TC Mover
Mover

Trump comportado, pacote dão sopro de vida aos mercados; IPCA-15, briga da vacina no radar: Espresso

Postado por: TC Mover em 23/10/2020 às 8:43
Os futuros dos índices americanos iniciaram a manhã com altas reduzidas, com expectativas de que o suado novo pacote de estímulos dos Estados Unidos poderá sair ainda antes da eleição presidencial, em 3 de novembro.

São Paulo, 23 de outubro – Os futuros dos índices americanos iniciaram a manhã com altas reduzidas, com expectativas de que o suado novo pacote de estímulos dos Estados Unidos poderá sair ainda antes da eleição presidencial, em 3 de novembro. 

Ontem, a presidente da Câmara dos Representantes do país, Nancy Pelosi, apontou que a insistência das partes em inúmeras conversas nos últimos dias é sinal de que os envolvidos na negociação – os congressistas democratas e os representantes da Casa Branca – têm confiança forte em um acordo. 

O rendimento dos títulos da dívida de dez anos replica o frágil otimismo e atinge o maior patamar desde junho deste ano, a 0,816%. 

Já o humor domesticado do presidente Donald Trump ontem à noite, no último debate presidencial antes da definição do pleito, adiciona, ironicamente, um pouco mais de cautela com o encurtamento da diferença entre ele e o candidato democrata, Joe Biden, nas pesquisas de opinião. 

Na Europa, o índice Stoxx Europe 600 sobe perto de 1% após a prévia dos índices de gerentes de compras da região de setembro mostrarem força da indústria, mas com serviços ainda fraquejando. 

A nova onda de Covid-19, que levou governos de países como França, Espanha e Alemanha a estabelecerem maiores restrições, segue no radar. 

Por aqui, o dia será de IPCA-15, divulgado pelo IBGE às 09h00, e que deve sinalizar uma alta mais acelerada da inflação para outubro, ainda pressionada pelo avanço dos preços dos alimentos. Meia hora mais tarde, o Banco Central divulga os dados das contas externas de setembro. 

A guerra em torno da liberação da vacina chinesa Coronavac, que envolve o presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, governadores e a Anvisa, segue no radar como mais ruído político, assim como o adiamento, anunciado ontem, das votações da Autonomia do BC e dos Marcos de Ferrovias e do Gás.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis