IBOV

110.786,43 pts

+0,05%

SP500

4.525,74 pts

-0,23%

DJIA

35.500,57 pts

-0,30%

NASDAQ

15.367,76 pts

-0,14%

IFIX

2.738,39 pts

-0,06%

BRENT

US$ 84,92

-1,05%

IO62

¥ 650,00

-8,77%

TRAD3

R$ 7,95

-0,87%

ABEV3

R$ 15,35

+1,18%

AMER3

R$ 39,69

+1,17%

ASAI3

R$ 16,77

+1,02%

AZUL4

R$ 30,56

-1,29%

B3SA3

R$ 13,11

+5,04%

BIDI11

R$ 48,15

+6,52%

BBSE3

R$ 21,33

+0,28%

BRML3

R$ 8,08

-0,85%

BBDC3

R$ 18,46

+3,18%

BBDC4

R$ 21,61

+2,80%

BRAP4

R$ 52,05

-2,14%

BBAS3

R$ 31,14

+1,36%

BRKM5

R$ 59,09

+3,43%

BRFS3

R$ 23,65

-1,29%

BPAC11

R$ 24,79

+2,69%

CRFB3

R$ 17,61

-2,05%

CCRO3

R$ 12,41

+1,47%

CMIG4

R$ 14,81

+0,40%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,41

+0,41%

COGN3

R$ 2,89

-0,68%

CPLE6

R$ 6,62

-0,60%

CSAN3

R$ 22,20

-2,07%

CPFE3

R$ 26,22

+0,45%

CVCB3

R$ 18,63

-1,00%

CYRE3

R$ 16,62

-2,00%

ECOR3

R$ 9,50

-0,31%

ELET3

R$ 37,84

-3,54%

ELET6

R$ 37,98

-3,40%

EMBR3

R$ 24,65

-1,00%

ENBR3

R$ 19,44

+2,04%

ENGI11

R$ 44,26

+0,34%

ENEV3

R$ 14,69

+0,61%

EGIE3

R$ 38,99

+2,09%

EQTL3

R$ 24,00

-0,94%

EZTC3

R$ 21,80

-1,31%

FLRY3

R$ 20,30

-1,45%

GGBR4

R$ 27,34

-1,79%

GOAU4

R$ 12,43

-1,27%

GOLL4

R$ 18,12

-3,77%

NTCO3

R$ 39,59

-1,98%

HAPV3

R$ 11,71

-2,90%

HYPE3

R$ 29,28

+0,27%

IGTA3

R$ 31,24

-1,97%

GNDI3

R$ 66,06

-2,42%

IRBR3

R$ 5,22

+1,95%

ITSA4

R$ 11,13

+1,82%

ITUB4

R$ 24,90

+2,46%

JBSS3

R$ 38,16

+0,47%

JHSF3

R$ 5,75

-0,17%

KLBN11

R$ 22,50

+0,67%

RENT3

R$ 51,78

-2,85%

LCAM3

R$ 22,78

-4,08%

LWSA3

R$ 22,48

+5,98%

LAME4

R$ 6,30

+0,15%

LREN3

R$ 34,94

+1,33%

MGLU3

R$ 13,25

-3,56%

MRFG3

R$ 25,68

-1,11%

BEEF3

R$ 9,69

-3,29%

MRVE3

R$ 11,51

-1,28%

MULT3

R$ 19,36

-0,56%

PCAR3

R$ 28,87

+0,24%

PETR3

R$ 29,37

+1,52%

PETR4

R$ 28,41

+1,10%

BRDT3

R$ 23,23

-0,08%

PRIO3

R$ 26,90

+1,08%

QUAL3

R$ 18,51

+0,92%

RADL3

R$ 21,67

-2,86%

RAIL3

R$ 17,09

-3,17%

SBSP3

R$ 37,78

-0,29%

SANB11

R$ 36,07

+3,44%

CSNA3

R$ 25,54

-0,85%

SULA11

R$ 26,22

+3,30%

SUZB3

R$ 48,40

-0,81%

TAEE11

R$ 37,69

+0,18%

VIVT3

R$ 46,00

+0,04%

TIMS3

R$ 12,37

+0,97%

TOTS3

R$ 33,42

-2,96%

UGPA3

R$ 14,76

+0,47%

USIM5

R$ 14,97

-3,85%

VALE3

R$ 76,41

-3,68%

VIIA3

R$ 7,49

-4,46%

WEGE3

R$ 40,11

+2,19%

YDUQ3

R$ 24,90

-0,63%

IBOV

110.786,43 pts

+0,05%

SP500

4.525,74 pts

-0,23%

DJIA

35.500,57 pts

-0,30%

NASDAQ

15.367,76 pts

-0,14%

IFIX

2.738,39 pts

-0,06%

BRENT

US$ 84,92

-1,05%

IO62

¥ 650,00

-8,77%

TRAD3

R$ 7,95

-0,87%

ABEV3

R$ 15,35

+1,18%

AMER3

R$ 39,69

+1,17%

ASAI3

R$ 16,77

+1,02%

AZUL4

R$ 30,56

-1,29%

B3SA3

R$ 13,11

+5,04%

BIDI11

R$ 48,15

+6,52%

BBSE3

R$ 21,33

+0,28%

BRML3

R$ 8,08

-0,85%

BBDC3

R$ 18,46

+3,18%

BBDC4

R$ 21,61

+2,80%

BRAP4

R$ 52,05

-2,14%

BBAS3

R$ 31,14

+1,36%

BRKM5

R$ 59,09

+3,43%

BRFS3

R$ 23,65

-1,29%

BPAC11

R$ 24,79

+2,69%

CRFB3

R$ 17,61

-2,05%

CCRO3

R$ 12,41

+1,47%

CMIG4

R$ 14,81

+0,40%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,41

+0,41%

COGN3

R$ 2,89

-0,68%

CPLE6

R$ 6,62

-0,60%

CSAN3

R$ 22,20

-2,07%

CPFE3

R$ 26,22

+0,45%

CVCB3

R$ 18,63

-1,00%

CYRE3

R$ 16,62

-2,00%

ECOR3

R$ 9,50

-0,31%

ELET3

R$ 37,84

-3,54%

ELET6

R$ 37,98

-3,40%

EMBR3

R$ 24,65

-1,00%

ENBR3

R$ 19,44

+2,04%

ENGI11

R$ 44,26

+0,34%

ENEV3

R$ 14,69

+0,61%

EGIE3

R$ 38,99

+2,09%

EQTL3

R$ 24,00

-0,94%

EZTC3

R$ 21,80

-1,31%

FLRY3

R$ 20,30

-1,45%

GGBR4

R$ 27,34

-1,79%

GOAU4

R$ 12,43

-1,27%

GOLL4

R$ 18,12

-3,77%

NTCO3

R$ 39,59

-1,98%

HAPV3

R$ 11,71

-2,90%

HYPE3

R$ 29,28

+0,27%

IGTA3

R$ 31,24

-1,97%

GNDI3

R$ 66,06

-2,42%

IRBR3

R$ 5,22

+1,95%

ITSA4

R$ 11,13

+1,82%

ITUB4

R$ 24,90

+2,46%

JBSS3

R$ 38,16

+0,47%

JHSF3

R$ 5,75

-0,17%

KLBN11

R$ 22,50

+0,67%

RENT3

R$ 51,78

-2,85%

LCAM3

R$ 22,78

-4,08%

LWSA3

R$ 22,48

+5,98%

LAME4

R$ 6,30

+0,15%

LREN3

R$ 34,94

+1,33%

MGLU3

R$ 13,25

-3,56%

MRFG3

R$ 25,68

-1,11%

BEEF3

R$ 9,69

-3,29%

MRVE3

R$ 11,51

-1,28%

MULT3

R$ 19,36

-0,56%

PCAR3

R$ 28,87

+0,24%

PETR3

R$ 29,37

+1,52%

PETR4

R$ 28,41

+1,10%

BRDT3

R$ 23,23

-0,08%

PRIO3

R$ 26,90

+1,08%

QUAL3

R$ 18,51

+0,92%

RADL3

R$ 21,67

-2,86%

RAIL3

R$ 17,09

-3,17%

SBSP3

R$ 37,78

-0,29%

SANB11

R$ 36,07

+3,44%

CSNA3

R$ 25,54

-0,85%

SULA11

R$ 26,22

+3,30%

SUZB3

R$ 48,40

-0,81%

TAEE11

R$ 37,69

+0,18%

VIVT3

R$ 46,00

+0,04%

TIMS3

R$ 12,37

+0,97%

TOTS3

R$ 33,42

-2,96%

UGPA3

R$ 14,76

+0,47%

USIM5

R$ 14,97

-3,85%

VALE3

R$ 76,41

-3,68%

VIIA3

R$ 7,49

-4,46%

WEGE3

R$ 40,11

+2,19%

YDUQ3

R$ 24,90

-0,63%

Atualizado há 20 dias

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 01 de outubro – Mesmo com a pandemia, o investimento em startups no Brasil bateu recorde, com um montante de US$5,2 bilhões no primeiro semestre de 2021, acompanhando tendência mundial de crescimento, segundo o Inside Venture Capital Report. E empresas do Nordeste, com destaque para Recife, foram um importante impulsionador desse resultado.

De acordo com Heraldo Ourem, diretor de Inovação e Competitividade Empresarial do parque tecnológico Porto Digital, localizado em Recife, as empresas do polo aumentaram seus faturamentos em mais de 50% nos últimos dois anos, apesar do contexto pandêmico e do cenário desafiador de 2020.

A capital pernambucana, inclusive, foi escolhida pelo portal internacional Rest of World como uma das seis cidades do mundo que lideram a construção do futuro da indústria de tecnologia. Motivos? Além do histórico de desenvolvimento do Nordeste, da formação sólida e do capital humano vasto e preparado, há 20 anos um ecossistema de inovação foi criado na cidade: justamente o Porto Digital.

O local tem o propósito de reabilitar o patrimônio histórico na região central da cidade e estruturar um aglomerado global de tecnologias digitais e economia criativa.

Vale do Silício brasileiro

O Porto Digital foi, nas palavras de Ourem, “criado a partir de um ambiente legal favorável, de incentivos fiscais, para induzir o adensamento de grandes empresas e startups especializadas em tecnologia digital”. Assim como outros parques tecnológicos, trata-se de um empreendimento que conta com o envolvimento do governo, de universidades e da iniciativa privada. Hoje conhecido como Vale do Silício brasileiro, o polo iniciou com apenas duas companhias e atualmente reúne mais de 340 empresas e startups.

“A estratégia de desenvolvimento do Porto Digital considera três vetores: fomento ao empreendedorismo para surgimento de mais e melhores empresas, à competitividade e fortalecimento das empresas consolidadas e à atração de grandes empresas para a instalação de operações no Porto Digital. O seu diferencial é a qualidade do capital humano aqui formado”, acrescenta o diretor de Inovação e Competitividade Empresarial do parque tecnológico.

Assim, com o estabelecimento de um conceito e sua expansão, Recife foi capaz de segurar seus talentos. Para Leandro Reinaux, fundador e CEO da Even3, empresa incubada dentro do Porto Digital, antigamente a universidade formava pessoas capacitadas, mas o pessoal partia para outras regiões. Gigantes como Google, Facebook, Microsoft, entre outras, eram destinos comuns para os formados.

No entanto, com o fortalecimento do polo, os talentos de Recife foram mantidos, além de atrair pessoas de fora. “Tem bastante investimento sendo atraído aqui para a região do Nordeste por essas startups estarem tendo esse sucesso”, reforça Reinaux.

Ecossistema de inovação

Heraldo Ourem explica que “nos últimos anos passaram pelos programas de fomento ao empreendedorismo do Porto Digital mais de 100 startups, nos mais diversos estágios de maturidade”. Mesmo que muitas não se consolidem, ele comenta que o fomento de novos negócios é “fundamental para o equilíbrio estrutural de um ecossistema de inovação”.

Ao manter esse equilíbrio, o ecossistema cresce, atraindo grandes empresas, até mesmo multinacionais, como a Accenture e Microsoft. A partir disso, essas companhias criam sedes e abrem bases de tecnologia. “Leva um tempo até esse ecossistema se retroalimentar, crescer, unir pessoas e instituições ali”, comenta Leandro Reinaux.

A manutenção dos conceitos iniciais, independentemente do partido político regendo a cidade – e o estado – também fez com que o parque tecnológico evoluísse. “O Porto Digital existe há 20 anos e vários políticos diferentes passaram pelo estado. No entanto, o Porto Digital continua seguindo seu conceito, sua ideia”, comenta Luiz Falbo, fundador da startup Kalea, incubada dentro do polo.

Ponte entre empresas e o mercado financeiro

O Kalea é uma startup de marketing reverso. Isso significa que a empresa automatiza, digitaliza e facilita o relacionamento entre empresas e o mercado financeiro, criando pontes entre esses dois mundos. Com uma inteligência artificial usada para fazer com que as companhias cadastradas em sua plataforma fiquem em evidência para o mercado financeiro, a startup já agrega mais de 500 empresas – entre fintechs, grandes bancos e fundos de investimento – em 24 estados.

“De junho para cá, o Kalea teve crescimento de 100% em seu movimento de proposição de crédito”, afirma Falbo. Com seu modelo de negócio, a empresa foi acelerada pelo Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas, Lift, do Banco Central, e faz parte do hub de inovação do Banco do Nordeste.

A união entre o Banco do Nordeste e o Porto Digital permite um ambiente de colaboracionismo e divisão de conhecimento. O fundador do Kalea cita que o acesso à estrutura de mentorias disponibilizada pela parceria fez com que ele conhecesse novas formas de pensar. “São movimentos da iniciativa pública e privada, que têm buscado convergir no fomento da tecnologia e inovação”, conclui.

As vantagens estruturais de uma startup

A Even3 é uma startup do Recife que organiza eventos online, antes mesmo disso se tornar rotineiro na vida dos brasileiros com a pandemia. Ela não tem relação com a empresa Even, incorporadora cujo símbolo de negociação na B3 é EVEN3.

Em seu site, a startup nordestina disponibiliza ferramentas de organização para que a pessoa ou companhia ganhe tempo e aumente a produtividade. Na pandemia, ela conseguiu multiplicar o número de inscrições nos eventos por dez, atingindo um milhão de inscrições por mês.

“Tivemos uma adaptação muito rápida do nosso modelo de negócio. A nossa principal plataforma é a plataforma de eventos, em que os eventos pré-pandemia eram presenciais e todos tiveram que migrar para o formato online”, comenta Leandro Reinaux.

O CEO da Even3 inclusive vê essa rápida adaptação como uma vantagem de uma startup em comparação a uma empresa comum. Além disso, por fazer parte de um ecossistema de empresas, outros benefícios citados são a possibilidade de participar de programas de aceleração, troca de experiências com outras companhias integrantes do polo, facilidade e a própria revitalização da cidade de Recife.

Marco Legal e o futuro das startups de Recife

Recentemente, no dia 31 de agosto, entrou em vigor no Brasil o Marco Legal das Startups e do Empreendedorismo Inovador. Essa norma estabeleceu um regramento específico para as startups brasileiras. Empreendedores do Porto Digital enxergam a novidade como positiva. “Qualquer incentivo que vai trazer mais eficiência, tecnologia e facilidades é super bem-vindo. Temos que quebrar burocracias e dificuldades, e as próprias startups podem ajudar com isso”, analisa Leandro Reinaux sobre o tema.

“No Brasil, temos que aprender uma coisa: que as coisas não nascem de um dia para o outro”, acrescenta Luiz Falbo, sobre os frutos que estão sendo colhidos no Porto Digital, e que foram plantados há 20 anos. Para ele, há uma necessidade de criar ambientes que passem de geração para geração, algo que o novo Marco Legal busca em sua descrição.

Para Reinaux, esses facilitadores podem ajudar na criação de empresas mundiais, como foi com o Facebook, Google e Amazon. De acordo com o CEO da Even3, isso se somaria à capacidade e ao talento que já são parte do DNA das startups do Nordeste.

“As maiores empresas listadas em bolsas no mundo são empresas de tecnologia. Então é importante a gente olhar por esse lado, pois temos capacidade de criar empresas de tecnologia que possam ser globais, atuando no mundo inteiro, gerando grandes resultados, emprego e melhoria na vida das pessoas”, conclui.

Texto: Anderson Lima
Edição: Stéfanie Rigamonti
Arte: Vinícius Martins / Mover


Leia também

C6 Bank lança cartão com cores do arco-íris pela diversidade

Inflação na Europa atinge pico de 13 anos, refletindo custo da energia

Corretoras suspendem negociação de IPOs com esforços restritos para pessoas físicas, dizem fontes

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.