IBOV

100.823,18 pts

-1,93%

SP500

4.518,30 pts

-1,07%

DJIA

34.097,77 pts

-1,12%

NASDAQ

15.904,91 pts

-1,43%

IFIX

2.582,71 pts

+0,73%

BRENT

US$ 69,44

+0,30%

IO62

¥ 623,00

-0,88%

TRAD3

R$ 7,26

-7,04%

ABEV3

R$ 15,85

-2,93%

AMER3

R$ 28,30

-10,10%

ASAI3

R$ 12,48

-4,51%

AZUL4

R$ 21,92

-6,96%

B3SA3

R$ 11,07

-3,82%

BIDI11

R$ 33,87

-10,82%

BBSE3

R$ 20,52

-3,88%

BRML3

R$ 7,74

-1,90%

BBDC3

R$ 17,02

-2,57%

BBDC4

R$ 19,95

-1,72%

BRAP4

R$ 50,01

+1,31%

BBAS3

R$ 31,45

+1,77%

BRKM5

R$ 53,01

+1,88%

BRFS3

R$ 19,17

-5,51%

BPAC11

R$ 20,84

-2,57%

CRFB3

R$ 15,02

-3,40%

CCRO3

R$ 11,76

+2,26%

CMIG4

R$ 12,96

-3,85%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,03

-2,40%

COGN3

R$ 2,37

-2,06%

CPLE6

R$ 6,13

+0,00%

CSAN3

R$ 21,29

-1,11%

CPFE3

R$ 26,55

+0,75%

CVCB3

R$ 13,36

-8,43%

CYRE3

R$ 13,23

-5,70%

ECOR3

R$ 8,20

-0,60%

ELET3

R$ 32,82

+0,03%

ELET6

R$ 32,23

-0,24%

EMBR3

R$ 18,33

-7,14%

ENBR3

R$ 21,12

-1,72%

ENGI11

R$ 45,75

+0,92%

ENEV3

R$ 13,74

-3,64%

EGIE3

R$ 38,44

-0,87%

EQTL3

R$ 22,74

-0,78%

EZTC3

R$ 17,81

-3,20%

FLRY3

R$ 16,98

-5,45%

GGBR4

R$ 26,20

+1,39%

GOAU4

R$ 10,84

+0,55%

GOLL4

R$ 14,88

-4,73%

NTCO3

R$ 25,54

-5,05%

HAPV3

R$ 10,34

-9,85%

HYPE3

R$ 26,96

-1,38%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 58,32

-9,22%

IRBR3

R$ 4,19

+0,00%

ITSA4

R$ 9,66

-2,02%

ITUB4

R$ 22,31

-1,63%

JBSS3

R$ 33,96

-2,24%

JHSF3

R$ 4,66

-3,91%

KLBN11

R$ 24,15

+1,38%

RENT3

R$ 50,40

-4,16%

LCAM3

R$ 22,67

-3,53%

LWSA3

R$ 11,83

-19,63%

LAME4

R$ 5,11

-9,87%

LREN3

R$ 28,40

-1,49%

MGLU3

R$ 6,93

-13,59%

MRFG3

R$ 21,86

-8,11%

BEEF3

R$ 8,49

-2,41%

MRVE3

R$ 10,90

-2,76%

MULT3

R$ 19,25

-2,23%

PCAR3

R$ 21,82

-5,58%

PETR3

R$ 30,33

+0,00%

PETR4

R$ 29,55

+0,13%

VBBR3

21,22

-2,07%

PRIO3

R$ 20,35

-2,67%

QUAL3

R$ 15,16

-6,24%

RADL3

R$ 21,87

-3,65%

RAIL3

R$ 17,48

-0,85%

SBSP3

R$ 33,97

-0,78%

SANB11

R$ 32,66

-2,94%

CSNA3

R$ 21,65

-3,77%

SULA11

R$ 24,44

-4,08%

SUZB3

R$ 58,00

+3,99%

TAEE11

R$ 35,98

-0,88%

VIVT3

R$ 49,90

-0,71%

TIMS3

R$ 13,82

-0,57%

TOTS3

R$ 30,05

-7,05%

UGPA3

R$ 13,91

-2,59%

USIM5

R$ 13,45

-2,03%

VALE3

R$ 70,17

+0,99%

VIIA3

R$ 5,24

-9,96%

WEGE3

R$ 32,70

+0,67%

YDUQ3

R$ 21,96

+4,92%

IBOV

100.823,18 pts

-1,93%

SP500

4.518,30 pts

-1,07%

DJIA

34.097,77 pts

-1,12%

NASDAQ

15.904,91 pts

-1,43%

IFIX

2.582,71 pts

+0,73%

BRENT

US$ 69,44

+0,30%

IO62

¥ 623,00

-0,88%

TRAD3

R$ 7,26

-7,04%

ABEV3

R$ 15,85

-2,93%

AMER3

R$ 28,30

-10,10%

ASAI3

R$ 12,48

-4,51%

AZUL4

R$ 21,92

-6,96%

B3SA3

R$ 11,07

-3,82%

BIDI11

R$ 33,87

-10,82%

BBSE3

R$ 20,52

-3,88%

BRML3

R$ 7,74

-1,90%

BBDC3

R$ 17,02

-2,57%

BBDC4

R$ 19,95

-1,72%

BRAP4

R$ 50,01

+1,31%

BBAS3

R$ 31,45

+1,77%

BRKM5

R$ 53,01

+1,88%

BRFS3

R$ 19,17

-5,51%

BPAC11

R$ 20,84

-2,57%

CRFB3

R$ 15,02

-3,40%

CCRO3

R$ 11,76

+2,26%

CMIG4

R$ 12,96

-3,85%

HGTX3

R$ 37,51

+0,00%

CIEL3

R$ 2,03

-2,40%

COGN3

R$ 2,37

-2,06%

CPLE6

R$ 6,13

+0,00%

CSAN3

R$ 21,29

-1,11%

CPFE3

R$ 26,55

+0,75%

CVCB3

R$ 13,36

-8,43%

CYRE3

R$ 13,23

-5,70%

ECOR3

R$ 8,20

-0,60%

ELET3

R$ 32,82

+0,03%

ELET6

R$ 32,23

-0,24%

EMBR3

R$ 18,33

-7,14%

ENBR3

R$ 21,12

-1,72%

ENGI11

R$ 45,75

+0,92%

ENEV3

R$ 13,74

-3,64%

EGIE3

R$ 38,44

-0,87%

EQTL3

R$ 22,74

-0,78%

EZTC3

R$ 17,81

-3,20%

FLRY3

R$ 16,98

-5,45%

GGBR4

R$ 26,20

+1,39%

GOAU4

R$ 10,84

+0,55%

GOLL4

R$ 14,88

-4,73%

NTCO3

R$ 25,54

-5,05%

HAPV3

R$ 10,34

-9,85%

HYPE3

R$ 26,96

-1,38%

IGTA3

R$ 33,24

+0,00%

GNDI3

R$ 58,32

-9,22%

IRBR3

R$ 4,19

+0,00%

ITSA4

R$ 9,66

-2,02%

ITUB4

R$ 22,31

-1,63%

JBSS3

R$ 33,96

-2,24%

JHSF3

R$ 4,66

-3,91%

KLBN11

R$ 24,15

+1,38%

RENT3

R$ 50,40

-4,16%

LCAM3

R$ 22,67

-3,53%

LWSA3

R$ 11,83

-19,63%

LAME4

R$ 5,11

-9,87%

LREN3

R$ 28,40

-1,49%

MGLU3

R$ 6,93

-13,59%

MRFG3

R$ 21,86

-8,11%

BEEF3

R$ 8,49

-2,41%

MRVE3

R$ 10,90

-2,76%

MULT3

R$ 19,25

-2,23%

PCAR3

R$ 21,82

-5,58%

PETR3

R$ 30,33

+0,00%

PETR4

R$ 29,55

+0,13%

VBBR3

21,22

-2,07%

PRIO3

R$ 20,35

-2,67%

QUAL3

R$ 15,16

-6,24%

RADL3

R$ 21,87

-3,65%

RAIL3

R$ 17,48

-0,85%

SBSP3

R$ 33,97

-0,78%

SANB11

R$ 32,66

-2,94%

CSNA3

R$ 21,65

-3,77%

SULA11

R$ 24,44

-4,08%

SUZB3

R$ 58,00

+3,99%

TAEE11

R$ 35,98

-0,88%

VIVT3

R$ 49,90

-0,71%

TIMS3

R$ 13,82

-0,57%

TOTS3

R$ 30,05

-7,05%

UGPA3

R$ 13,91

-2,59%

USIM5

R$ 13,45

-2,03%

VALE3

R$ 70,17

+0,99%

VIIA3

R$ 5,24

-9,96%

WEGE3

R$ 32,70

+0,67%

YDUQ3

R$ 21,96

+4,92%

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento
São Paulo, 14 de outubro - A crise de energia que impacta desde a China até a Europa mostra que uma 'bolha' das renováveis pode estar estourando, devido à escassez de gás e de carvão. Esse cenário abre espaço para ganhos com investimentos em ativos associados a urânio, utilizado para geração nuclear, fonte também livre de emissões de carbono. É o que disse o analista Martin Tixier, da consultoria Macrononics, em relatório distribuído pela casa de análises Ohmresearch.

A visão do estrategista da Macronomics ecoa temores de alguns especialistas, para os quais os atuais riscos de suprimento de eletricidade nos mercados chinês e europeu poderiam evidenciar um esgotamento de um modelo que focou nos últimos anos na forte expansão de formas de geração limpa, como usinas eólicas e solares.

O avanço desse modelo está atrelado à preocupação de governos e empresas com questões sociais, ambientais e de governança, conhecidas pela sigla em inglês ESG.

'A 'bolha' (ou farsa) das renováveis está explodindo?', questionou Tixier, ao apontar que os desdobramentos da atual crise energética podem favorecer a expansão global da geração de outra fonte de energia. 'A nuclear sem dúvida suportará os veículos elétricos e a transição para uma energia mais limpa, seguimos muito altistas no urânio', escreveu.

Tixier, que fez a ressalva de estar comprado em um ETF associado a ativos de urânio, o URNM, destacou que apostas na valorização do metal podem ser feitas tanto via esse tipo de ETFs quanto por meio de ações ligadas ao setor.

Mercado de urânio

Neste ano, os preços spot do urânio saltaram da casa de US$30 para tocarem mais de US$50 em meados de setembro, antes de recuarem para uma cotação atual próxima dos US$40 por tonelada, segundo o site Uranium.info.

No relatório, Tixier citou estimativas que apontam para potencial crescimento de 130% a 150% na demanda por urânio, se considerados reatores atômicos em construção, planejados e os propostos para o futuro.

Com base nesse cenário e em dados da RDV Analytics, o analista afirmou que o mercado de urânio pode sair de um déficit de cerca de 5 mil toneladas em 2020 para 7 mil em 2030 e quase 100 mil em 2040.

Tivit disse que, dadas essas perspectivas, avalia incluir em suas recomendações as ações de uma estatal do Cazaquistão que atua em mineração de urânio, a Kazatomprom. E também da fornecedora de urânio Cameco, com sede no Canadá e ações negociadas em Toronto e Nova York.

'Você talvez conheça o Cazaquistão graças ao filme Borat, mas provavelmente nunca ouviu falar da Kazatomprom', apontou Tixier. 'Nós temos intenção de adicionar a Cameco em nossa alocação, e estamos olhando para a Kazatomprom também', acrescentou.

Texto: Luciano Costa

Edição: Maria Luiza Dourado e Stéfanie Rigamonti

Arte: Vinicius Martins / Mover


Leia também

Serviços no Brasil crescem pelo quinto mês e atingem maior nível desde 2015 Hypera lança anticoagulante após o fim de patente da Bayer: Panorama Corporativo Câmara aprova texto-base que muda ICMS dos combustíveis; entenda
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.