TC Mover
Mover

XP reduz corretagem em 75% e zera custo da Rico em nova guerra de tarifas

Postado por: TC Mover em 11/09/2020 às 20:23

A XP Inc. informou que, a partir da próxima segunda-feira, 14, não vai mais cobrar corretagem dos clientes da corretora Rico, num movimento semelhante ao que fez com a Clear em 2018. Além disso, anunciou um corte de suas próprias taxas em 75%, passando a cobrar R$2,90 no day trade e R$4,90 para as demais operações. Segundo a corretora, o movimento ocorre em meio a um ambiente de juros baixos e cada mais necessidade de diversificação, que tem levado a um “aumento exponencial” da procura por investimentos em ações no Brasil.

O anúncio marca a retomada da guerra de tarifas entre as grandes plataformas de investimento, na esteira de um movimento de aumento da concorrência e de entrada de grandes grupos no mercado, atraídos pelo forte crescimento das pessoas físicas na bolsa, que em agosto atingiram 2,96 milhões, 76% de crescimento no ano. O movimento é bom para os investidores, que terão menor custo para investir em ações.

Nesta manhã, o Nubank anunciou que adquiriu a corretora Easynvest, marcando a entrada do banco digital no mercado de investimentos e em um segmento de pessoas físicas que buscam baixos custos de corretagem. No fim de junho, o Credit Suisse fechou um acordo para comprar até 35% do banco digital Modalmais, que tem crescido no segmento de pessoas físicas em bolsa. “Acredito que outros Nubanks vão vir para o mercado, e não vão construir plataformas, vão comprar as que já existem”, diz um executivo de uma corretora que pediu para não ter o nome citado.

Os maiores perdedores, avalia esse executivo, devem ser os atuais líderes, como XP, BTG Pactual e Genial, que já estão com corretagem baixa e vão enfrentar esses novos concorrentes, que vão investir pesado para ganhar mercado.

Texto escrito por Paula Barra

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis