IBOV

106.419,53 pts

-2,12%

SP500

4.580,30 pts

+0,12%

DJIA

35.811,66 pts

+0,15%

NASDAQ

15.588,52 pts

+0,19%

IFIX

2.693,64 pts

-0,53%

BRENT

US$ 85,34

-1,23%

IO62

¥ 707,00

+1,00%

TRAD3

R$ 5,39

-11,34%

ABEV3

R$ 15,16

-1,04%

AMER3

R$ 32,40

-6,60%

ASAI3

R$ 15,95

-1,23%

AZUL4

R$ 26,90

-8,50%

B3SA3

R$ 12,15

-5,95%

BIDI11

R$ 39,82

-5,48%

BBSE3

R$ 22,17

-1,37%

BRML3

R$ 6,97

-4,52%

BBDC3

R$ 17,28

-2,70%

BBDC4

R$ 20,29

-2,73%

BRAP4

R$ 51,89

-1,48%

BBAS3

R$ 29,20

-1,21%

BRKM5

R$ 57,03

+2,14%

BRFS3

R$ 20,98

-3,09%

BPAC11

R$ 22,56

-3,75%

CRFB3

R$ 17,07

-0,59%

CCRO3

R$ 11,42

-4,03%

CMIG4

R$ 13,37

-0,96%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,30

-6,50%

COGN3

R$ 2,51

-7,38%

CPLE6

R$ 6,07

-2,25%

CSAN3

R$ 20,72

-4,86%

CPFE3

R$ 25,80

+0,86%

CVCB3

R$ 16,91

-6,52%

CYRE3

R$ 14,61

-5,19%

ECOR3

R$ 8,50

-3,62%

ELET3

R$ 36,18

-1,09%

ELET6

R$ 35,90

-0,41%

EMBR3

R$ 23,17

-3,89%

ENBR3

R$ 19,67

+1,86%

ENGI11

R$ 40,42

-3,76%

ENEV3

R$ 14,07

-3,63%

EGIE3

R$ 38,51

-0,67%

EQTL3

R$ 23,91

-1,36%

EZTC3

R$ 18,63

-7,81%

FLRY3

R$ 19,73

-1,74%

GGBR4

R$ 28,05

+0,28%

GOAU4

R$ 13,04

+0,77%

GOLL4

R$ 16,18

-6,31%

NTCO3

R$ 40,56

-0,39%

HAPV3

R$ 11,53

-2,45%

HYPE3

R$ 28,02

-3,11%

IGTA3

R$ 29,11

-2,80%

GNDI3

R$ 65,29

-1,83%

IRBR3

R$ 4,86

-3,95%

ITSA4

R$ 10,47

-2,05%

ITUB4

R$ 23,74

-1,41%

JBSS3

R$ 36,89

-0,80%

JHSF3

R$ 5,26

-5,22%

KLBN11

R$ 23,87

-1,52%

RENT3

R$ 45,50

-6,60%

LCAM3

R$ 20,13

-6,76%

LWSA3

R$ 19,67

-6,19%

LAME4

R$ 5,14

-6,20%

LREN3

R$ 31,49

-4,37%

MGLU3

R$ 11,98

-3,38%

MRFG3

R$ 24,61

-0,88%

BEEF3

R$ 8,94

-3,66%

MRVE3

R$ 10,41

-4,14%

MULT3

R$ 17,30

-3,83%

PCAR3

R$ 25,93

-4,03%

PETR3

R$ 29,27

-1,24%

PETR4

R$ 28,76

-1,20%

BRDT3

R$ 22,03

+0,59%

PRIO3

R$ 27,15

-1,20%

QUAL3

R$ 17,98

-2,17%

RADL3

R$ 22,06

-1,73%

RAIL3

R$ 16,29

-2,51%

SBSP3

R$ 35,56

-1,55%

SANB11

R$ 35,07

-1,65%

CSNA3

R$ 24,43

-6,47%

SULA11

R$ 25,48

-1,54%

SUZB3

R$ 50,45

-2,01%

TAEE11

R$ 36,72

-1,71%

VIVT3

R$ 44,79

-0,24%

TIMS3

R$ 11,58

-3,50%

TOTS3

R$ 33,40

-0,44%

UGPA3

R$ 13,23

-3,92%

USIM5

R$ 14,22

-3,33%

VALE3

R$ 76,18

-1,32%

VIIA3

R$ 6,66

-5,79%

WEGE3

R$ 39,66

-0,22%

YDUQ3

R$ 21,10

-5,46%

IBOV

106.419,53 pts

-2,12%

SP500

4.580,30 pts

+0,12%

DJIA

35.811,66 pts

+0,15%

NASDAQ

15.588,52 pts

+0,19%

IFIX

2.693,64 pts

-0,53%

BRENT

US$ 85,34

-1,23%

IO62

¥ 707,00

+1,00%

TRAD3

R$ 5,39

-11,34%

ABEV3

R$ 15,16

-1,04%

AMER3

R$ 32,40

-6,60%

ASAI3

R$ 15,95

-1,23%

AZUL4

R$ 26,90

-8,50%

B3SA3

R$ 12,15

-5,95%

BIDI11

R$ 39,82

-5,48%

BBSE3

R$ 22,17

-1,37%

BRML3

R$ 6,97

-4,52%

BBDC3

R$ 17,28

-2,70%

BBDC4

R$ 20,29

-2,73%

BRAP4

R$ 51,89

-1,48%

BBAS3

R$ 29,20

-1,21%

BRKM5

R$ 57,03

+2,14%

BRFS3

R$ 20,98

-3,09%

BPAC11

R$ 22,56

-3,75%

CRFB3

R$ 17,07

-0,59%

CCRO3

R$ 11,42

-4,03%

CMIG4

R$ 13,37

-0,96%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,30

-6,50%

COGN3

R$ 2,51

-7,38%

CPLE6

R$ 6,07

-2,25%

CSAN3

R$ 20,72

-4,86%

CPFE3

R$ 25,80

+0,86%

CVCB3

R$ 16,91

-6,52%

CYRE3

R$ 14,61

-5,19%

ECOR3

R$ 8,50

-3,62%

ELET3

R$ 36,18

-1,09%

ELET6

R$ 35,90

-0,41%

EMBR3

R$ 23,17

-3,89%

ENBR3

R$ 19,67

+1,86%

ENGI11

R$ 40,42

-3,76%

ENEV3

R$ 14,07

-3,63%

EGIE3

R$ 38,51

-0,67%

EQTL3

R$ 23,91

-1,36%

EZTC3

R$ 18,63

-7,81%

FLRY3

R$ 19,73

-1,74%

GGBR4

R$ 28,05

+0,28%

GOAU4

R$ 13,04

+0,77%

GOLL4

R$ 16,18

-6,31%

NTCO3

R$ 40,56

-0,39%

HAPV3

R$ 11,53

-2,45%

HYPE3

R$ 28,02

-3,11%

IGTA3

R$ 29,11

-2,80%

GNDI3

R$ 65,29

-1,83%

IRBR3

R$ 4,86

-3,95%

ITSA4

R$ 10,47

-2,05%

ITUB4

R$ 23,74

-1,41%

JBSS3

R$ 36,89

-0,80%

JHSF3

R$ 5,26

-5,22%

KLBN11

R$ 23,87

-1,52%

RENT3

R$ 45,50

-6,60%

LCAM3

R$ 20,13

-6,76%

LWSA3

R$ 19,67

-6,19%

LAME4

R$ 5,14

-6,20%

LREN3

R$ 31,49

-4,37%

MGLU3

R$ 11,98

-3,38%

MRFG3

R$ 24,61

-0,88%

BEEF3

R$ 8,94

-3,66%

MRVE3

R$ 10,41

-4,14%

MULT3

R$ 17,30

-3,83%

PCAR3

R$ 25,93

-4,03%

PETR3

R$ 29,27

-1,24%

PETR4

R$ 28,76

-1,20%

BRDT3

R$ 22,03

+0,59%

PRIO3

R$ 27,15

-1,20%

QUAL3

R$ 17,98

-2,17%

RADL3

R$ 22,06

-1,73%

RAIL3

R$ 16,29

-2,51%

SBSP3

R$ 35,56

-1,55%

SANB11

R$ 35,07

-1,65%

CSNA3

R$ 24,43

-6,47%

SULA11

R$ 25,48

-1,54%

SUZB3

R$ 50,45

-2,01%

TAEE11

R$ 36,72

-1,71%

VIVT3

R$ 44,79

-0,24%

TIMS3

R$ 11,58

-3,50%

TOTS3

R$ 33,40

-0,44%

UGPA3

R$ 13,23

-3,92%

USIM5

R$ 14,22

-3,33%

VALE3

R$ 76,18

-1,32%

VIIA3

R$ 6,66

-5,79%

WEGE3

R$ 39,66

-0,22%

YDUQ3

R$ 21,10

-5,46%

Atualizado há 8 meses

Ícone de compartilhamento

Frequentemente as notícias da economia americana refletem nas decisões dos agentes de todo o mundo, sejam esses altos funcionários do governo, empresários ou investidores. Neste contexto, trago neste artigo sobre as características da política monetária dos Estados Unidos e a estratégia do Federal Reserve, Fed, para combater o impacto da pandemia do coronavírus, assim como a minha projeção para a taxa Fed Funds para o ano.

 

O Federal Reserve e a condução da política monetária

O Federal Reserve é o banco central dos Estados Unidos e conduz sua política monetária com os objetivos de promover o pleno emprego e a estabilidade de preços, com uma ênfase em suavizar o custo de vida no longo prazo. Desde a eclosão da pandemia, em março do ano passado, o Fed tem verbalizado sua preocupação com a retomada da economia americana e a volta ao pleno emprego, através de políticas de estímulos via juros e compras de ativos na esteira de uma inflação abaixo da meta de longo prazo de 2%.

É nesse contexto, em um cenário de estímulos trilionários no combate à pandemia, que o investidor pode e deve se preocupar com um possível reaquecimento da inflação no país. Entretanto, em especial a partir do último trimestre do ano passado, o tom nas mensagens do FOMC, conhecido formalmente como Comitê Federal de Mercado Aberto, tem sido pautado na preocupação da retomada, ainda que se possa observar choques inflacionários no curto prazo.

Para confirmar esse fato, a ata divulgada no dia 17/02/2021 referente à decisão do comitê em manter a taxa Fed Funds no intervalo entre 0,00% e 0,25%, assim como as compras de ativos intactas, indica uma tolerância quanto à inflação de curto prazo, que continua abaixo dos objetivos estabelecidos. Confira as manchetes divulgadas pela TC Mover sobre o assunto.

Neste contexto, a interpretação que se pode fazer é que o Banco Central continuará a política estimulativa, através dos juros no atual patamar, até que se observe a volta do emprego aos níveis vistos na pré-pandemia. Assim, inferimos que os próximos passos da autarquia serão correlacionados à melhora do mercado de trabalho americano, ainda que isso implique sacrificar a estabilidade de preços temporariamente.

Curiosamente, ter dentre os objetivos do banco central americano a preocupação com o emprego coincide com a rediscussão do escopo e alcance da política monetária no Brasil e com a pauta sobre a autonomia do Banco Central.

Lembremos que, no projeto de lei aprovado no mês de fevereiro pelo Congresso Nacional, foi incluído, mesmo que um objetivo secundário, o fomento ao pleno emprego.

Afinal, quais as perspectivas da taxa de juros americana?

Voltemos à finalidade principal deste artigo. A condução da política monetária norte-americana tem sido pautada na necessidade de reavivar uma economia devastada pelos efeitos da pandemia, com uma mistura de políticas de fornecimento extraordinário de liquidez, porém apoiada pelo estímulo fiscal direto a famílias e empresas e, especialmente, o avanço do processo de vacinação no país.

Não por menos, estamos falando da maior economia do mundo, a qual tem relações comerciais com outros países. Por esse motivo, as políticas econômicas americanas influenciam no desempenho econômico de outros países, como o Brasil.

Neste contexto, diante dos números divulgados recentemente, temos o mercado de trabalho com recuperação aquém da esperada. Os dados do payroll1 de dezembro declinaram e de janeiro indicaram uma recuperação frouxa, desigual entre setores. Corroborando com esse cenário, os pedidos semanais de seguro-desemprego continuam nos mesmos patamares do segundo semestre, em volta de 800 mil novos pedidos.

Desta forma, a minha análise para a condução da política monetária americana será de juros no atual patamar, até que o mercado de trabalho retorne ao nível observado no período pré-pandemia. Em outras palavras, ainda que a conjuntura econômica indique alguns sinais de recuperação, como observado esta semana a partir dos dados da inflação ao produtor, IPP, e das vendas do varejo em janeiro, a consolidação do mercado de trabalho deverá demorar mais e, provavelmente, ganhar tração a partir do próximo ano.

Assim, o cenário econômico nos Estados Unidos se apresenta como de elevado aumento de preços e de desemprego alto no curto prazo. É isso o que nos transmite o recente comportamento dos juros da dívida pública do país, os Treasuries, cujos rendimentos operam no maior patamar em 13 meses, ou seja, antes da pandemia. O mundo, pois, espera que a inflação dispare e obrigue o Fed a reverter curso e antecipar a normalização da sua taxa de juros. Contudo, mesmo que tudo isso que os investidores esperam em relação aos preços, de uma alta súbita por conta dos estímulos, e de uma reação antecipada do Fed, minha avaliação é que um provável aumento da produtividade e de desindexação nos contratos de trabalho deverão contribuir a adiar uma alta nos juros básicos. Ou seja, o início do ciclo de alta da taxa Fed Funds somente virá no ano que vem, provavelmente mais perto do primeiro trimestre.

 


[1] – O Payroll é o relatório de emprego não agrícola que mede a variação do número de pessoas empregadas no mês das empresas não agrícolas, sendo considerado um dos principais indicadores para o mercado de trabalho da economia americana.


Edição: Guillermo Parra-Bernal
Arte: Vinícius Martins / TC Mover

DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões da COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.


Leia também

Sanita: Grupo Klabin (KLBN11)

Petrobras (PETR3 e PETR4) tem pior queda desde outubro, após Bolsonaro reiterar ataques

Bittar aponta auxílio de R$250 e relatório desidratado de PEC fiscal

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.