0

Controlador da Aliansce Sonae sinaliza interesse sólido na brMalls, dizem analistas

empresas

Controlador da Aliansce Sonae sinaliza interesse sólido na brMalls, dizem analistas

O Canada Pension Plan Investment Board, integrante do grupo de controle da Aliansce Sonae, adquiriu 5,76% do capital social da brMalls ontem

Controlador da Aliansce Sonae sinaliza interesse sólido na brMalls, dizem analistas
maria-luiza

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 25 de janeiro – A aquisição de ações em circulação da brMalls pelo Canada Pension Plan Investment Board, integrante do grupo de controle da Aliansce Sonae, evidencia a vontade do fundo de pensão de viabilizar a união entre as administradoras de shoppings, explicam analistas à Mover.

Os papéis ordinários da Aliansce Sonae (ALSO3) e da brMalls (BRML3) encerraram a sessão de ontem em queda de 0,47% e 2,07%, a R$21,09 e R$9,01, respectivamente.

A brMalls comunicou ao mercado ontem que o CPPIB, detentor de 23% de participação na Aliansce Sonae, adquiriu 5,76% do seu capital social. “O movimento do fundo é um sinal de que o seu interesse na compra da brMalls não é desprezível”, disse Fanny Oreng, analista do Santander.

Para Oreng, a compra de ontem somada à declaração recente da Aliansce Sonae, de que permanece interessada na operação mesmo após a negativa da brMalls, sinalizam que uma oferta mais atraente para os acionistas pode estar por vir.

No início de janeiro, a Aliansce Sonae ofereceu R$1,35 bilhão, ou R$1,6184 por ação, em dinheiro à brMalls – que equivalem a quase 20% do valor de mercado da empresa – e uma relação de troca com prêmio de 13% sobre o múltiplo de valor de mercado sobre Ebitda da Aliansce.

A brMalls rejeitou proposta da Aliansce Sonae, afirmando em comunicado ao mercado que ela “subavalia o valor justo da brMalls”.

“Do ponto de vista do acionista da Aliansce, a aquisição é mais positiva, já que melhora a liquidez do papel e a qualidade dos ativos. Por isso existe a exigência dos acionistas da brMalls de um prêmio maior do que o que está na tela hoje”, explica Oreng.

Aquisição hostil

Analistas do Bradesco BBI disseram ontem em relatório que existem sinais de que a oferta da Aliansce Sonae pela brMalls se transforme em uma aquisição hostil – como a aquisição de 5,76% das ações da administradora de shoppings pelo CPPIB.

“Não descartamos um ajuste na oferta original da Aliansce Sonae (…), mas o movimento do CPPIB pode ser visto como uma tentativa de reter um lance muito mais alto”, dizem os analistas do Bradesco em relatório.

Em uma aquisição hostil, a compra da companhia seria feita via ações listadas na bolsa de valores pela outra empresa ou por um grande investidor sem o consentimento da diretoria.

Nesse caso, a Aliansce Sonae ofereceria aos acionistas da brMalls um prêmio em relação ao preço dos papéis negociados na bolsa, a fim de atrair o maior número de vendedores de ações BRML3 e adquirir a maior quantidade possível delas.

Texto: Maria Luiza Dourado
Edição: Renato Carvalho
Imagem: brMalls / Divulgação

Nesta matéria

BRML3

BR MALLS PARTICIPACOES S....

8,45

0,19

+2,19%

Relacionadas

ALSO3

ALIANSCE SONAE SHOPPING C...

18,71

0,53

+2,78%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.