0

PL que regulamenta criptomoedas será sancionado até março, diz deputado

criptoativos

PL que regulamenta criptomoedas será sancionado até março, diz deputado

Confira a seguir outros dos principais destaques do mercado de criptomoedas desta quarta-feira no Panorama Cripto da Mover

PL que regulamenta criptomoedas será sancionado até março, diz deputado
nicolas-meireles-nogueira

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 15 de dezembro – O projeto de lei 2.303/15, que regulamenta o setor das criptomoedas no Brasil e foi aprovado na Câmara na semana passada, será sancionado até março de 2022, informou o autor do PL, Aureo Ribeiro, em entrevista concedida ontem à corretora BitcoinTrade. O deputado federal pelo Solidariedade/RJ afirmou que possui investimentos em criptos.

Confira a seguir outros dos principais destaques do mercado de criptoativos para esta quarta-feira.

Bitcoin

O ativo valia US$48.291 na Binance às 9h10, com alta de 2,19% em 24 horas. Com isso, a capitalização do Bitcoin subiu para US$912 bilhões, o que equivale a 39,45% do mercado dos criptoativos, segundo o CoinGecko.

Anchorage

A empresa de custódia de criptomoedas para instituições levantou US$350 milhões na sua última rodada de investimentos, segundo o Coindesk, que avaliou o valor de mercado da companhia em US$3 bilhões. Em janeiro, a Anchorage se tornou o primeiro “banco cripto” a receber licença do OCC, o escritório controlador da moeda dos Estados Unidos.

BCB Group

O provedor de pagamentos com criptomoedas adquiriu o Sutor Bank, banco alemão totalmente licenciado e fundado em 1921, num negócio aprovado pela BaFin, a autoridade financeira do país, segundo o Coindesk. O BCB Group foi fundado em Londres, na Inglaterra, e processou mais de US$4 bilhões em transações em 2021.

Estados Unidos

Elizabeth Warren, senadora democrata por Massachusetts, afirmou ontem no Congresso que as stablecoins “são um risco para consumidores e a economia americana”. Na sequência, ela disse que esses tokens são utilizados nas finanças descentralizadas, “uma das partes mais obscuras da indústria cripto”.

Texto: Nicolas Nogueira
Edição: Cintia Thomaz e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.