IBOV

102.202,88 pts

-3,41%

SP500

4.633,27 pts

+0,84%

DJIA

35.074,48 pts

+0,50%

NASDAQ

16.217,42 pts

+1,20%

IFIX

2.541,57 pts

-0,15%

BRENT

US$ 75,43

+3,73%

IO62

¥ 611,50

+4,26%

TRAD3

R$ 7,88

-2,83%

ABEV3

R$ 16,70

-3,30%

AMER3

R$ 30,49

-6,64%

ASAI3

R$ 13,26

-3,42%

AZUL4

R$ 23,41

-13,74%

B3SA3

R$ 11,74

-4,78%

BIDI11

R$ 35,96

-4,59%

BBSE3

R$ 21,50

-3,15%

BRML3

R$ 8,06

-5,39%

BBDC3

R$ 17,57

-3,40%

BBDC4

R$ 20,44

-3,99%

BRAP4

R$ 48,80

-2,78%

BBAS3

R$ 30,90

-2,52%

BRKM5

R$ 50,31

-2,65%

BRFS3

R$ 20,51

-4,47%

BPAC11

R$ 20,77

-4,24%

CRFB3

R$ 15,67

-3,56%

CCRO3

R$ 11,73

-1,17%

CMIG4

R$ 13,38

-1,83%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

-4,58%

COGN3

R$ 2,36

-5,60%

CPLE6

R$ 6,07

-1,62%

CSAN3

R$ 21,31

-1,15%

CPFE3

R$ 25,78

-1,03%

CVCB3

R$ 14,97

-10,89%

CYRE3

R$ 14,52

-4,84%

ECOR3

R$ 8,50

-1,39%

ELET3

R$ 32,64

-3,14%

ELET6

R$ 32,23

-2,62%

EMBR3

R$ 19,30

-8,18%

ENBR3

R$ 21,13

-0,33%

ENGI11

R$ 44,53

-0,97%

ENEV3

R$ 14,38

-2,96%

EGIE3

R$ 39,04

-0,53%

EQTL3

R$ 22,64

-2,41%

EZTC3

R$ 18,57

-2,67%

FLRY3

R$ 18,00

-4,40%

GGBR4

R$ 25,66

-2,58%

GOAU4

R$ 10,68

-2,64%

GOLL4

R$ 15,20

-10,11%

NTCO3

R$ 27,07

-1,74%

HAPV3

R$ 11,65

-5,59%

HYPE3

R$ 27,88

-3,02%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,45

-4,73%

IRBR3

R$ 4,13

-2,82%

ITSA4

R$ 9,80

-2,39%

ITUB4

R$ 22,86

-1,71%

JBSS3

R$ 34,32

-3,18%

JHSF3

R$ 4,91

-2,38%

KLBN11

R$ 23,28

-1,73%

RENT3

R$ 52,51

-2,97%

LCAM3

R$ 23,60

-2,60%

LWSA3

R$ 13,70

-4,46%

LAME4

R$ 5,54

-4,64%

LREN3

R$ 29,31

-4,86%

MGLU3

R$ 8,07

-7,56%

MRFG3

R$ 23,68

-3,22%

BEEF3

R$ 8,66

-3,67%

MRVE3

R$ 11,39

-3,88%

MULT3

R$ 19,46

-5,76%

PCAR3

R$ 23,17

-1,48%

PETR3

R$ 29,25

-4,25%

PETR4

R$ 28,64

-3,56%

VBBR3

21,68

-2,73%

PRIO3

R$ 20,05

-9,27%

QUAL3

R$ 16,44

-4,58%

RADL3

R$ 22,75

-3,51%

RAIL3

R$ 17,61

-1,51%

SBSP3

R$ 34,06

-2,63%

SANB11

R$ 34,15

-2,95%

CSNA3

R$ 22,39

-4,92%

SULA11

R$ 25,46

-5,28%

SUZB3

R$ 54,68

-0,43%

TAEE11

R$ 35,88

+0,16%

VIVT3

R$ 50,82

-0,13%

TIMS3

R$ 13,94

-1,69%

TOTS3

R$ 31,17

-3,76%

UGPA3

R$ 13,69

-2,97%

USIM5

R$ 12,93

-6,03%

VALE3

R$ 69,00

-2,05%

VIIA3

R$ 5,70

-4,04%

WEGE3

R$ 32,60

-3,83%

YDUQ3

R$ 20,93

-5,55%

IBOV

102.202,88 pts

-3,41%

SP500

4.633,27 pts

+0,84%

DJIA

35.074,48 pts

+0,50%

NASDAQ

16.217,42 pts

+1,20%

IFIX

2.541,57 pts

-0,15%

BRENT

US$ 75,43

+3,73%

IO62

¥ 611,50

+4,26%

TRAD3

R$ 7,88

-2,83%

ABEV3

R$ 16,70

-3,30%

AMER3

R$ 30,49

-6,64%

ASAI3

R$ 13,26

-3,42%

AZUL4

R$ 23,41

-13,74%

B3SA3

R$ 11,74

-4,78%

BIDI11

R$ 35,96

-4,59%

BBSE3

R$ 21,50

-3,15%

BRML3

R$ 8,06

-5,39%

BBDC3

R$ 17,57

-3,40%

BBDC4

R$ 20,44

-3,99%

BRAP4

R$ 48,80

-2,78%

BBAS3

R$ 30,90

-2,52%

BRKM5

R$ 50,31

-2,65%

BRFS3

R$ 20,51

-4,47%

BPAC11

R$ 20,77

-4,24%

CRFB3

R$ 15,67

-3,56%

CCRO3

R$ 11,73

-1,17%

CMIG4

R$ 13,38

-1,83%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,08

-4,58%

COGN3

R$ 2,36

-5,60%

CPLE6

R$ 6,07

-1,62%

CSAN3

R$ 21,31

-1,15%

CPFE3

R$ 25,78

-1,03%

CVCB3

R$ 14,97

-10,89%

CYRE3

R$ 14,52

-4,84%

ECOR3

R$ 8,50

-1,39%

ELET3

R$ 32,64

-3,14%

ELET6

R$ 32,23

-2,62%

EMBR3

R$ 19,30

-8,18%

ENBR3

R$ 21,13

-0,33%

ENGI11

R$ 44,53

-0,97%

ENEV3

R$ 14,38

-2,96%

EGIE3

R$ 39,04

-0,53%

EQTL3

R$ 22,64

-2,41%

EZTC3

R$ 18,57

-2,67%

FLRY3

R$ 18,00

-4,40%

GGBR4

R$ 25,66

-2,58%

GOAU4

R$ 10,68

-2,64%

GOLL4

R$ 15,20

-10,11%

NTCO3

R$ 27,07

-1,74%

HAPV3

R$ 11,65

-5,59%

HYPE3

R$ 27,88

-3,02%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 65,45

-4,73%

IRBR3

R$ 4,13

-2,82%

ITSA4

R$ 9,80

-2,39%

ITUB4

R$ 22,86

-1,71%

JBSS3

R$ 34,32

-3,18%

JHSF3

R$ 4,91

-2,38%

KLBN11

R$ 23,28

-1,73%

RENT3

R$ 52,51

-2,97%

LCAM3

R$ 23,60

-2,60%

LWSA3

R$ 13,70

-4,46%

LAME4

R$ 5,54

-4,64%

LREN3

R$ 29,31

-4,86%

MGLU3

R$ 8,07

-7,56%

MRFG3

R$ 23,68

-3,22%

BEEF3

R$ 8,66

-3,67%

MRVE3

R$ 11,39

-3,88%

MULT3

R$ 19,46

-5,76%

PCAR3

R$ 23,17

-1,48%

PETR3

R$ 29,25

-4,25%

PETR4

R$ 28,64

-3,56%

VBBR3

21,68

-2,73%

PRIO3

R$ 20,05

-9,27%

QUAL3

R$ 16,44

-4,58%

RADL3

R$ 22,75

-3,51%

RAIL3

R$ 17,61

-1,51%

SBSP3

R$ 34,06

-2,63%

SANB11

R$ 34,15

-2,95%

CSNA3

R$ 22,39

-4,92%

SULA11

R$ 25,46

-5,28%

SUZB3

R$ 54,68

-0,43%

TAEE11

R$ 35,88

+0,16%

VIVT3

R$ 50,82

-0,13%

TIMS3

R$ 13,94

-1,69%

TOTS3

R$ 31,17

-3,76%

UGPA3

R$ 13,69

-2,97%

USIM5

R$ 12,93

-6,03%

VALE3

R$ 69,00

-2,05%

VIIA3

R$ 5,70

-4,04%

WEGE3

R$ 32,60

-3,83%

YDUQ3

R$ 20,93

-5,55%

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 7 de outubro – O leilão de exploração de óleo e gás realizado hoje pela Agência Nacional do Petróleo, ANP, recebeu ofertas para apenas 5 dos 92 blocos ofertados, com domínio da anglo-holandesa Shell, que ficou com todos, um deles em parceria com a colombiana Ecopetrol.

A baixa participação na concorrência foi atribuída por autoridades e especialistas ao perfil dos ativos, a maior parte deles em regiões ainda não exploradas ou vistas como ambientalmente sensíveis, o que tem potencial de dificultar processos de licenciamento ambiental e travar investimentos.

O leilão teve blocos em 11 setores de quatro bacias sedimentares marítimas, mas apenas aqueles na Bacia de Santos foram arrematados. Estavam inscritas Petrobras, 3R Petroleum, Chevron, Shell, Total Energies, Ecopetrol, Murphy E&P, Karoon e Wintershall. Os bônus de assinatura a serem pagos pelas vencedoras somarão R$37,1 milhões, enquanto os aportes previstos totalizam R$136,34 milhões, segundo a agência reguladora.

O diretor-geral da ANP, Rodolfo Saboia, disse considerar que a rodada teve “bom resultado”, apesar das poucas áreas arrematadas e da presença de apenas duas companhias. “É importante lembrar, termos em mente, que essa rodada teve foco em novas fronteiras exploratórias, ou seja, áreas com muito risco exploratório para as empresas, risco de perfurar e não encontrar acumulações de petróleo cuja produção seja viável”, afirmou.

Os blocos não arrematados no leilão de hoje serão oferecidos novamente para investidores na chamada oferta permanente da ANP, com exceção daqueles localizados além das 200 milhas náuticas, que dependerão de decisão do Conselho Nacional de Política Energética, acrescentou Saboia.

Riscos

A consultora Magda Chambriard, ex-diretora da ANP, disse que a baixa movimentação no certame de hoje era esperada, assim como o maior foco das companhias na bacia de Santos, em blocos em águas mais rasas.

“São áreas extremamente de novas fronteiras, extremamente profundas, e inclusive na margem equatorial ainda com problema muito sério de licenciamento ambiental. Esperava-se uma licitação, vamos dizer assim, pouco emocionante”, afirmou.

Ela lembrou que a francesa total e a inglesa BP desistiram de blocos na margem equatorial, na Foz do Amazonas, que são vistos como promissores, após anos tentando obter licenças para perfuração, negadas pelo Ibama. A Petrobras acabou assumindo a participação das empresas nos ativos.

A estatal, por sua vez, está com uma carteira “abarrotada” de projetos, o que pode explicar a ausência da licitação, acrescentou. O sócio de óleo e gás do escritório Mattos Filho, Giovani Loss, disse que além da questão ambiental e de risco exploratório há também o contexto da crise de coronavírus, que teve fortes impactos no setor.

“As empresas ainda estão em uma retomada, a Covid paralisou muitos projetos em andamento, a própria ANP estendeu contratos exploratórios. Então elas já têm compromissos em andamento que precisam realizar”.

Ele disse também que alguns grandes grupos podem estar “se guardando” para a licitação dos excedentes da cessão onerosa, programada para dezembro. Ainda assim, o resultado acabou sendo “ruim”, comentou. “Não se pode dizer que foi bom, realmente, com só duas empresas participando”.

Texto: Luciano Costa
Edição: Cintia Thomaz
Arte: Mover


Leia também

Machado, Vieira: Moro em 2022 pode se beneficiar do discurso anticorrupção, mas caminho será difícil

Inter engaja bancos para assessorarem listagem nos Estados Unidos

EUA liberam ETF voltado para empresas que possuem Bitcoin

image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.