0

Investor Day: Azul pretende renovar 100% da frota até 2026 para acelerar expansão de margens

empresas

Investor Day: Azul pretende renovar 100% da frota até 2026 para acelerar expansão de margens

Azul projeta economizar R$1 bilhão nos próximos 12 meses com a chegada de novas aeronaves E2, da Embraer, e A320neo, da Airbus

Investor Day: Azul pretende renovar 100% da frota até 2026 para acelerar expansão de margens
gustavo-cunha-boldrini

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 6 de dezembro – A Azul pretende renovar 100% de sua frota de aviões até 2026, com foco em aeronaves de última geração, que demandam menos combustíveis e auxiliam na redução dos custos. A companhia projeta economizar R$1 bilhão nos próximos 12 meses com a chegada de novas aeronaves E2, da Embraer, e A320neo, da Airbus.

A transformação da frota proporcionará “expansão significativa de margens nos próximos anos”, disse a Azul em apresentação em evento direcionado a seus investidores, o Investor Day. Até o fim de 2023, a companhia projeta ter 83% de sua frota com aviões de última geração, de 57% registrados em 2019.

A transformação da frota da Azul também elevará a capacidade da companhia de gerar receitas via transporte logístico, disse o diretor de receitas, Abhi Shah. A companhia vê oportunidade de triplicar sua capacidade de cargas na barriga das aeronaves de voos comerciais, surfando no crescimento do e-commerce.

A Azul vê um mercado endereçável de cerca de R$45 bilhões no mercado de carga aérea. Um fator positivo para a empresa é a maior busca das empresas de e-commerce por transporte mais rápido, disse o diretor-presidente John Rodgerson.

A Azul é uma das poucas empresas aéreas do mundo que veem seu lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, EBITDA na sigla em inglês, medida contábil que afere lucro operacional, em 2022 superando o de 2019, disse Rodgerson. A companhia projeta EBITDA de R$4 bilhões em 2022 e alavancagem dívida/EBITDA caindo de 12 vezes neste ano para 5 vezes no ano que vem.

A cultura de vacinação do povo brasileiro é uma vantagem competitiva para a Azul, disse Rodgerson, ressaltando as altíssimas taxas de cobertura vacinal em São Paulo e Rio de Janeiro.

Para alcançar a meta de ser carbono neutro até 2045, a Azul apostará na transformação da frota, maior eficiência operacional e apoio à regulamentação do combustível sustentável de aviação, SAF na sigla em inglês, no Brasil. A companhia também pretende apoiar iniciativas de compensação de carbono e investir em eVTOLs, veículos aéreos elétricos com zero emissão de carbono.

Desempenho das ações da Azul

Perto das 14h40, a ação preferencial da Azul (AZUL4) disparava 9,85%, alcançando a máxima intradiária, a R$ 24,64. No acumulado do ano, porém, o papel acumula perdas de 37,55%. No mesmo horário, o Ibovespa operava em alta de 2,06, aos 107,2 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações da companhia aérea e de outras empresas listadas na bolsa brasileira, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Arthur Horta e Letícia Matsuura
Imagem:

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.