Mover

Vírus derruba bolsas e expôe riscos para 2021; no radar, estímulos, PIB dos EUA: Espresso

Postado por: TC Mover em 21/12/2020 às 19:39

São Paulo, 21 de dezembro – As bolsas passaram o primeiro pregão da semana do Natal pressionadas, com a nova cepa do coronavírus identificada no Reino Unido. Com isso, abre um possível aumento de restrições, a exemplo de Londres e do sudeste da Inglaterra. 

O investidor vai monitorar, pelos próximos dias, se países como Austrália e Itália, que também já identificaram a versão mais agressiva do vírus SARS-CoV-2, irão decretar fechamento e isolamento social mais severos, em meio as festas de fim de ano. 

No entanto, o progresso em relação à passagem do novo pacote de estímulos de cerca de US$900 bilhões nos Estados Unidos limitou as perdas no pregão e amenizou o humor, principalmente em Nova Iorque. 

O texto de quase 6 mil páginas que deve ser votado pelos parlamentares ainda hoje. Segundo o líder da maioria no Senado, o republicano Mitch McConnell, a Casa deve analisar o projeto hoje, após prévia aprovação da Câmara de Representantes. 

De qualquer forma, gestores citaram a distribuição e aplicação da vacina contra a Covid-19, sinais de maior inflação no mundo desenvolvido e a incerteza política em torno do segundo turno no estado americano da Georgia para duas vagas no Senado como catalisadores da queda de hoje. 

Ibovespa acompanha bolsas internacionais e cai

Por aqui, o Ibovespa seguiu o humor externo, com o investidor local vendendo mais de R$3 bilhões em papéis de alta e média capitalização de mercado, disseram traders. 

O investidor também fica de olho na política, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, prometendo apresentar um nome para sua sucessão até quarta-feira, enquanto a esquerda busca uma “terceira via”. A realização de hoje também levou a uma forte alta no dólar e nos juros futuros que arrefeceu na última hora do pregão. 

PIB do Reino Unido e dos EUA está no radar dos investidores

A agenda de amanhã traz como destaque a divulgação do PIB do terceiro trimestre no Reino Unido e nos Estados Unidos e o Índice de Preços ao Consumidor – 15, IPCA-15, de dezembro no Brasil.

Texto: TC Mover
Edição: Letícia Matsuura
Imagem: TC Mover

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais