Temores de bolha impactam bolsas; no radar, impostos, Guedes: Espresso - TC
TC Mover
Mover

Temores de bolha impactam bolsas; no radar, impostos, Guedes: Espresso

Postado por: TC Mover em 02/03/2021 às 9:38
bolha nos ativos

São Paulo, 2 de março – As bolsas asiáticas e os futuros dos índices acionários americanos caem na manhã desta terça-feira após o principal regulador bancário da China alertar que está “muito preocupado” com os riscos de uma possível bolha nos ativos financeiros globais.


Ativos americanos e europeus devem sofrer correções, alerta Guo

Guo Shuqing, presidente da Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China, disse em entrevista coletiva que as recentes altas nos preços dos ativos americanos e europeus vão na contramão dos fundamentos econômicos dessas regiões e deverão que enfrentar correções “mais cedo ou mais tarde”. Guo também alertou sobre altas exageradas nos preços de ativos imobiliários na China.

A fala de Guo acontece em meio a esforços na segunda maior economia do planeta para conter riscos internos e externos, manter o endividamento sob controle e monitorar entradas e saídas de capital estrangeiro.

O índice Xangai Composto fechou em queda de 1,21%, puxando para baixo as bolsas da região. O futuro do índice S&P500, que ontem tinha registrado seu maior avanço diário em quase nove meses, recua perto de 0,3% por volta das 08h10. Os futuros do Dow Jones e Nasdaq também caem.

As cotações do petróleo e do cobre caíam no mesmo horário, enquanto o índice Stoxx Europe 600 operava em leve alta. O Bitcoin recua, apesar de o Goldman Sachs dizer que reabriu uma mesa de operações para criptomoedas. Além disso, o Citigroup apresentar um plano para que a moeda digital desempenhe um papel maior no sistema de pagamentos global.


Investidores devem sentir piora nos casos de Covid-19, notícias sobre novos impostos e entrevista de Guedes

Por aqui, as preocupações ao redor da piora nas infecções pela Covid-19, a decisão do governo de taxar os bancos para evitar mais uma greve dos caminhoneiros e a entrevista do ministro da Economia Paulo Guedes a um podcast devem permear o sentimento.

Para compensar a isenção de impostos federais sobre diesel, prometida pelo presidente Jair Bolsonaro, o governo ontem confirmou o aumento da CSLL sobre bancos. O Ministério da Infraestrutura voltou a afastar o risco de uma nova paralisação dos transportes, mesmo após as ameaças feitas por algumas lideranças de caminhoneiros irritados por causa do anúncio de mais um aumento no diesel pela Petrobras, códigos PETR3 e PETR4. Ontem o Ibovespa quase anulou os ganhos e o dólar disparou com a notícia.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Arte: TC Mover

Para conferir o Espresso na íntegra e outros conteúdos exclusivos, assine um dos planos do TC.


Leia também

Calendário Econômico: IPC, IPP, balanço

Alívio nos juros puxa bolsa; no radar, estímulos, alta de impostos, auxílio: Espresso

Fed e BCE não devem subir juros até 2023, estima Berenberg

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais