.

Sérgio Sanita: Duratex

O contribuidor do TC, Sérgio Sanita, apresenta aos leitores a Duratex. Abordando as áreas de atuação da empresa, Sanita discute as possibilidades de investimento e de retorno ligadas à empresa do setor de construção. Leia aqui a coluna na íntegra.


Texto: João Pedro Malar
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais