IBOV

112.274,65 pts

+1,87%

SP500

4.428,34 pts

+1,65%

DJIA

34.681,31 pts

+1,12%

NASDAQ

14.509,60 pts

+2,54%

IFIX

2.780,04 pts

-0,45%

BRENT

US$ 90,36

+2,45%

IO62

¥ 773,00

+0,98%

TRAD3

R$ 4,64

+6,17%

ABEV3

R$ 15,17

+0,66%

AMER3

R$ 35,38

+0,22%

ASAI3

R$ 12,45

+1,22%

AZUL4

R$ 28,01

+4,04%

B3SA3

R$ 13,91

+4,42%

BIDI11

R$ 25,62

+8,05%

BBSE3

R$ 21,13

+0,81%

BRML3

R$ 9,31

+0,32%

BBDC3

R$ 18,27

+0,16%

BBDC4

R$ 22,12

-0,13%

BRAP4

R$ 27,38

+1,03%

BBAS3

R$ 31,75

-1,27%

BRKM5

R$ 49,17

-1,42%

BRFS3

R$ 23,10

-0,64%

BPAC11

R$ 23,81

+5,44%

CRFB3

R$ 15,68

+1,42%

CCRO3

R$ 12,47

+2,63%

CMIG4

R$ 12,95

+1,40%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,22

+1,83%

COGN3

R$ 2,55

+3,23%

CPLE6

R$ 6,91

-0,28%

CSAN3

R$ 22,48

+2,36%

CPFE3

R$ 28,27

+0,28%

CVCB3

R$ 13,78

+6,65%

CYRE3

R$ 17,39

+6,49%

ECOR3

R$ 7,60

+1,06%

ELET3

R$ 34,70

+1,96%

ELET6

R$ 33,78

+1,35%

EMBR3

R$ 20,88

+0,57%

ENBR3

R$ 21,37

-0,37%

ENGI11

R$ 42,64

+1,18%

ENEV3

R$ 13,19

+2,32%

EGIE3

R$ 39,18

-0,53%

EQTL3

R$ 22,39

+0,94%

EZTC3

R$ 21,57

+4,45%

FLRY3

R$ 19,14

+0,52%

GGBR4

R$ 28,29

+3,28%

GOAU4

R$ 11,78

+2,70%

GOLL4

R$ 17,48

+3,80%

NTCO3

R$ 24,26

+4,38%

HAPV3

R$ 12,54

+4,32%

HYPE3

R$ 30,19

+2,47%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 71,75

+3,53%

IRBR3

R$ 3,30

+0,61%

ITSA4

R$ 9,82

+0,82%

ITUB4

R$ 24,10

-0,04%

JBSS3

R$ 35,58

-1,55%

JHSF3

R$ 6,14

+5,49%

KLBN11

R$ 24,32

+0,78%

RENT3

R$ 58,60

+5,11%

LCAM3

R$ 25,88

+4,27%

LWSA3

R$ 9,43

+3,74%

6,56

+0,30%

LREN3

R$ 28,23

+4,51%

MGLU3

R$ 7,00

+4,16%

MRFG3

R$ 23,53

-0,42%

BEEF3

R$ 9,71

-0,30%

MRVE3

R$ 13,27

+5,90%

MULT3

R$ 21,00

+2,89%

PCAR3

R$ 21,67

+1,49%

PETR3

R$ 37,35

+4,33%

PETR4

R$ 34,15

+3,51%

VBBR3

21,80

+1,20%

PRIO3

R$ 23,92

+0,16%

QUAL3

R$ 17,76

+1,77%

RADL3

R$ 21,99

+1,80%

RAIL3

R$ 16,92

+0,59%

SBSP3

R$ 36,51

+2,44%

SANB11

R$ 33,35

+0,66%

CSNA3

R$ 26,49

+4,25%

SULA11

R$ 24,91

+3,10%

SUZB3

R$ 56,22

-0,86%

TAEE11

R$ 37,76

-0,60%

VIVT3

R$ 47,72

-1,50%

TIMS3

R$ 12,64

-2,54%

TOTS3

R$ 27,37

+3,75%

UGPA3

R$ 14,53

+3,71%

USIM5

R$ 16,62

+2,84%

VALE3

R$ 85,17

+1,32%

VIIA3

R$ 4,47

+2,75%

WEGE3

R$ 31,00

+2,64%

YDUQ3

R$ 21,20

+2,02%

IBOV

112.274,65 pts

+1,87%

SP500

4.428,34 pts

+1,65%

DJIA

34.681,31 pts

+1,12%

NASDAQ

14.509,60 pts

+2,54%

IFIX

2.780,04 pts

-0,45%

BRENT

US$ 90,36

+2,45%

IO62

¥ 773,00

+0,98%

TRAD3

R$ 4,64

+6,17%

ABEV3

R$ 15,17

+0,66%

AMER3

R$ 35,38

+0,22%

ASAI3

R$ 12,45

+1,22%

AZUL4

R$ 28,01

+4,04%

B3SA3

R$ 13,91

+4,42%

BIDI11

R$ 25,62

+8,05%

BBSE3

R$ 21,13

+0,81%

BRML3

R$ 9,31

+0,32%

BBDC3

R$ 18,27

+0,16%

BBDC4

R$ 22,12

-0,13%

BRAP4

R$ 27,38

+1,03%

BBAS3

R$ 31,75

-1,27%

BRKM5

R$ 49,17

-1,42%

BRFS3

R$ 23,10

-0,64%

BPAC11

R$ 23,81

+5,44%

CRFB3

R$ 15,68

+1,42%

CCRO3

R$ 12,47

+2,63%

CMIG4

R$ 12,95

+1,40%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,22

+1,83%

COGN3

R$ 2,55

+3,23%

CPLE6

R$ 6,91

-0,28%

CSAN3

R$ 22,48

+2,36%

CPFE3

R$ 28,27

+0,28%

CVCB3

R$ 13,78

+6,65%

CYRE3

R$ 17,39

+6,49%

ECOR3

R$ 7,60

+1,06%

ELET3

R$ 34,70

+1,96%

ELET6

R$ 33,78

+1,35%

EMBR3

R$ 20,88

+0,57%

ENBR3

R$ 21,37

-0,37%

ENGI11

R$ 42,64

+1,18%

ENEV3

R$ 13,19

+2,32%

EGIE3

R$ 39,18

-0,53%

EQTL3

R$ 22,39

+0,94%

EZTC3

R$ 21,57

+4,45%

FLRY3

R$ 19,14

+0,52%

GGBR4

R$ 28,29

+3,28%

GOAU4

R$ 11,78

+2,70%

GOLL4

R$ 17,48

+3,80%

NTCO3

R$ 24,26

+4,38%

HAPV3

R$ 12,54

+4,32%

HYPE3

R$ 30,19

+2,47%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 71,75

+3,53%

IRBR3

R$ 3,30

+0,61%

ITSA4

R$ 9,82

+0,82%

ITUB4

R$ 24,10

-0,04%

JBSS3

R$ 35,58

-1,55%

JHSF3

R$ 6,14

+5,49%

KLBN11

R$ 24,32

+0,78%

RENT3

R$ 58,60

+5,11%

LCAM3

R$ 25,88

+4,27%

LWSA3

R$ 9,43

+3,74%

6,56

+0,30%

LREN3

R$ 28,23

+4,51%

MGLU3

R$ 7,00

+4,16%

MRFG3

R$ 23,53

-0,42%

BEEF3

R$ 9,71

-0,30%

MRVE3

R$ 13,27

+5,90%

MULT3

R$ 21,00

+2,89%

PCAR3

R$ 21,67

+1,49%

PETR3

R$ 37,35

+4,33%

PETR4

R$ 34,15

+3,51%

VBBR3

21,80

+1,20%

PRIO3

R$ 23,92

+0,16%

QUAL3

R$ 17,76

+1,77%

RADL3

R$ 21,99

+1,80%

RAIL3

R$ 16,92

+0,59%

SBSP3

R$ 36,51

+2,44%

SANB11

R$ 33,35

+0,66%

CSNA3

R$ 26,49

+4,25%

SULA11

R$ 24,91

+3,10%

SUZB3

R$ 56,22

-0,86%

TAEE11

R$ 37,76

-0,60%

VIVT3

R$ 47,72

-1,50%

TIMS3

R$ 12,64

-2,54%

TOTS3

R$ 27,37

+3,75%

UGPA3

R$ 14,53

+3,71%

USIM5

R$ 16,62

+2,84%

VALE3

R$ 85,17

+1,32%

VIIA3

R$ 4,47

+2,75%

WEGE3

R$ 31,00

+2,64%

YDUQ3

R$ 21,20

+2,02%

tcuser

Atualizado há 12 meses

Ícone de compartilhamento

O caminho mais curto para garantir a sustentabilidade da dívida, a preservação do Teto de Gastos e a recuperação da atividade econômica é a vacinação nacional eficiente contra a Covid-19, sob um plano de imunização no qual, além de proteger os grupos de risco e profissionais de saúde, sejam priorizados públicos da População Economicamente Ativa, PEA, capazes de aumentar o retorno às atividades, como experimentado, longe dos holofotes, por países como Indonésia e Israel.

Isso porque, ainda que haja continuidade de estímulos econômicos ou que sejam realizadas reformas fiscais, esses não resolverão o problema do contágio da doença, e, quanto maior a demora, mais lenta será a reabertura das atividades, em especial o setor de serviços. Em 2019, ele correspondeu a mais de 65% do Produto Interno Bruto, PIB, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística, IBGE, e foi o que mais sentiu as medidas de isolamento social. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, PNAD, revelou que o setor pesou especialmente na taxa de desemprego, que soma mais de 14 milhões de pessoas.

Apesar disso, o foco nos grupos de risco, anunciado nas primeiras três fases do plano de imunização do governo, pouco impacta na atividade, e, ao retirar das próximas fases os professores e não inserir os jovens, até a reabertura das escolas e instituições de ensino superior poderão ficar em xeque. Nestes casos, é alta a probabilidade de que um calendário de retomada presencial das aulas acabe novamente inviabilizado por resistências de pais e responsáveis.

Para completar, levantamento do UOL, publicado no dia 21 de janeiro, apontou que não havia doses da Coronavac suficientes para alcançar toda a população-alvo da primeira fase do plano. Embora outras soluções estejam a caminho, a capacidade gerencial precária e a politização até aqui segue a suscitar desconfianças. Nas duas Casas do Legislativo começou a se discutir uma Comissão Parlamentar de Inquérito, CPI, para investigar a falta de oxigênio em Manaus e outros problemas da Saúde. O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, STF, autorizou abertura de inquérito contra o ministro Eduardo Pazuello.

Também quanto mais lenta for a imunização, maior a chance da aprovação do governo e do presidente Jair Bolsonaro caírem, conjugando maior risco do Teto de Gastos ser rompido, porque aumenta a perspectiva de medidas emergenciais serem reintroduzidas e o país naufragar em uma paralisia política que adie as reformas econômicas e fiscais. Sete em cada dez brasileiros avaliam que a situação econômica apenas vai melhorar após a vacinação ser concluída, trouxe uma pesquisa realizada pelo Datafolha.

Vacinação e estímulos
Arte: Vinícius Martins / TC Mover

Por isso, no final de semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que o Brasil está atrás de comprar todas as vacinas disponíveis e que a imunização em massa é decisiva para a recuperação nacional. Em linha com a ata da reunião do Comitê de Política Monetária, Copom, divulgada nesta terça-feira, que prevê uma possibilidade de “reversão temporária” da retomada na atividade econômica neste ano, a depender do cenário da pandemia e do efeito do fim do chamado coronavoucher.

Apesar de Bolsonaro ter dito na segunda-feira que o benefício é emergencial, e não “duradouro” ou “vitalício”, e que não será retomado devido à pouca capacidade de endividamento do país, na sexta, secretários de Fazenda de 18 estados enviaram carta ao Congresso pedindo a renovação do auxílio emergencial, da calamidade pública e do Orçamento de Guerra por seis meses.

Para governadores (e prefeitos), este pacote significa maior alívio no pagamento de prestações de dívidas e injeção de recursos na atividade para recompor a arrecadação e estimular o consumo, como vistas à sucessão que ocorrerá também em nível estadual, com impacto sobre as novas bancadas do Congresso e na sucessão de Bolsonaro, em 2022.

Na disputa pelo comando do Congresso, os postulantes mais competitivos têm se equilibrado em três pilares: as promessas de responsabilidade fiscal, vacinação ampla e prolongar estímulos e ajudas. Em médio prazo, a eficiência da vacinação determinará se prevalecerá o primeiro ou o terceiro.

Arte: Vinícius Martins

 

DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.