0

Biden sanciona projeto de lei que aumenta teto da dívida americana

internacional

Biden sanciona projeto de lei que aumenta teto da dívida americana

O teto de dívida nos EUA passou a ser de US$31,4 trilhões com a sanção de Biden, que disse que manter o antigo patamar seria "catastrófico"

Biden sanciona projeto de lei que aumenta teto da dívida americana
anderson-lima

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 16 de dezembro – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sancionou nesta quinta-feira um projeto de lei que eleva o teto da dívida americana. Com a nova lei, elimina-se o risco do país entrar em default pela primeira vez na história. No mercado financeiro, default é um termo utilizado para se referir à inadimplência, moratória ou calote.

No comunicado divulgado pela Casa Branca, foi informado aumento de US$2,5 trilhões com relação ao teto antigo, totalizando cerca de US$31,4 trilhões. A elevação foi aprovada pela Câmara na madrugada de ontem após semanas de negociação no Congresso.

No Twitter, Biden comentou que “ficar no padrão seria catastrófico para a economia”, ao passo que é “responsabilidade do governo garantir o pagamento das dívidas”.

Em outubro, o Senado e a Câmara dos Representantes já haviam legitimado uma elevação temporária de 60 dias do limite do endividamento, de US$28,4 trilhões para US$28,9 trilhões.

Em novembro, a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, mostrou-se preocupada com um possível anúncio de default pelo país. De acordo com ela, a inadimplência implicaria em potencial rebaixamento do rating do país pelas agências de classificação de risco, com consequências imediatas nos mercados financeiros ao redor do mundo.

Texto: Anderson Lima
Edição: Karine Sena
Imagem: Vinícius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.