IBOV

102.202,88 pts

-3,41%

SP500

4.581,57 pts

-2,33%

DJIA

34.682,33 pts

-2,79%

NASDAQ

16.043,28 pts

-2,00%

IFIX

2.541,57 pts

-0,15%

BRENT

US$ 72,62

-11,02%

IO62

¥ 588,50

+1,64%

TRAD3

R$ 7,88

-2,83%

ABEV3

R$ 16,70

-3,30%

AMER3

R$ 30,49

-6,64%

ASAI3

R$ 13,26

-3,42%

AZUL4

R$ 23,41

-13,74%

B3SA3

R$ 11,74

-4,78%

BIDI11

R$ 35,96

-4,59%

BBSE3

R$ 21,50

-3,15%

BRML3

R$ 8,06

-5,39%

BBDC3

R$ 17,57

-3,40%

BBDC4

R$ 20,44

-3,99%

BRAP4

R$ 48,80

-2,78%

BBAS3

R$ 30,90

-2,52%

BRKM5

R$ 50,31

-2,65%

BRFS3

R$ 20,51

-4,47%

BPAC11

R$ 20,77

-4,24%

CRFB3

R$ 15,67

-3,56%

CCRO3

R$ 11,73

-1,17%

CMIG4

R$ 13,38

-1,83%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

-4,58%

COGN3

R$ 2,36

-5,60%

CPLE6

R$ 6,07

-1,62%

CSAN3

R$ 21,31

-1,15%

CPFE3

R$ 25,78

-1,03%

CVCB3

R$ 14,97

-10,89%

CYRE3

R$ 14,52

-4,84%

ECOR3

R$ 8,50

-1,39%

ELET3

R$ 32,64

-3,14%

ELET6

R$ 32,23

-2,62%

EMBR3

R$ 19,30

-8,18%

ENBR3

R$ 21,13

-0,33%

ENGI11

R$ 44,53

-0,97%

ENEV3

R$ 14,38

-2,96%

EGIE3

R$ 39,04

-0,53%

EQTL3

R$ 22,64

-2,41%

EZTC3

R$ 18,57

-2,67%

FLRY3

R$ 18,00

-4,40%

GGBR4

R$ 25,66

-2,58%

GOAU4

R$ 10,68

-2,64%

GOLL4

R$ 15,20

-10,11%

NTCO3

R$ 27,07

-1,74%

HAPV3

R$ 11,65

-5,59%

HYPE3

R$ 27,88

-3,02%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,45

-4,73%

IRBR3

R$ 4,13

-2,82%

ITSA4

R$ 9,80

-2,39%

ITUB4

R$ 22,86

-1,71%

JBSS3

R$ 34,32

-3,18%

JHSF3

R$ 4,91

-2,38%

KLBN11

R$ 23,28

-1,73%

RENT3

R$ 52,51

-2,97%

LCAM3

R$ 23,60

-2,60%

LWSA3

R$ 13,70

-4,46%

LAME4

R$ 5,54

-4,64%

LREN3

R$ 29,31

-4,86%

MGLU3

R$ 8,07

-7,56%

MRFG3

R$ 23,68

-3,22%

BEEF3

R$ 8,66

-3,67%

MRVE3

R$ 11,39

-3,88%

MULT3

R$ 19,46

-5,76%

PCAR3

R$ 23,17

-1,48%

PETR3

R$ 29,25

-4,25%

PETR4

R$ 28,64

-3,56%

VBBR3

21,68

-2,73%

PRIO3

R$ 20,05

-9,27%

QUAL3

R$ 16,44

-4,58%

RADL3

R$ 22,75

-3,51%

RAIL3

R$ 17,61

-1,51%

SBSP3

R$ 34,06

-2,63%

SANB11

R$ 34,15

-2,95%

CSNA3

R$ 22,39

-4,92%

SULA11

R$ 25,46

-5,28%

SUZB3

R$ 54,68

-0,43%

TAEE11

R$ 35,88

+0,16%

VIVT3

R$ 50,82

-0,13%

TIMS3

R$ 13,94

-1,69%

TOTS3

R$ 31,17

-3,76%

UGPA3

R$ 13,69

-2,97%

USIM5

R$ 12,93

-6,03%

VALE3

R$ 69,00

-2,05%

VIIA3

R$ 5,70

-4,04%

WEGE3

R$ 32,60

-3,83%

YDUQ3

R$ 20,93

-5,55%

IBOV

102.202,88 pts

-3,41%

SP500

4.581,57 pts

-2,33%

DJIA

34.682,33 pts

-2,79%

NASDAQ

16.043,28 pts

-2,00%

IFIX

2.541,57 pts

-0,15%

BRENT

US$ 72,62

-11,02%

IO62

¥ 588,50

+1,64%

TRAD3

R$ 7,88

-2,83%

ABEV3

R$ 16,70

-3,30%

AMER3

R$ 30,49

-6,64%

ASAI3

R$ 13,26

-3,42%

AZUL4

R$ 23,41

-13,74%

B3SA3

R$ 11,74

-4,78%

BIDI11

R$ 35,96

-4,59%

BBSE3

R$ 21,50

-3,15%

BRML3

R$ 8,06

-5,39%

BBDC3

R$ 17,57

-3,40%

BBDC4

R$ 20,44

-3,99%

BRAP4

R$ 48,80

-2,78%

BBAS3

R$ 30,90

-2,52%

BRKM5

R$ 50,31

-2,65%

BRFS3

R$ 20,51

-4,47%

BPAC11

R$ 20,77

-4,24%

CRFB3

R$ 15,67

-3,56%

CCRO3

R$ 11,73

-1,17%

CMIG4

R$ 13,38

-1,83%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

-4,58%

COGN3

R$ 2,36

-5,60%

CPLE6

R$ 6,07

-1,62%

CSAN3

R$ 21,31

-1,15%

CPFE3

R$ 25,78

-1,03%

CVCB3

R$ 14,97

-10,89%

CYRE3

R$ 14,52

-4,84%

ECOR3

R$ 8,50

-1,39%

ELET3

R$ 32,64

-3,14%

ELET6

R$ 32,23

-2,62%

EMBR3

R$ 19,30

-8,18%

ENBR3

R$ 21,13

-0,33%

ENGI11

R$ 44,53

-0,97%

ENEV3

R$ 14,38

-2,96%

EGIE3

R$ 39,04

-0,53%

EQTL3

R$ 22,64

-2,41%

EZTC3

R$ 18,57

-2,67%

FLRY3

R$ 18,00

-4,40%

GGBR4

R$ 25,66

-2,58%

GOAU4

R$ 10,68

-2,64%

GOLL4

R$ 15,20

-10,11%

NTCO3

R$ 27,07

-1,74%

HAPV3

R$ 11,65

-5,59%

HYPE3

R$ 27,88

-3,02%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,45

-4,73%

IRBR3

R$ 4,13

-2,82%

ITSA4

R$ 9,80

-2,39%

ITUB4

R$ 22,86

-1,71%

JBSS3

R$ 34,32

-3,18%

JHSF3

R$ 4,91

-2,38%

KLBN11

R$ 23,28

-1,73%

RENT3

R$ 52,51

-2,97%

LCAM3

R$ 23,60

-2,60%

LWSA3

R$ 13,70

-4,46%

LAME4

R$ 5,54

-4,64%

LREN3

R$ 29,31

-4,86%

MGLU3

R$ 8,07

-7,56%

MRFG3

R$ 23,68

-3,22%

BEEF3

R$ 8,66

-3,67%

MRVE3

R$ 11,39

-3,88%

MULT3

R$ 19,46

-5,76%

PCAR3

R$ 23,17

-1,48%

PETR3

R$ 29,25

-4,25%

PETR4

R$ 28,64

-3,56%

VBBR3

21,68

-2,73%

PRIO3

R$ 20,05

-9,27%

QUAL3

R$ 16,44

-4,58%

RADL3

R$ 22,75

-3,51%

RAIL3

R$ 17,61

-1,51%

SBSP3

R$ 34,06

-2,63%

SANB11

R$ 34,15

-2,95%

CSNA3

R$ 22,39

-4,92%

SULA11

R$ 25,46

-5,28%

SUZB3

R$ 54,68

-0,43%

TAEE11

R$ 35,88

+0,16%

VIVT3

R$ 50,82

-0,13%

TIMS3

R$ 13,94

-1,69%

TOTS3

R$ 31,17

-3,76%

UGPA3

R$ 13,69

-2,97%

USIM5

R$ 12,93

-6,03%

VALE3

R$ 69,00

-2,05%

VIIA3

R$ 5,70

-4,04%

WEGE3

R$ 32,60

-3,83%

YDUQ3

R$ 20,93

-5,55%

Atualizado há 24 dias

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 3 de novembro –  Os prejuízos de Azul e Gol devem se intensificar no terceiro trimestre na base sequencial, com a pressão sobre as aéreas dos custos da alta do petróleo e do dólar se sobressaindo ao retorno gradual da demanda por viagens.

“Sabemos que há demanda reprimida para viagens, mas nossa preocupação fica em torno dos custos: volta de demanda não significa que as companhias terão margem de lucro como tinham em 2019”, disse à Mover o analista do setor de transportes da Genial Investimentos, Romulo Mandarino.

A conta é simples: mais da metade dos custos das companhias aéreas é dolarizada, em especial o querosene, o que acaba por obrigar as empresas a repassarem essas despesas ao consumidor por meio das tarifas.

Como a demanda mais forte das aéreas no momento é por viagens de lazer, mais sensíveis aos preços e a questões macroeconômicas como inflação e desemprego, a tendência é que haja dificuldade para repassar os custos ao consumidor.

“A demanda corporativa já voltou cerca de 70% na Azul, mas houve uma mudança estrutural no setor: por que as empresas vão gastar dinheiro com viagens triviais, que podem ser resolvidas pela internet? Uma ponte aérea de R$1.000 para uma reunião de uma hora pode ser resolvida de graça pelo Zoom. Isso significa ganho de eficiência, algo que as companhias buscam”, afirmou Mandarino.

“O fim desse tipo de viagem corporativa pode trazer impactos, uma vez que elas costumam trazer margens maiores”, completou o analista da Genial.

A mais prejudicada das aéreas

Companhia do setor mais prejudicada pela pandemia, a Gol computou alta de 45% nos custos com combustíveis no terceiro trimestre em comparação com o segundo – já refletindo o preço do petróleo Brent na casa dos US$80 e a disparada do dólar no período.

A empresa estima margem EBITDA negativa entre 22% e 24%, com prejuízo líquido de R$2,58 por ação – o consenso TC prevê um prejuízo na casa de R$1,25 bilhão. No segundo trimestre, a Gol reportou prejuízo de R$1,20 bilhão.

“A Gol vem mantendo disciplina nas taxas de ocupação, e há perspectivas positivas com a chegada das aeronaves MAX, mais econômicas em termos de combustíveis. No entanto, a alavancagem operacional continua subindo, com real fraco e combustíveis caros”, informou o Itaú BBA em relatório sobre a companhia.

Níveis operacionais acima do pré-pandemia

A Azul deve ter resultados melhores, na visão de Mandarino, por suas vantagens competitivas, como maior portfólio de aeronaves e destinos, e a exposição à operação de cargas.

“A Azul conseguiu levantar bastante dinheiro no mercado na pandemia, tem liquidez recorde na casa dos R$4 bilhões a R$5 bilhões, fez captação recente. Não vemos muitos problemas de liquidez”, afirmou Mandarino.

A companhia já está com níveis operacionais, medidos pela oferta de assentos e pela demanda de passageiros, acima dos observados no pré-pandemia, em 2019. Mandarino avaliou que as tarifas, no entanto, ainda têm espaço para crescer.

Neste trimestre, o analista da Genial estima que o yield da Azul, medida que afere os preços praticados por passageiro e quilômetro voado, deve ficar 10% abaixo do nível de 2019.

“O combustível subiu muito, mas o yield não voltou, e isso reflete na margem EBITDA. Ainda há espaço para subir tarifa”, diz.

A Azul deve reportar prejuízo de R$1,11 bilhão no terceiro trimestre, segundo estimativa do Itaú BBA, ante perdas de R$1,16 bilhão no segundo trimestre – excluindo efeitos não-recorrentes.

A Gol divulga seu balanço em 9 de novembro, antes da abertura do mercado. Já a Azul divulga seus resultados em 11 de novembro, também antes da abertura.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Gabriela Guedes e Stéfanie Rigamonti
Arte: Vinicius Martins / Mover

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.