IBOV

101.915,45 pts

-0,87%

SP500

4.622,21 pts

+1,21%

DJIA

34.797,48 pts

+0,91%

NASDAQ

16.372,45 pts

+1,47%

IFIX

2.578,40 pts

+0,56%

BRENT

US$ 72,36

+4,51%

IO62

¥ 624,00

+1,63%

TRAD3

R$ 7,89

+1,02%

ABEV3

R$ 16,06

-1,65%

AMER3

R$ 30,32

-3,68%

ASAI3

R$ 12,75

-2,44%

AZUL4

R$ 23,38

-0,76%

B3SA3

R$ 11,11

-3,47%

BIDI11

R$ 36,23

-4,60%

BBSE3

R$ 20,88

-2,20%

BRML3

R$ 7,90

+0,12%

BBDC3

R$ 17,02

-2,57%

BBDC4

R$ 19,91

-1,92%

BRAP4

R$ 49,75

+0,79%

BBAS3

R$ 31,84

+3,04%

BRKM5

R$ 50,05

-3,80%

BRFS3

R$ 19,75

-2,66%

BPAC11

R$ 20,94

-2,10%

CRFB3

R$ 15,33

-1,41%

CCRO3

R$ 12,31

+7,04%

CMIG4

R$ 13,14

-2,52%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+0,00%

COGN3

R$ 2,48

+2,47%

CPLE6

R$ 6,14

+0,16%

CSAN3

R$ 21,25

-1,30%

CPFE3

R$ 26,40

+0,18%

CVCB3

R$ 13,62

-6,64%

CYRE3

R$ 13,60

-3,06%

ECOR3

R$ 8,30

+0,60%

ELET3

R$ 32,63

-0,54%

ELET6

R$ 32,05

-0,80%

EMBR3

R$ 19,14

-3,03%

ENBR3

R$ 21,40

-0,41%

ENGI11

R$ 45,49

+0,35%

ENEV3

R$ 13,95

-2,17%

EGIE3

R$ 38,53

-0,64%

EQTL3

R$ 22,57

-1,52%

EZTC3

R$ 18,14

-1,41%

FLRY3

R$ 17,47

-2,72%

GGBR4

R$ 25,71

-0,50%

GOAU4

R$ 10,65

-1,20%

GOLL4

R$ 16,00

+2,43%

NTCO3

R$ 26,69

-0,78%

HAPV3

R$ 10,91

-4,88%

HYPE3

R$ 27,12

-0,80%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 61,46

-4,34%

IRBR3

R$ 4,31

+2,86%

ITSA4

R$ 9,67

-1,92%

ITUB4

R$ 22,38

-1,32%

JBSS3

R$ 35,65

+2,61%

JHSF3

R$ 4,70

-3,09%

KLBN11

R$ 23,87

+0,20%

RENT3

R$ 51,11

-2,81%

LCAM3

R$ 23,17

-1,40%

LWSA3

R$ 13,19

-10,39%

LAME4

R$ 5,47

-3,52%

LREN3

R$ 28,45

-1,31%

MGLU3

R$ 7,80

-2,74%

MRFG3

R$ 23,57

-0,92%

BEEF3

R$ 8,58

-1,37%

MRVE3

R$ 11,09

-1,07%

MULT3

R$ 19,60

-0,45%

PCAR3

R$ 22,40

-3,07%

PETR3

R$ 30,14

-0,62%

PETR4

R$ 29,43

-0,27%

VBBR3

21,76

+0,41%

PRIO3

R$ 20,29

-2,96%

QUAL3

R$ 15,73

-2,72%

RADL3

R$ 22,38

-1,40%

RAIL3

R$ 17,57

-0,34%

SBSP3

R$ 33,68

-1,63%

SANB11

R$ 32,96

-2,05%

CSNA3

R$ 21,76

-3,28%

SULA11

R$ 24,96

-2,04%

SUZB3

R$ 56,16

+0,69%

TAEE11

R$ 36,03

-0,74%

VIVT3

R$ 50,29

+0,05%

TIMS3

R$ 13,80

-0,71%

TOTS3

R$ 31,69

-1,97%

UGPA3

R$ 14,43

+1,05%

USIM5

R$ 13,59

-1,01%

VALE3

R$ 69,95

+0,67%

VIIA3

R$ 5,67

-2,57%

WEGE3

R$ 32,23

-0,76%

YDUQ3

R$ 21,83

+4,30%

IBOV

101.915,45 pts

-0,87%

SP500

4.622,21 pts

+1,21%

DJIA

34.797,48 pts

+0,91%

NASDAQ

16.372,45 pts

+1,47%

IFIX

2.578,40 pts

+0,56%

BRENT

US$ 72,36

+4,51%

IO62

¥ 624,00

+1,63%

TRAD3

R$ 7,89

+1,02%

ABEV3

R$ 16,06

-1,65%

AMER3

R$ 30,32

-3,68%

ASAI3

R$ 12,75

-2,44%

AZUL4

R$ 23,38

-0,76%

B3SA3

R$ 11,11

-3,47%

BIDI11

R$ 36,23

-4,60%

BBSE3

R$ 20,88

-2,20%

BRML3

R$ 7,90

+0,12%

BBDC3

R$ 17,02

-2,57%

BBDC4

R$ 19,91

-1,92%

BRAP4

R$ 49,75

+0,79%

BBAS3

R$ 31,84

+3,04%

BRKM5

R$ 50,05

-3,80%

BRFS3

R$ 19,75

-2,66%

BPAC11

R$ 20,94

-2,10%

CRFB3

R$ 15,33

-1,41%

CCRO3

R$ 12,31

+7,04%

CMIG4

R$ 13,14

-2,52%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

+0,00%

COGN3

R$ 2,48

+2,47%

CPLE6

R$ 6,14

+0,16%

CSAN3

R$ 21,25

-1,30%

CPFE3

R$ 26,40

+0,18%

CVCB3

R$ 13,62

-6,64%

CYRE3

R$ 13,60

-3,06%

ECOR3

R$ 8,30

+0,60%

ELET3

R$ 32,63

-0,54%

ELET6

R$ 32,05

-0,80%

EMBR3

R$ 19,14

-3,03%

ENBR3

R$ 21,40

-0,41%

ENGI11

R$ 45,49

+0,35%

ENEV3

R$ 13,95

-2,17%

EGIE3

R$ 38,53

-0,64%

EQTL3

R$ 22,57

-1,52%

EZTC3

R$ 18,14

-1,41%

FLRY3

R$ 17,47

-2,72%

GGBR4

R$ 25,71

-0,50%

GOAU4

R$ 10,65

-1,20%

GOLL4

R$ 16,00

+2,43%

NTCO3

R$ 26,69

-0,78%

HAPV3

R$ 10,91

-4,88%

HYPE3

R$ 27,12

-0,80%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 61,46

-4,34%

IRBR3

R$ 4,31

+2,86%

ITSA4

R$ 9,67

-1,92%

ITUB4

R$ 22,38

-1,32%

JBSS3

R$ 35,65

+2,61%

JHSF3

R$ 4,70

-3,09%

KLBN11

R$ 23,87

+0,20%

RENT3

R$ 51,11

-2,81%

LCAM3

R$ 23,17

-1,40%

LWSA3

R$ 13,19

-10,39%

LAME4

R$ 5,47

-3,52%

LREN3

R$ 28,45

-1,31%

MGLU3

R$ 7,80

-2,74%

MRFG3

R$ 23,57

-0,92%

BEEF3

R$ 8,58

-1,37%

MRVE3

R$ 11,09

-1,07%

MULT3

R$ 19,60

-0,45%

PCAR3

R$ 22,40

-3,07%

PETR3

R$ 30,14

-0,62%

PETR4

R$ 29,43

-0,27%

VBBR3

21,76

+0,41%

PRIO3

R$ 20,29

-2,96%

QUAL3

R$ 15,73

-2,72%

RADL3

R$ 22,38

-1,40%

RAIL3

R$ 17,57

-0,34%

SBSP3

R$ 33,68

-1,63%

SANB11

R$ 32,96

-2,05%

CSNA3

R$ 21,76

-3,28%

SULA11

R$ 24,96

-2,04%

SUZB3

R$ 56,16

+0,69%

TAEE11

R$ 36,03

-0,74%

VIVT3

R$ 50,29

+0,05%

TIMS3

R$ 13,80

-0,71%

TOTS3

R$ 31,69

-1,97%

UGPA3

R$ 14,43

+1,05%

USIM5

R$ 13,59

-1,01%

VALE3

R$ 69,95

+0,67%

VIIA3

R$ 5,67

-2,57%

WEGE3

R$ 32,23

-0,76%

YDUQ3

R$ 21,83

+4,30%

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento
São Paulo, 27 de outubro -  A Ambev deve apresentar, nos resultados do terceiro trimestre, uma continuidade no ciclo de compressão de margens em função da alta do dólar e das commodities, mas os resultados da ampliação de marcas e as inovações com plataformas digitais geram expectativas entre analistas e investidores da gigante de bebidas brasileira.

O resultado trimestral da Ambev será divulgado nessa quinta-feira, 28 de outubro, e os analistas chamam atenção para o aumento dos custos de produção, que pode resultar em redução das margens. No lado positivo, os destaques são a diversificação dos produtos e a inovação em vendas via plataformas digitais.

Nas projeções, o consenso da Mover estipula uma receita líquida de R$16,57 bilhões entre julho e setembro, com margem operacional de 29,5%. Espera-se que o lucro líquido fique em torno dos R$2,35 bilhões, e o EBITDA - lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização - em R$4,89 bilhões, 2% acima e 10% abaixo do mesmo período de 2020.

Recomendações

Analistas da XP Investimentos recomendam compra para as ações da Ambev, com preço alvo de R$20,00 por ação. A casa destaca o aumento dos preços promovido pela fabricante de bebidas, e a estratégia de diversificação do portfólio em cervejas.

Outro ponto positivo, segundo a XP, é a performance das plataformas de vendas online Zé Delivery, para pessoas físicas, e BEES, voltado para comerciantes e restaurantes.

Já os profissionais do BTG Pactual têm recomendação neutra para a Ambev. Apesar do crescimento do mercado de cervejas no Brasil e da recuperação nos níveis de participação de mercado da empresa durante a pandemia, há uma expectativa de desaceleração para o crescimento da indústria, reduzindo os lucros operacionais.

Para a divisão de análise do Banco do Brasil, a recomendação é de compra. Os analistas chamam atenção para a pressão das questões ambientais sobre a margem operacional da Ambev. O câmbio é outro fator que dificulta a recuperação dessas margens no decorrer de 2021.

“Desde o terceiro trimestre de 2020 já se viu uma recuperação da empresa frente à crise; neste terceiro trimestre, espera-se uma continuidade nesse movimento de retomada de vendas e aumento da receita em decorrência da reabertura de bares e restaurantes, ainda que de maneira não tão robusta”, diz Melina Constantino, do BB-BI. “Não acredito que os resultados do terceiro trimestre tenham impacto para mexer fortemente na cotação dos papéis, ou no que o mercado tem esperado da companhia”.

“O consumo que vem se consolidando desde o terceiro trimestre de 2020 se dá também pelo aumento do consumo dentro de casa”, complementa Mary Cleia da Silva, analista do BB-BI.

“Houve um aumento do consumo em relação ao trimestre pré-pandemia, e isso puxou parte do crescimento consolidado total”, completa Silva. No último balanço trimestral, a Ambev reportou 15 milhões de unidades vendidas via Zé Delivery, número três vezes maior que no segundo semestre de 2020.

Desempenho da Ambev

A ação ordinária da Ambev cai 3% este ano, queda menos intensa que os 10,58% do índice Bovespa. “A maturidade e tamanho da empresa, além da disciplina financeira e do pagamento de dividendos que é atrativo e recorrente, justificam a baixa volatilidade dos papéis em comparação às outras empresas listadas”, diz Melina Constatino.

Nos resultados do segundo trimestre, a Ambev reportou um lucro líquido de R$2,9 bilhões, ante R$2,7 bilhões de um ano antes, e EBITDA de R$5,2 bilhões, contra R$4,7 bilhões em 2019.

Texto: Clara Sodré

Edição: Felipe Corleta e Renato Carvalho

Arte: Vinicius Martins / Mover

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.