IBOV

101.083,52 pts

-0,81%

SP500

4.597,19 pts

+0,66%

DJIA

34.614,25 pts

+0,38%

NASDAQ

16.215,17 pts

+0,49%

IFIX

2.585,00 pts

+0,25%

BRENT

US$ 69,53

+0,43%

IO62

¥ 623,00

-0,88%

TRAD3

R$ 7,63

-3,29%

ABEV3

R$ 15,66

-2,49%

AMER3

R$ 28,53

-5,90%

ASAI3

R$ 12,52

-1,80%

AZUL4

R$ 22,09

-5,51%

B3SA3

R$ 11,04

-0,63%

BIDI11

R$ 34,20

-5,60%

BBSE3

R$ 20,49

-1,86%

BRML3

R$ 7,76

-1,77%

BBDC3

R$ 16,95

-0,41%

BBDC4

R$ 19,88

-0,15%

BRAP4

R$ 50,30

+1,10%

BBAS3

R$ 31,63

-0,66%

BRKM5

R$ 52,85

+5,59%

BRFS3

R$ 19,00

-3,79%

BPAC11

R$ 20,78

-0,76%

CRFB3

R$ 14,98

-2,28%

CCRO3

R$ 11,76

-3,87%

CMIG4

R$ 13,01

-0,98%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,03

-1,93%

COGN3

R$ 2,39

-3,62%

CPLE6

R$ 6,15

+0,16%

CSAN3

R$ 21,08

-0,80%

CPFE3

R$ 26,77

+1,40%

CVCB3

R$ 13,42

-1,46%

CYRE3

R$ 13,37

-1,69%

ECOR3

R$ 8,11

-2,28%

ELET3

R$ 32,61

-0,06%

ELET6

R$ 31,81

-0,74%

EMBR3

R$ 18,61

-2,76%

ENBR3

R$ 21,28

-0,56%

ENGI11

R$ 45,18

-0,68%

ENEV3

R$ 13,81

-1,00%

EGIE3

R$ 38,27

-0,67%

EQTL3

R$ 22,47

-0,44%

EZTC3

R$ 18,04

-0,55%

FLRY3

R$ 17,03

-2,46%

GGBR4

R$ 26,45

+2,51%

GOAU4

R$ 10,86

+1,97%

GOLL4

R$ 15,12

-5,50%

NTCO3

R$ 26,02

-2,50%

HAPV3

R$ 10,42

-4,49%

HYPE3

R$ 26,95

-0,62%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 59,13

-3,79%

IRBR3

R$ 4,21

-2,31%

ITSA4

R$ 9,67

+0,20%

ITUB4

R$ 22,33

-0,15%

JBSS3

R$ 34,07

-4,43%

JHSF3

R$ 4,69

-0,21%

KLBN11

R$ 24,06

+0,79%

RENT3

R$ 50,75

-0,70%

LCAM3

R$ 22,65

-2,24%

LWSA3

R$ 12,22

-7,35%

LAME4

R$ 5,13

-6,21%

LREN3

R$ 28,19

-0,91%

MGLU3

R$ 7,00

-10,25%

MRFG3

R$ 22,27

-5,51%

BEEF3

R$ 8,47

-1,28%

MRVE3

R$ 10,98

-0,99%

MULT3

R$ 19,34

-1,32%

PCAR3

R$ 21,89

-2,27%

PETR3

R$ 30,46

+1,06%

PETR4

R$ 29,63

+0,68%

VBBR3

21,06

-3,21%

PRIO3

R$ 20,49

+0,98%

QUAL3

R$ 15,20

-3,36%

RADL3

R$ 21,80

-2,59%

RAIL3

R$ 17,51

-0,34%

SBSP3

R$ 33,71

+0,08%

SANB11

R$ 32,63

-1,00%

CSNA3

R$ 21,75

-0,04%

SULA11

R$ 24,84

-0,48%

SUZB3

R$ 57,72

+2,77%

TAEE11

R$ 35,88

-0,41%

VIVT3

R$ 49,98

-0,61%

TIMS3

R$ 13,75

-0,36%

TOTS3

R$ 30,03

-5,23%

UGPA3

R$ 14,03

-2,77%

USIM5

R$ 13,52

-0,51%

VALE3

R$ 70,59

+0,91%

VIIA3

R$ 5,28

-6,87%

WEGE3

R$ 32,83

+1,86%

YDUQ3

R$ 22,09

+1,19%

IBOV

101.083,52 pts

-0,81%

SP500

4.597,19 pts

+0,66%

DJIA

34.614,25 pts

+0,38%

NASDAQ

16.215,17 pts

+0,49%

IFIX

2.585,00 pts

+0,25%

BRENT

US$ 69,53

+0,43%

IO62

¥ 623,00

-0,88%

TRAD3

R$ 7,63

-3,29%

ABEV3

R$ 15,66

-2,49%

AMER3

R$ 28,53

-5,90%

ASAI3

R$ 12,52

-1,80%

AZUL4

R$ 22,09

-5,51%

B3SA3

R$ 11,04

-0,63%

BIDI11

R$ 34,20

-5,60%

BBSE3

R$ 20,49

-1,86%

BRML3

R$ 7,76

-1,77%

BBDC3

R$ 16,95

-0,41%

BBDC4

R$ 19,88

-0,15%

BRAP4

R$ 50,30

+1,10%

BBAS3

R$ 31,63

-0,66%

BRKM5

R$ 52,85

+5,59%

BRFS3

R$ 19,00

-3,79%

BPAC11

R$ 20,78

-0,76%

CRFB3

R$ 14,98

-2,28%

CCRO3

R$ 11,76

-3,87%

CMIG4

R$ 13,01

-0,98%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,03

-1,93%

COGN3

R$ 2,39

-3,62%

CPLE6

R$ 6,15

+0,16%

CSAN3

R$ 21,08

-0,80%

CPFE3

R$ 26,77

+1,40%

CVCB3

R$ 13,42

-1,46%

CYRE3

R$ 13,37

-1,69%

ECOR3

R$ 8,11

-2,28%

ELET3

R$ 32,61

-0,06%

ELET6

R$ 31,81

-0,74%

EMBR3

R$ 18,61

-2,76%

ENBR3

R$ 21,28

-0,56%

ENGI11

R$ 45,18

-0,68%

ENEV3

R$ 13,81

-1,00%

EGIE3

R$ 38,27

-0,67%

EQTL3

R$ 22,47

-0,44%

EZTC3

R$ 18,04

-0,55%

FLRY3

R$ 17,03

-2,46%

GGBR4

R$ 26,45

+2,51%

GOAU4

R$ 10,86

+1,97%

GOLL4

R$ 15,12

-5,50%

NTCO3

R$ 26,02

-2,50%

HAPV3

R$ 10,42

-4,49%

HYPE3

R$ 26,95

-0,62%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 59,13

-3,79%

IRBR3

R$ 4,21

-2,31%

ITSA4

R$ 9,67

+0,20%

ITUB4

R$ 22,33

-0,15%

JBSS3

R$ 34,07

-4,43%

JHSF3

R$ 4,69

-0,21%

KLBN11

R$ 24,06

+0,79%

RENT3

R$ 50,75

-0,70%

LCAM3

R$ 22,65

-2,24%

LWSA3

R$ 12,22

-7,35%

LAME4

R$ 5,13

-6,21%

LREN3

R$ 28,19

-0,91%

MGLU3

R$ 7,00

-10,25%

MRFG3

R$ 22,27

-5,51%

BEEF3

R$ 8,47

-1,28%

MRVE3

R$ 10,98

-0,99%

MULT3

R$ 19,34

-1,32%

PCAR3

R$ 21,89

-2,27%

PETR3

R$ 30,46

+1,06%

PETR4

R$ 29,63

+0,68%

VBBR3

21,06

-3,21%

PRIO3

R$ 20,49

+0,98%

QUAL3

R$ 15,20

-3,36%

RADL3

R$ 21,80

-2,59%

RAIL3

R$ 17,51

-0,34%

SBSP3

R$ 33,71

+0,08%

SANB11

R$ 32,63

-1,00%

CSNA3

R$ 21,75

-0,04%

SULA11

R$ 24,84

-0,48%

SUZB3

R$ 57,72

+2,77%

TAEE11

R$ 35,88

-0,41%

VIVT3

R$ 49,98

-0,61%

TIMS3

R$ 13,75

-0,36%

TOTS3

R$ 30,03

-5,23%

UGPA3

R$ 14,03

-2,77%

USIM5

R$ 13,52

-0,51%

VALE3

R$ 70,59

+0,91%

VIIA3

R$ 5,28

-6,87%

WEGE3

R$ 32,83

+1,86%

YDUQ3

R$ 22,09

+1,19%

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento
Essa semana falo sobre a B3 (B3SA3). A B3 - Brasil, Bolsa, Balcão, é a bolsa de valores do Brasil, uma das infraestruturas que fazem o mercado financeiro do país acontecer, organizando e viabilizando atividades de negociação, pós-negociação, registro, e financiamento de veículos e imóveis.

Volume acima da média mostra possível recuperação no papel da B3 (B3SA3)

A B3 (B3SA3), que tem o monopólio para o serviço das negociações na nossa bolsa de valores, também sofreu bastante nos últimos meses.

A queda de fevereiro de 2021 até o início de outubro de 2021 foi relevante, de quase 43%. B3

Apesar de não ser do mesmo setor específico, podemos comparar o desempenho da B3 (B3SA3) com o índice do setor financeiro, IFNC, bancões e outras empresas do setor, para termos uma ideia de quão mal a empresa está performando nos últimos meses.

Após a grande desvalorização dos últimos meses, os preços chegaram em uma importante região de suporte, na MM200 semanal, na faixa dos $R$12,50. E, apesar de uma semana com feriado, tivemos um volume acima da média no semanal. Isso indica volta do fluxo comprador no papel.B3

Indicadores técnicos dão leitura de possível fundo e reação

A partir do preço atual, R$13,19, caso vejamos realmente uma reversão de tendência para alta a partir deste ponto importante de suporte, temos um potencial de buscar a retração de 61,8% de toda essa pernada de queda, que fica na região dos R$17,08. Isso nos daria um potencial de alta de quase 30%.

Caso a tendência de queda permaneça, teríamos um potencial de queda até o stop dessa operação abaixo da mínima da semana passada, que atingiu R$11,72. Um stop aproximado de 11,5%. B3

Teríamos uma excelente assimetria de risco de 1 para potencial retorno de 2,56!

Os indicadores técnicos, como IFR14 e estocástico, também nos dão uma leitura de possível fundo e reação a partir desses níveis de preço.

B3 (B3SA3) aproveita aumento no número de investidores

Apesar do monopólio nunca ser bom para os consumidores, caso você seja investidor e sócio da B3 (B3SA3), isso é muito benéfico para que a empresa possa continuar lucrando e mantendo suas margens elevadas.

No curto prazo, não acredito em um cenário em que a B3 tenha que lutar contra um concorrente, porque atuar em todas as frentes que a bolsa brasileira hoje atua não é um negócio nada simples.

Todas as negociações com ações, derivativos e títulos de renda fixa privados realizados no mercado brasileiro passam hoje pela B3 (B3SA3). Estamos falando de um negócio que rendeu R$ 1,3 bilhão em lucro apenas no primeiro trimestre deste ano, com uma margem Ebitda de impressionantes 83%.

O aumento no número de investidores e dos volumes diante do cenário de juros baixos, financial deepening, beneficia ainda mais a operadora da B3 (B3SA3). Sendo assim, vejo que há espaço no curto a médio prazo para a B3 recuperar valor e voltar, quem sabe, à máxima histórica atingida em julho de 2020, nos R$21,70.

Como sempre deixo o alerta: além da análise da movimentação dos preços via AT, devemos considerar o cenário macro/micro atual, perspectivas de curto prazo para o setor e decisões políticas que afetam diretamente a economia - e no Brasil costumam fazer bastante preço - para avaliarmos se faz sentido investir nessa empresa.

Conheça mais sobre a B3 (B3SA3)

Com um portfólio diversificado de produtos e serviços, a B3 conecta, desenvolve e viabiliza os mercados em que atua. Sempre com um olhar para a governança corporativa, gerindo riscos e retornando valor aos acionistas. Dessa forma, ela se torna uma das principais provedoras de infraestruturas de mercado do mundo.

A B3 sempre fez parte do mercado financeiro brasileiro. Mas em março de 2017, a B3 começou uma nova etapa: a combinação de atividades da BM&FBOVESPA e CETIP uniu a bolsa de valores, mercadorias e futuros com serviços financeiros ao mercado de balcão.

Assim, oferece soluções de sistemas e serviços para os mercados de ações, derivativos de ações, financeiros e de mercadorias, títulos de renda fixa, cotas de fundos, títulos públicos federais e moedas à vista. Ainda dentro dos produtos listados, disponibiliza serviço de listagem e de depositária central para os ativos negociados em seus ambientes, bem como distribuição de dados relacionadas a esses mercados.

A B3 atua também no mercado de balcão, provendo infraestrutura para registro de instrumentos financeiros por bancos e derivativos customizados, assim como para o registro e depósito de títulos de dívida corporativa. Para a cadeia de financiamento de veículos e imóveis, oferece produtos e serviços que aceleram o processo de análise e aprovação de crédito em território nacional.

Fonte: site de Relações com Investidores

Coluna: Sérgio Sanita

Arte: Vinicius Martins / Mover


DISCLAIMER: As informações disponibilizadas na coluna são meramente opiniões do COLUNISTA na data em que foram expressas e não declarações de fatos ou recomendações para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários, ou ainda, qualquer recomendação de investimento.

Leia também

No Dia do Professor, setor de educação comemora bons resultados Merck pedirá à Anvisa liberação emergencial de medicamento contra covid-19 Assaí passará Carrefour em vendas após absorver Extra, diz fonte
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.