0

Banco Central Europeu vê inflação como ‘transitória’

internacional

Banco Central Europeu vê inflação como ‘transitória’

Mesmo com a inflação em patamar elevado, uma alta da taxa de juros não está ainda colocada na mesa do Banco Central Europeu

Banco Central Europeu vê inflação como ‘transitória’
guilherme-maradei-dogo

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 20 de janeiro –  Membros do Banco Central Europeu entendem que ainda é necessária uma assistência da política monetária, com juros baixos e estímulos no velho continente, segundo ata da última reunião da autarquia divulgada nesta quinta-feira. Isso mesmo com a inflação em um patamar elevado, já que esse cenário de preços mais altos é visto como “transitório”.

A ata da reunião realizada em meados de dezembro, foi divulgada pela manhã, pouco depois da publicação de dados mostrando uma inflação acelerada na região.

O Banco Central Europeu reconheceu que a inflação está em níveis muito acima do previsto, mas entendeu que é um reflexo de processos pontuais, como os gargalos nas cadeias de suprimentos, preços de energia e o aumento da demanda pela recuperação econômica.

Os diretores mantêm a narrativa de que os preços vão desacelerar ao longo de 2022 e convergir para a meta de 2% em 2023 e 2024.

Alta dos juros? Fora de questão

Os dados da inflação no bloco europeu em dezembro, divulgados pela manhã, corroboram a visão de que a pressão nos preços está vindo dos setores de energia e da alta na demanda. Contudo, as tensões geopolíticas e a alta de casos de covid-19, especialmente na Ásia, podem seguir pressionando os preços neste ano pelo lado da escassez de oferta.

Segundo a agência de estatísticas europeia, a inflação na Zona do Euro fechou 2021 com alta de 5%, máxima desde 1991.

Na ata, o Banco Central Europeu disse que, se o cenário inflacionário se prolongar, o banco adotará uma postura “flexível e ágil” para conter a elevação de preços, mas uma alta de juros não está ainda colocada na mesa da autarquia, que citou apenas a retirada gradual dos estímulos ao longo do ano.

O programa de compras de ativos, batizado de PEPP, será encerrado em março, enquanto o de compra de títulos, chamado de APP, terá um prazo mais longo, embora em menor volume, em 2022.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Gustavo Bonato e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.