IBOV

110.207,70 pts

-3,68%

SP500

4.515,83 pts

+0,65%

DJIA

35.414,66 pts

+0,44%

NASDAQ

15.399,40 pts

+0,64%

IFIX

2.741,19 pts

-0,23%

BRENT

US$ 84,97

+0,76%

IO62

¥ 709,50

+0,42%

TRAD3

R$ 8,14

-4,11%

ABEV3

R$ 15,10

-3,32%

AMER3

R$ 38,75

-0,81%

ASAI3

R$ 16,37

-3,47%

AZUL4

R$ 31,10

-9,45%

B3SA3

R$ 12,41

-3,94%

BIDI11

R$ 44,28

-8,32%

BBSE3

R$ 21,17

-2,35%

BRML3

R$ 8,09

-5,71%

BBDC3

R$ 17,76

-3,89%

BBDC4

R$ 20,96

-3,18%

BRAP4

R$ 52,89

-2,43%

BBAS3

R$ 30,63

-4,90%

BRKM5

R$ 57,28

-3,17%

BRFS3

R$ 23,98

-4,42%

BPAC11

R$ 23,83

-6,91%

CRFB3

R$ 17,91

-4,37%

CCRO3

R$ 12,05

-5,26%

CMIG4

R$ 14,69

-2,78%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,39

-8,42%

COGN3

R$ 2,88

-7,39%

CPLE6

R$ 6,62

-2,07%

CSAN3

R$ 22,45

-3,48%

CPFE3

R$ 26,07

-2,02%

CVCB3

R$ 18,82

-5,75%

CYRE3

R$ 16,82

-7,63%

ECOR3

R$ 9,40

-6,28%

ELET3

R$ 38,95

-4,08%

ELET6

R$ 38,96

-3,92%

EMBR3

R$ 25,04

-2,41%

ENBR3

R$ 18,87

-2,27%

ENGI11

R$ 43,54

-5,45%

ENEV3

R$ 14,72

-3,79%

EGIE3

R$ 38,06

-1,50%

EQTL3

R$ 24,12

-2,62%

EZTC3

R$ 21,80

-7,47%

FLRY3

R$ 20,46

-5,14%

GGBR4

R$ 27,66

-1,84%

GOAU4

R$ 12,54

-2,18%

GOLL4

R$ 18,77

-7,53%

NTCO3

R$ 40,32

-6,47%

HAPV3

R$ 11,98

-4,92%

HYPE3

R$ 29,03

-4,75%

IGTA3

R$ 31,59

-6,75%

GNDI3

R$ 67,20

-5,83%

IRBR3

R$ 5,11

-2,10%

ITSA4

R$ 10,86

-4,14%

ITUB4

R$ 24,21

-2,88%

JBSS3

R$ 37,42

-2,83%

JHSF3

R$ 5,71

-6,54%

KLBN11

R$ 22,29

-3,08%

RENT3

R$ 52,87

-6,00%

LCAM3

R$ 23,39

-6,92%

LWSA3

R$ 21,34

-7,17%

LAME4

R$ 6,21

-3,12%

LREN3

R$ 33,99

-5,55%

MGLU3

R$ 13,64

-4,48%

MRFG3

R$ 25,97

-1,96%

BEEF3

R$ 10,05

-3,08%

MRVE3

R$ 11,56

-7,37%

MULT3

R$ 19,30

-5,67%

PCAR3

R$ 28,55

-1,41%

PETR3

R$ 28,87

-4,40%

PETR4

R$ 28,04

-4,78%

BRDT3

R$ 22,99

-7,03%

PRIO3

R$ 26,69

-1,73%

QUAL3

R$ 18,31

-5,08%

RADL3

R$ 22,06

-2,86%

RAIL3

R$ 17,30

-4,99%

SBSP3

R$ 37,75

-2,85%

SANB11

R$ 34,68

-4,98%

CSNA3

R$ 25,46

-3,74%

SULA11

R$ 25,20

-4,32%

SUZB3

R$ 48,22

-3,17%

TAEE11

R$ 37,57

-1,05%

VIVT3

R$ 45,71

-1,59%

TIMS3

R$ 12,18

-2,40%

TOTS3

R$ 34,15

-4,60%

UGPA3

R$ 14,60

-5,31%

USIM5

R$ 15,37

-4,41%

VALE3

R$ 78,84

-1,35%

VIIA3

R$ 7,72

-5,74%

WEGE3

R$ 38,89

-3,64%

YDUQ3

R$ 24,78

-8,25%

IBOV

110.207,70 pts

-3,68%

SP500

4.515,83 pts

+0,65%

DJIA

35.414,66 pts

+0,44%

NASDAQ

15.399,40 pts

+0,64%

IFIX

2.741,19 pts

-0,23%

BRENT

US$ 84,97

+0,76%

IO62

¥ 709,50

+0,42%

TRAD3

R$ 8,14

-4,11%

ABEV3

R$ 15,10

-3,32%

AMER3

R$ 38,75

-0,81%

ASAI3

R$ 16,37

-3,47%

AZUL4

R$ 31,10

-9,45%

B3SA3

R$ 12,41

-3,94%

BIDI11

R$ 44,28

-8,32%

BBSE3

R$ 21,17

-2,35%

BRML3

R$ 8,09

-5,71%

BBDC3

R$ 17,76

-3,89%

BBDC4

R$ 20,96

-3,18%

BRAP4

R$ 52,89

-2,43%

BBAS3

R$ 30,63

-4,90%

BRKM5

R$ 57,28

-3,17%

BRFS3

R$ 23,98

-4,42%

BPAC11

R$ 23,83

-6,91%

CRFB3

R$ 17,91

-4,37%

CCRO3

R$ 12,05

-5,26%

CMIG4

R$ 14,69

-2,78%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,39

-8,42%

COGN3

R$ 2,88

-7,39%

CPLE6

R$ 6,62

-2,07%

CSAN3

R$ 22,45

-3,48%

CPFE3

R$ 26,07

-2,02%

CVCB3

R$ 18,82

-5,75%

CYRE3

R$ 16,82

-7,63%

ECOR3

R$ 9,40

-6,28%

ELET3

R$ 38,95

-4,08%

ELET6

R$ 38,96

-3,92%

EMBR3

R$ 25,04

-2,41%

ENBR3

R$ 18,87

-2,27%

ENGI11

R$ 43,54

-5,45%

ENEV3

R$ 14,72

-3,79%

EGIE3

R$ 38,06

-1,50%

EQTL3

R$ 24,12

-2,62%

EZTC3

R$ 21,80

-7,47%

FLRY3

R$ 20,46

-5,14%

GGBR4

R$ 27,66

-1,84%

GOAU4

R$ 12,54

-2,18%

GOLL4

R$ 18,77

-7,53%

NTCO3

R$ 40,32

-6,47%

HAPV3

R$ 11,98

-4,92%

HYPE3

R$ 29,03

-4,75%

IGTA3

R$ 31,59

-6,75%

GNDI3

R$ 67,20

-5,83%

IRBR3

R$ 5,11

-2,10%

ITSA4

R$ 10,86

-4,14%

ITUB4

R$ 24,21

-2,88%

JBSS3

R$ 37,42

-2,83%

JHSF3

R$ 5,71

-6,54%

KLBN11

R$ 22,29

-3,08%

RENT3

R$ 52,87

-6,00%

LCAM3

R$ 23,39

-6,92%

LWSA3

R$ 21,34

-7,17%

LAME4

R$ 6,21

-3,12%

LREN3

R$ 33,99

-5,55%

MGLU3

R$ 13,64

-4,48%

MRFG3

R$ 25,97

-1,96%

BEEF3

R$ 10,05

-3,08%

MRVE3

R$ 11,56

-7,37%

MULT3

R$ 19,30

-5,67%

PCAR3

R$ 28,55

-1,41%

PETR3

R$ 28,87

-4,40%

PETR4

R$ 28,04

-4,78%

BRDT3

R$ 22,99

-7,03%

PRIO3

R$ 26,69

-1,73%

QUAL3

R$ 18,31

-5,08%

RADL3

R$ 22,06

-2,86%

RAIL3

R$ 17,30

-4,99%

SBSP3

R$ 37,75

-2,85%

SANB11

R$ 34,68

-4,98%

CSNA3

R$ 25,46

-3,74%

SULA11

R$ 25,20

-4,32%

SUZB3

R$ 48,22

-3,17%

TAEE11

R$ 37,57

-1,05%

VIVT3

R$ 45,71

-1,59%

TIMS3

R$ 12,18

-2,40%

TOTS3

R$ 34,15

-4,60%

UGPA3

R$ 14,60

-5,31%

USIM5

R$ 15,37

-4,41%

VALE3

R$ 78,84

-1,35%

VIIA3

R$ 7,72

-5,74%

WEGE3

R$ 38,89

-3,64%

YDUQ3

R$ 24,78

-8,25%

Atualizado há 9 meses

Ícone de compartilhamento

Desde o início da crise sanitária, a pandemia do covid-19 gerou mudanças nos hábitos dos consumidores, mas a incerteza sobre a retomada das atividades de forma consistente tem refletido na formulação da expectativa das pessoas. Em outras palavras, o planejamento financeiro tem sido ponderado entre as decisões de consumo e o investimento.

Neste cenário, trago dois dados econômicos, os quais refletem a consequência do cenário de crise causado pela pandemia: o primeiro é a taxa de desocupação divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, PNAD, a qual passou de 11,9% na média em 2019 para 14,1% no trimestre encerrado em novembro de 2020, somando 14 milhões de pessoas.

Por conseguinte, diversos estudos já identificaram que o aumento do desemprego impacta diretamente o bem-estar psicológico dos indivíduos, com consequências na deterioração de bem-estar físico, assim como social. Dito isso, o cenário de alto desemprego impacta mesmo os que estão ocupados[1], de forma que mudam o direcionamento da sua renda.

Juntamente a esse cenário, trago um segundo dado da economia brasileira: o aumento do saldo da poupança, que em 2020 terminou, pela primeira vez na história, com o estoque acima de R$1 trilhão, segundo o Banco Central; e esse fato pode ser entendido como o direcionamento de uma possível poupança precaucional.

consumo

Logo, por poupança precaucional entende-se como uma motivação associada ao risco e à prudência. Não obstante, o termo tem aparecido nas últimas divulgações do Banco Central, como na Ata da 236ª reunião do Copom: Item B – Riscos em torno do cenário básico para a inflação “(…) Esse risco se intensifica caso uma reversão mais lenta dos efeitos da pandemia prolongue o ambiente de elevada incerteza e de aumento da poupança precaucional”.

Por fim, pode-se averiguar que a postura de cautela dos consumidores parece estar associada às incertezas quanto ao completo retorno das atividades econômicas, em especial neste primeiro semestre do ano. Os efeitos são refletidos no menor consumo e consequentemente nas receitas das empresas.


Por esse motivo, a atenção às variáveis como citadas aqui, mercado de trabalho e poupança, podem auxiliar na interpretação do cenário econômico atual e na identificação de possíveis riscos e oportunidades futuras.


[1] – De acordo com a metodologia do IBGE, a pessoa ocupada é aquela que exerce uma atividade profissional, formal ou informal, remunerada ou não por pelo menos 1 hora completa na semana de referência da pesquisa.

 

Arte: Vinícius Martins

DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.