IBOV

100.823,18 pts

-1,93%

SP500

4.519,30 pts

-1,04%

DJIA

34.096,76 pts

-1,12%

NASDAQ

15.913,66 pts

-1,38%

IFIX

2.582,71 pts

+0,73%

BRENT

US$ 69,73

+0,72%

IO62

¥ 623,00

-0,88%

TRAD3

R$ 7,26

-7,04%

ABEV3

R$ 15,85

-2,93%

AMER3

R$ 28,30

-10,10%

ASAI3

R$ 12,48

-4,51%

AZUL4

R$ 21,92

-6,96%

B3SA3

R$ 11,07

-3,82%

BIDI11

R$ 33,87

-10,82%

BBSE3

R$ 20,52

-3,88%

BRML3

R$ 7,74

-1,90%

BBDC3

R$ 17,02

-2,57%

BBDC4

R$ 19,95

-1,72%

BRAP4

R$ 50,01

+1,31%

BBAS3

R$ 31,45

+1,77%

BRKM5

R$ 53,01

+1,88%

BRFS3

R$ 19,17

-5,51%

BPAC11

R$ 20,84

-2,57%

CRFB3

R$ 15,02

-3,40%

CCRO3

R$ 11,76

+2,26%

CMIG4

R$ 12,96

-3,85%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,03

-2,40%

COGN3

R$ 2,37

-2,06%

CPLE6

R$ 6,13

+0,00%

CSAN3

R$ 21,29

-1,11%

CPFE3

R$ 26,55

+0,75%

CVCB3

R$ 13,36

-8,43%

CYRE3

R$ 13,23

-5,70%

ECOR3

R$ 8,20

-0,60%

ELET3

R$ 32,82

+0,03%

ELET6

R$ 32,23

-0,24%

EMBR3

R$ 18,33

-7,14%

ENBR3

R$ 21,12

-1,72%

ENGI11

R$ 45,75

+0,92%

ENEV3

R$ 13,74

-3,64%

EGIE3

R$ 38,44

-0,87%

EQTL3

R$ 22,74

-0,78%

EZTC3

R$ 17,81

-3,20%

FLRY3

R$ 16,98

-5,45%

GGBR4

R$ 26,20

+1,39%

GOAU4

R$ 10,84

+0,55%

GOLL4

R$ 14,88

-4,73%

NTCO3

R$ 25,54

-5,05%

HAPV3

R$ 10,34

-9,85%

HYPE3

R$ 26,96

-1,38%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 58,32

-9,22%

IRBR3

R$ 4,19

+0,00%

ITSA4

R$ 9,66

-2,02%

ITUB4

R$ 22,31

-1,63%

JBSS3

R$ 33,96

-2,24%

JHSF3

R$ 4,66

-3,91%

KLBN11

R$ 24,15

+1,38%

RENT3

R$ 50,40

-4,16%

LCAM3

R$ 22,67

-3,53%

LWSA3

R$ 11,83

-19,63%

LAME4

R$ 5,11

-9,87%

LREN3

R$ 28,40

-1,49%

MGLU3

R$ 6,93

-13,59%

MRFG3

R$ 21,86

-8,11%

BEEF3

R$ 8,49

-2,41%

MRVE3

R$ 10,90

-2,76%

MULT3

R$ 19,25

-2,23%

PCAR3

R$ 21,82

-5,58%

PETR3

R$ 30,33

+0,00%

PETR4

R$ 29,55

+0,13%

VBBR3

21,22

-2,07%

PRIO3

R$ 20,35

-2,67%

QUAL3

R$ 15,16

-6,24%

RADL3

R$ 21,87

-3,65%

RAIL3

R$ 17,48

-0,85%

SBSP3

R$ 33,97

-0,78%

SANB11

R$ 32,66

-2,94%

CSNA3

R$ 21,65

-3,77%

SULA11

R$ 24,44

-4,08%

SUZB3

R$ 58,00

+3,99%

TAEE11

R$ 35,98

-0,88%

VIVT3

R$ 49,90

-0,71%

TIMS3

R$ 13,82

-0,57%

TOTS3

R$ 30,05

-7,05%

UGPA3

R$ 13,91

-2,59%

USIM5

R$ 13,45

-2,03%

VALE3

R$ 70,17

+0,99%

VIIA3

R$ 5,24

-9,96%

WEGE3

R$ 32,70

+0,67%

YDUQ3

R$ 21,96

+4,92%

IBOV

100.823,18 pts

-1,93%

SP500

4.519,30 pts

-1,04%

DJIA

34.096,76 pts

-1,12%

NASDAQ

15.913,66 pts

-1,38%

IFIX

2.582,71 pts

+0,73%

BRENT

US$ 69,73

+0,72%

IO62

¥ 623,00

-0,88%

TRAD3

R$ 7,26

-7,04%

ABEV3

R$ 15,85

-2,93%

AMER3

R$ 28,30

-10,10%

ASAI3

R$ 12,48

-4,51%

AZUL4

R$ 21,92

-6,96%

B3SA3

R$ 11,07

-3,82%

BIDI11

R$ 33,87

-10,82%

BBSE3

R$ 20,52

-3,88%

BRML3

R$ 7,74

-1,90%

BBDC3

R$ 17,02

-2,57%

BBDC4

R$ 19,95

-1,72%

BRAP4

R$ 50,01

+1,31%

BBAS3

R$ 31,45

+1,77%

BRKM5

R$ 53,01

+1,88%

BRFS3

R$ 19,17

-5,51%

BPAC11

R$ 20,84

-2,57%

CRFB3

R$ 15,02

-3,40%

CCRO3

R$ 11,76

+2,26%

CMIG4

R$ 12,96

-3,85%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,03

-2,40%

COGN3

R$ 2,37

-2,06%

CPLE6

R$ 6,13

+0,00%

CSAN3

R$ 21,29

-1,11%

CPFE3

R$ 26,55

+0,75%

CVCB3

R$ 13,36

-8,43%

CYRE3

R$ 13,23

-5,70%

ECOR3

R$ 8,20

-0,60%

ELET3

R$ 32,82

+0,03%

ELET6

R$ 32,23

-0,24%

EMBR3

R$ 18,33

-7,14%

ENBR3

R$ 21,12

-1,72%

ENGI11

R$ 45,75

+0,92%

ENEV3

R$ 13,74

-3,64%

EGIE3

R$ 38,44

-0,87%

EQTL3

R$ 22,74

-0,78%

EZTC3

R$ 17,81

-3,20%

FLRY3

R$ 16,98

-5,45%

GGBR4

R$ 26,20

+1,39%

GOAU4

R$ 10,84

+0,55%

GOLL4

R$ 14,88

-4,73%

NTCO3

R$ 25,54

-5,05%

HAPV3

R$ 10,34

-9,85%

HYPE3

R$ 26,96

-1,38%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 58,32

-9,22%

IRBR3

R$ 4,19

+0,00%

ITSA4

R$ 9,66

-2,02%

ITUB4

R$ 22,31

-1,63%

JBSS3

R$ 33,96

-2,24%

JHSF3

R$ 4,66

-3,91%

KLBN11

R$ 24,15

+1,38%

RENT3

R$ 50,40

-4,16%

LCAM3

R$ 22,67

-3,53%

LWSA3

R$ 11,83

-19,63%

LAME4

R$ 5,11

-9,87%

LREN3

R$ 28,40

-1,49%

MGLU3

R$ 6,93

-13,59%

MRFG3

R$ 21,86

-8,11%

BEEF3

R$ 8,49

-2,41%

MRVE3

R$ 10,90

-2,76%

MULT3

R$ 19,25

-2,23%

PCAR3

R$ 21,82

-5,58%

PETR3

R$ 30,33

+0,00%

PETR4

R$ 29,55

+0,13%

VBBR3

21,22

-2,07%

PRIO3

R$ 20,35

-2,67%

QUAL3

R$ 15,16

-6,24%

RADL3

R$ 21,87

-3,65%

RAIL3

R$ 17,48

-0,85%

SBSP3

R$ 33,97

-0,78%

SANB11

R$ 32,66

-2,94%

CSNA3

R$ 21,65

-3,77%

SULA11

R$ 24,44

-4,08%

SUZB3

R$ 58,00

+3,99%

TAEE11

R$ 35,98

-0,88%

VIVT3

R$ 49,90

-0,71%

TIMS3

R$ 13,82

-0,57%

TOTS3

R$ 30,05

-7,05%

UGPA3

R$ 13,91

-2,59%

USIM5

R$ 13,45

-2,03%

VALE3

R$ 70,17

+0,99%

VIIA3

R$ 5,24

-9,96%

WEGE3

R$ 32,70

+0,67%

YDUQ3

R$ 21,96

+4,92%

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento
São Paulo, 26 de outubro - Diante da insaciável demanda por carne bovina de China e Estados Unidos em mais um trimestre de dólar fortalecido, os frigoríficos exportadores devem apresentar balanços robustos e resultados recordes para o período entre julho e setembro, na visão de especialistas, entidades do setor e bancos.

Há cerca de um mês, o Morgan Stanley divulgou um relatório apostando no superciclo da proteína bovina, na esteira do aquecimento dos mercados supracitados. “Simplesmente não há oferta de carne bovina suficiente em todo o mundo para atender à demanda de rápido crescimento”, avaliou o relatório encabeçado por Ricardo Alves.

Outro fator que deve alavancar os resultados dos frigoríficos é o arrefecimento do arroba do boi gordo, que abriu o terceiro trimestre cotado a R$322,53 e fechou em R$289,54. Para Oswaldo Ribeiro, presidente da Associação de Criadores do Mato Grosso, Acrimat, a queda ocorreu em razão do aumento do custo da ração em conjunto com a crise hídrica, forçando produtores sem pasto a liberarem o gado “a qualquer preço”, avalia.

China

Dados recentes apontam que o consumo de carne bovina no gigante asiático é de aproximadamente 5 quilogramas por habitante, disse o head de Agro da Criteria Investimentos, Rodrigo Brolo. Como base de comparação, os brasileiros atingiram o menor consumo desde 2008, a 36 quilogramas anuais por pessoa, de acordo com a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes, Abiec.

Mas Brolo diz que autoridades do setor esperam uma demanda chinesa maior para os próximos anos. “Existe uma projeção da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, FAO, de que esse consumo seja de 9 ou 10 quilos em 2030”, ressalta.

A China também aproveitou o último trimestre para recompor os estoques, acelerando a importação de proteína bovina do Brasil. Contudo analistas do BTG Pactual temem que as recentes restrições de exportação do Brasil ao país asiático, que já duram seis semanas, pesem sobre futuros resultados dos frigoríficos.

Ao comentar as projeções para a Minerva Foods, o relatório liderado por Thiago Duarte cita que o cenário será de “uma dinâmica de ganhos mais fraca, especialmente caso o fluxo de comércio entre Brasil e China não se normalize em breve”.

Problemas logísticos

Desde o segundo trimestre, os problemas logísticos apareceram como a “pedra no sapato” para as empresas do setor. Brolo diz que tudo começa com o aumento do frete rodoviário, causado pela alta do diesel, ao mesmo tempo em que o custo por contêineres de transporte marítimo atingia seu pico.

Os frigoríficos dependem de contêineres refrigerados para aumentar a exportação e, segundo o head de Agro da Criteria Investimentos, há uma escassez desse produto específico no mercado. Ribeiro explica que os contêineres refrigerados “estão quase totalmente na mão dos chineses, após comprarem a Maersk [Container Industry]”, uma das principais fabricantes desses contêineres.

Há um mês, a China International Marine Containers, CIMC, pagou cerca de US$ 1 bilhão pela empresa. Há de se ressaltar que a China enfrentou desafios com a variante delta do coronavírus, de forma que muitos contêineres ficaram parados em portos. “A logística hoje pode ser impactada, mesmo com o arrefecimento da pandemia'', avalia o presidente da Acrimat.

Os melhores touros

As preferidas do Morgan Stanley para a temporada de resultados entre os frigoríficos são JBS (JBSS3) e Minerva (BEEF3). A equipe de analistas do banco elevou os preços-alvo das companhias em setembro para R$54,00 e R$16,00, respectivamente, citando a maior capacidade instalada das plantas dessas empresas.

O Morgan Stanley espera que a Minerva cumpra o papel de “vaca leiteira' e entregue dividendos significantes após geração de caixa recorde no segundo semestre. Para a JBS, o banco prevê um trimestre recorde, impulsionado pela expansão das margens operacionais da produção norte-americana.

O BTG Pactual elegeu a JBS como queridinha entre os frigoríficos. Os analistas projetam que a companhia tenha gerado R$1 bilhão de EBITDA por semana entre julho e setembro, com expressivo crescimento das operações nos Estados Unidos.

A Marfrig (MRFG3) abre a temporada de balanços do setor nessa quarta-feira, 26 de outubro. A Minerva (BEEF3) divulgará os resultados em 5 de novembro. Por fim, JBS (JBSS3) e BRF (BRFS3) apresentaram os balanços em 10 de novembro. Nesta temporada, todas as companhias citadas anteriormente publicarão os resultados após o fechamento do mercado.

Texto: Artur Horta

Edição: Gustavo Boldrini e Stéfanie Rigamonti

Arte: Mover

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.