TC Mover
Mover

XP lança primeiro ETF ligado ao Nasdaq 100, de olho em techs

Postado por: TC Mover em 24/05/2021 às 17:51
XP lança fundo ligado ao Nasdaq 100

São Paulo, 24 de maio – Com o apetite cada vez maior do investidor pessoa física por papéis das gigantes tecnológicas americanas, começou a ser negociado nesta segunda-feira, 24, pela plataforma da XP o primeiro fundo de índice, ou ETF, que replica o Nasdaq 100. O fundo acompanha a carteira teórica com as 100 maiores empresas não financeiras da bolsa de tecnologia americana.

 

Carteira teórica do índice subiu 98,41% nos últimos três anos

A carteira teórica do índice acumula uma performance de 98,41% nos últimos três anos, com as dez maiores posições sendo a Apple, Microsoft, Amazon, Tesla, Facebook, Google, Nvidia, Paypal e Intel. Por meio do ETF, a partir de R$10 será possível investir nestas gigantes da tecnologia.

Apesar da alta concentração no setor de tecnologia, a carteira teórica da XP também conta com empresas de serviços, consumo, saúde, telecomunicações e varejo eletrônico. O ETF terá uma taxa de administração de 0,3% ao ano e incorporará a variação cambial em sua cota.

 

Fundo da XP se soma a lançamentos ligados a índices da China e Europa

As cotas do fundo lançado pela XP são negociadas na B3 pelo código NASD11. O fundo chega como mais uma alternativa ligada ao mercado americano para o investidor local.

Recentemente, também entrou na B3 o XINA11, que acompanha o MSCI China, composto por empresas chinesas de grande e médio porte. Outra estreia foi a do EURP11, que replica o índice MSCI Europe, englobando empresas europeias de média e alta capitalização.

O NASD11 subiu 2% nesta segunda-feira em relação à precificação inicial, negociado a R$10,20. O Ibovespa fechou em alta de 1,17%, aos 124,0 mil pontos. Já o Nasdaq 100 avançou 1,72%.

Texto: Bárbara Leite
Edição: Gustavo Boldrini e João Pedro Malar
Arte: Vinícius Martins / TC Mover


Leia também

Bradesco BBI elege Aliansce Sonae favorita entre shoppings

Bitcoin e altcoins ensaiam recuperação após quedas intensas

Vieira: Discussão do auxílio emergencial deve ser além do risco fiscal imediato

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Saiba Mais