0

Sanita: Chegou o momento da Natura (NTCO3)?

colunas

Sanita: Chegou o momento da Natura (NTCO3)?

Acredito que a Natura tem boas chances de estabelecer uma tendência de alta após 10 meses com tendência de preços indefinida. Leia mais!

Sanita: Chegou o momento da Natura (NTCO3)?
sergio_sanita

Atualizado há 12 meses

Ícone de compartilhamento

Esta semana volto a falar sobre o Grupo Natura (NTCO3), empresa de que falei na minha coluna semanal no início de fevereiro de 2021.

 

Ativo da Natura começa a confirmar rompimento de congestão

Naquela época, o que me chamou a atenção foi uma região de congestão que estava tentado ser rompida.

O rompimento não se confirmou e o ativo continuou dentro da congestão. O que mudou nestes quatro meses?

O ativo da Natura continuou congestionado no range de R$45 a R$56, mas agora o rompimento vai se confirmando!

 

Desempenho das ações da Natura

 

Depois de 10 longos meses, o ativo faz nova máxima histórica e dá sinais de iniciar tendência de alta.

A Natura é uma empresa sólida e com grande nome no mercado, mas que estava há muito tempo fora do radar de quem gosta de surfar tendência.

Parece que chegou o momento.

Projetando a distância da congestão para cima, teríamos alvo 1 nos $R$63,96 e alvo 2 nos R$69,74, com um potencial de valorização de 14,09% e 24,40%, respectivamente, baseado no preço atual de tela de R$56,06.

Não parece muito, e realmente não é. Mas, dado o momento de mercado, em região de máximas históricas, eu prefiro fazer um stock picking em empresas mais sólidas, como é o caso da Natura. Pesa também o fato que, depois de 10 meses sem tendência definida, a probabilidade desse movimento finalmente acontecer aumente bastante.

Na parte do risco, eu colocaria um stop abaixo da mínima da semana passada, o que daria um risco de aproximadamente 10% na operação:

 

 

Apesar dos indicadores não estarem tão forte ainda, há a clara leitura de que há bastante espaço para o papel da Natura andar sem maiores barreiras, dado que estamos em máximas históricas e estamos bem longe de apresentar sobre-compra, como indica o IFR14 (Índice de Força Relativa de 14 períodos), que está bem longe da região dos 70 pontos:

 

 

O que aumenta os possíveis riscos em nosso mercado neste momento?

 

  1. Stress de curtíssimo prazo por conta de uma inflação acima do consenso;
  2. Realização de lucros após novas máximas históricas no Ibovespa;
  3. Possível falta de acordo político para votações das reformas pré-recesso

 

Como sempre enfatizo, é muito importante, além da análise da movimentação dos preços via AT, considerar o cenário macro e micro atual, perspectivas de curto prazo para o setor e decisões políticas que afetam diretamente a economia, e no Brasil costumam fazer bastante preço, para avaliarmos se faz sentido investir nessa empresa.

Acredito que a Natura tem boas chances de estabelecer uma tendência de alta após 10 meses com tendência de preços indefinida e buscar novas máximas históricas. Ajuda também a reabertura das atividades comerciais, especialmente em shoppings, após afrouxamento das restrições da pandemia. E outro trigger de curtíssimo prazo que pode ajudar nas vendas mais fortes: Dia dos Namorados, que será comemorado neste sábado, 12 de junho.

Arte: Vinícius Martins / TC Mover


DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.


Leia também

Problemas em sistemas da B3 prejudicam dados de mercado

Nova Iorque espera confiança dos consumidores para tomar rumo; minério, Copom, serviços no radar: Espresso

Calendário Econômico: Serviços, negócios, consumidor

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.