IBOV

104.779,12 pts

+0,30%

SP500

4.515,67 pts

-1,34%

DJIA

34.441,37 pts

-0,56%

NASDAQ

15.611,31 pts

-2,37%

IFIX

2.609,48 pts

+1,03%

BRENT

US$ 69,68

+0,01%

IO62

¥ 628,00

+3,63%

TRAD3

R$ 6,83

+1,63%

ABEV3

R$ 15,96

-0,31%

AMER3

R$ 27,88

+1,60%

ASAI3

R$ 13,27

+6,58%

AZUL4

R$ 22,33

+0,09%

B3SA3

R$ 11,56

+0,87%

BIDI11

R$ 32,81

-0,54%

BBSE3

R$ 21,17

+0,56%

BRML3

R$ 7,90

+0,63%

BBDC3

R$ 17,81

+0,28%

BBDC4

R$ 20,76

-0,28%

BRAP4

R$ 51,38

-1,98%

BBAS3

R$ 32,08

-0,24%

BRKM5

R$ 60,83

+5,24%

BRFS3

R$ 19,56

-1,06%

BPAC11

R$ 21,13

+0,19%

CRFB3

R$ 14,75

-1,47%

CCRO3

R$ 12,53

+3,81%

CMIG4

R$ 13,80

+2,98%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,19

+2,33%

COGN3

R$ 2,48

+0,81%

CPLE6

R$ 6,19

-1,27%

CSAN3

R$ 22,37

+1,96%

CPFE3

R$ 27,88

+1,12%

CVCB3

R$ 14,04

+6,20%

CYRE3

R$ 14,96

+7,62%

ECOR3

R$ 8,77

+4,77%

ELET3

R$ 35,08

+1,68%

ELET6

R$ 34,35

+1,98%

EMBR3

R$ 19,05

-1,60%

ENBR3

R$ 21,35

-0,32%

ENGI11

R$ 46,32

-0,15%

ENEV3

R$ 14,51

+3,49%

EGIE3

R$ 39,43

+0,43%

EQTL3

R$ 23,48

+1,07%

EZTC3

R$ 19,82

+5,31%

FLRY3

R$ 18,50

+3,17%

GGBR4

R$ 27,78

+0,43%

GOAU4

R$ 11,36

-0,26%

GOLL4

R$ 15,14

+0,66%

NTCO3

R$ 25,52

-2,03%

HAPV3

R$ 11,38

+3,26%

HYPE3

R$ 28,35

+2,86%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,57

+4,14%

IRBR3

R$ 4,17

-1,88%

ITSA4

R$ 9,80

-1,01%

ITUB4

R$ 22,92

-0,60%

JBSS3

R$ 33,30

-5,15%

JHSF3

R$ 5,20

+3,58%

KLBN11

R$ 24,20

-1,22%

RENT3

R$ 55,11

+2,58%

LCAM3

R$ 24,28

+1,33%

LWSA3

R$ 12,63

+7,58%

LAME4

R$ 5,14

+3,42%

LREN3

R$ 29,20

+2,06%

MGLU3

R$ 7,09

+4,88%

MRFG3

R$ 20,32

-8,22%

BEEF3

R$ 8,63

+1,52%

MRVE3

R$ 11,94

+5,01%

MULT3

R$ 20,65

+3,04%

PCAR3

R$ 22,46

+1,08%

PETR3

R$ 29,98

+1,55%

PETR4

R$ 28,64

+0,98%

VBBR3

21,84

+1,62%

PRIO3

R$ 21,20

+1,14%

QUAL3

R$ 16,06

+1,26%

RADL3

R$ 22,85

+2,78%

RAIL3

R$ 18,02

+2,32%

SBSP3

R$ 37,38

+1,85%

SANB11

R$ 33,56

-0,73%

CSNA3

R$ 23,20

-1,57%

SULA11

R$ 26,40

+1,34%

SUZB3

R$ 57,16

-1,44%

TAEE11

R$ 37,62

+1,07%

VIVT3

R$ 50,73

+0,97%

TIMS3

R$ 13,75

+0,21%

TOTS3

R$ 30,18

-0,29%

UGPA3

R$ 14,60

+2,45%

USIM5

R$ 14,14

-2,00%

VALE3

R$ 71,55

-2,64%

VIIA3

R$ 5,35

+3,88%

WEGE3

R$ 32,58

-0,42%

YDUQ3

R$ 23,65

+2,11%

IBOV

104.779,12 pts

+0,30%

SP500

4.515,67 pts

-1,34%

DJIA

34.441,37 pts

-0,56%

NASDAQ

15.611,31 pts

-2,37%

IFIX

2.609,48 pts

+1,03%

BRENT

US$ 69,68

+0,01%

IO62

¥ 628,00

+3,63%

TRAD3

R$ 6,83

+1,63%

ABEV3

R$ 15,96

-0,31%

AMER3

R$ 27,88

+1,60%

ASAI3

R$ 13,27

+6,58%

AZUL4

R$ 22,33

+0,09%

B3SA3

R$ 11,56

+0,87%

BIDI11

R$ 32,81

-0,54%

BBSE3

R$ 21,17

+0,56%

BRML3

R$ 7,90

+0,63%

BBDC3

R$ 17,81

+0,28%

BBDC4

R$ 20,76

-0,28%

BRAP4

R$ 51,38

-1,98%

BBAS3

R$ 32,08

-0,24%

BRKM5

R$ 60,83

+5,24%

BRFS3

R$ 19,56

-1,06%

BPAC11

R$ 21,13

+0,19%

CRFB3

R$ 14,75

-1,47%

CCRO3

R$ 12,53

+3,81%

CMIG4

R$ 13,80

+2,98%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,19

+2,33%

COGN3

R$ 2,48

+0,81%

CPLE6

R$ 6,19

-1,27%

CSAN3

R$ 22,37

+1,96%

CPFE3

R$ 27,88

+1,12%

CVCB3

R$ 14,04

+6,20%

CYRE3

R$ 14,96

+7,62%

ECOR3

R$ 8,77

+4,77%

ELET3

R$ 35,08

+1,68%

ELET6

R$ 34,35

+1,98%

EMBR3

R$ 19,05

-1,60%

ENBR3

R$ 21,35

-0,32%

ENGI11

R$ 46,32

-0,15%

ENEV3

R$ 14,51

+3,49%

EGIE3

R$ 39,43

+0,43%

EQTL3

R$ 23,48

+1,07%

EZTC3

R$ 19,82

+5,31%

FLRY3

R$ 18,50

+3,17%

GGBR4

R$ 27,78

+0,43%

GOAU4

R$ 11,36

-0,26%

GOLL4

R$ 15,14

+0,66%

NTCO3

R$ 25,52

-2,03%

HAPV3

R$ 11,38

+3,26%

HYPE3

R$ 28,35

+2,86%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 64,57

+4,14%

IRBR3

R$ 4,17

-1,88%

ITSA4

R$ 9,80

-1,01%

ITUB4

R$ 22,92

-0,60%

JBSS3

R$ 33,30

-5,15%

JHSF3

R$ 5,20

+3,58%

KLBN11

R$ 24,20

-1,22%

RENT3

R$ 55,11

+2,58%

LCAM3

R$ 24,28

+1,33%

LWSA3

R$ 12,63

+7,58%

LAME4

R$ 5,14

+3,42%

LREN3

R$ 29,20

+2,06%

MGLU3

R$ 7,09

+4,88%

MRFG3

R$ 20,32

-8,22%

BEEF3

R$ 8,63

+1,52%

MRVE3

R$ 11,94

+5,01%

MULT3

R$ 20,65

+3,04%

PCAR3

R$ 22,46

+1,08%

PETR3

R$ 29,98

+1,55%

PETR4

R$ 28,64

+0,98%

VBBR3

21,84

+1,62%

PRIO3

R$ 21,20

+1,14%

QUAL3

R$ 16,06

+1,26%

RADL3

R$ 22,85

+2,78%

RAIL3

R$ 18,02

+2,32%

SBSP3

R$ 37,38

+1,85%

SANB11

R$ 33,56

-0,73%

CSNA3

R$ 23,20

-1,57%

SULA11

R$ 26,40

+1,34%

SUZB3

R$ 57,16

-1,44%

TAEE11

R$ 37,62

+1,07%

VIVT3

R$ 50,73

+0,97%

TIMS3

R$ 13,75

+0,21%

TOTS3

R$ 30,18

-0,29%

UGPA3

R$ 14,60

+2,45%

USIM5

R$ 14,14

-2,00%

VALE3

R$ 71,55

-2,64%

VIIA3

R$ 5,35

+3,88%

WEGE3

R$ 32,58

-0,42%

YDUQ3

R$ 23,65

+2,11%

Atualizado há 17 dias

Ícone de compartilhamento
Ícone de compartilhamento

São Paulo, 16 de novembro – O novo patamar de preço das ações da Braskem, negociadas desde quarta-feira abaixo dos R$50, faz com que os fundos interessados na petroquímica voltem a se animar com a possibilidade de compra da empresa sem a necessidade de fatiamento, afirmou uma fonte com conhecimento no assunto.

Segundo essa pessoa, que falou com o Scoop by Mover sob condição de anonimato para tratar livremente sobre o assunto, os fundos falam até em pagar as fatias da Petrobras e de outros acionistas após a deflagração da cláusula de tag along – instrumento que permite a outros investidores venderem suas ações nas mesmas condições oferecidas aos controladores.

Entre 2016 e 2018, a Novonor, antiga Odebrecht, deu sua fatia na Braskem, no valor de R$18,45 bilhões, como garantia para refinanciar dívidas estimadas em cerca de R$100 bilhões com os maiores bancos comerciais brasileiros e receber novos empréstimos, após denúncias de envolvimento na Operação Lava Jato. O valor da dívida é estimado em R$13,75 bilhões.

A Novonor entrou com o maior processo de recuperação judicial da América Latina em junho de 2019, com dívidas de R$98,5 bilhões. Com as garantias dadas aos bancos, eles deixaram de ser credores quirografários – quando não há garantia real para pagamento de seu crédito – e se tornaram extraconcursais, ou seja, fora da recuperação judicial.

A empreiteira buscava na alienação da petroquímica uma forma de se reerguer, segundo fontes com conhecimento no assunto.

Em agosto, fontes relataram ao Scoop que diferentes grupos de interessados levaram propostas que circundam a faixa de R$45 por ação. Na época, no entanto, a Novonor tinha uma expectativa de receber R$60 por ação e conseguir voltar às atividades com maior fôlego. Em setembro, as ações chegaram a valer R$70, esfriando as negociações.

Frustração

As ações  da Braskem despencaram na semana passada após a divulgação dos resultados da petroquímica. “Existia a expectativa de distribuição de dividendos que não vieram”, disse uma fonte. Agora, espera-se que a Braskem distribua pouco mais de R$4 bilhões, justificando a precificação da companhia em algo próximo de R$40 bilhões, disse uma segunda fonte.

A frustração em relação à distribuição de dividendos fez a companhia perder 12,6% de valor de mercado nas últimas quatro sessões. E isso impacta sobremaneira a forma como a Novonor negocia suas ações com os interessados.

A outrora maior empreiteira do país dependia dos dividendos para colocar em prática um plano de pagamento aos bancos com o uso dos recursos distribuídos pela Braskem. Era esperado pelo grupo um valor próximo de R$4 bilhões neste ano e, ao entregá-lo aos bancos, a Novonor não precisaria se desfazer do principal ativo para quitar a dívida.

Sem os dividendos no patamar necessário, não há plano de pagamento que se sustente e o risco maior é de execução das garantias. Uma terceira fonte afirma que a Novonor terá dificuldades para se manter sem a Braskem, e que o objetivo principal da companhia não era se desfazer do ativo. Procurada, a Novonor e a Braskem não se manifestaram até o momento.

Perto das 15h55 desta terça-feira, as ações preferenciais classe A da Braskem (BRKM5) avançam 0,45%, cotados a R$48,72. No ano, os papéis valorizam 106,53%. No mesmo horário, o Ibovespa operava em queda de 1,40%, a 104.840 pontos.

*Esse conteúdo foi publicado às 13h52 primeiro aos assinantes do TC. Quer receber notícias em primeira mão? Assine um dos nossos planos, clique aqui.

Texto: Bruna Narcizo e Machado da Costa
Edição: Renato Carvalho e Stéfanie Rigamonti
Arte: Vinicius Martins / Mover

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.