0

Banco Central da Rússia recomenda banimento das criptomoedas

criptoativos

Banco Central da Rússia recomenda banimento das criptomoedas

O documento “Criptomoedas: tendências, riscos, medidas” sugere que a Rússia tenha leis que extingam atividades relacionadas a esse mercado

Banco Central da Rússia recomenda banimento das criptomoedas
fernanda-almeida

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 20 de janeiro – O banco central da Rússia divulgou um documento em que sugere o banimento completo das criptomoedas no país, afirmando que os ativos são voláteis e muito utilizados para atividades criminosas.

Nesse sentido, o banco recomenda que a Rússia passe leis e regulações que de fato extingam atividades relacionadas ao mercado dos ativos digitais.

O documento “Criptomoedas: tendências, riscos, medidas” foi apresentado nesta quinta-feira durante uma entrevista coletiva da diretora do Departamento de Estabilidade Financeira do Banco da Rússia, Elizaveta Danilov.

Segundo o portal Coindesk, ela defende o banimento dos criptoativos em corretoras e nas plataformas peer-to-peer, em que as transações são feitas diretamente entre os usuários.

Além disso, Danilov sugere reforçar a proibição do uso de criptomoedas para pagamentos no país, bem como implementar punições para atividades de compra e venda de indivíduos e empresas russas.

O relatório afirma que os ativos podem prejudicar a economia nacional, já que retiram o dinheiro dela, e, assim, dificultam a implementação de políticas monetárias.
Rússia e criptomoedas

O governo russo já havia tomado medidas contra os criptoativos, mas nunca com caráter de banimento.

Apesar disso, a Rússia é o terceiro país com mais mineração de criptomoedas no planeta, segundo a agência Reuters, atrás apenas dos Estados Unidos e do Cazaquistão. Logo, a mineração caminhava para uma maior aprovação do país, embora, o relatório encare a atividade como um problema e também sugira o seu banimento.

Segundo o documento, no futuro, a introdução de uma moeda digital do banco central, a CBDC, deve oferecer as vantagens dos criptoativos e satisfazer a necessidade dos russos de ter opções ágeis e baratas de pagamento.

Volatilidade

As cotações das criptomoedas têm grandes flutuações em curtos períodos de tempo, parte do motivo de ainda não terem decolado como meios de pagamento global. Algumas corporações, porém, já aceitam e investem nesses ativos.

Além disso, os movimentos erráticos de mercado, a possibilidade de roubo de carteiras de criptomoedas por hackers e a suspeita de manipulação de mercado também fazem parte do risco do investimento.

Muitas operações envolvendo criptomoedas são realizadas de forma não regulamentada, com riscos operacionais e regulatórios. É possível encontrar diversos casos em que o dinheiro simplesmente some, é roubado por um hacker ou o investidor sofre um golpe financeiro.

Na mesma linha, o risco de controle das criptos pelos governos, com medidas regulatórias, também pode afastar investidores interessados em anonimato e desregulamentação.

Texto: Fernanda de Almeida
Edição: Nicolas Nogueira
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.