0

Companhias aéreas cancelam viagens aos EUA por preocupações com 5G

internacional

Companhias aéreas cancelam viagens aos EUA por preocupações com 5G

Os anúncios das companhias, como a Emirates, aconteceram mesmo após as operadoras AT&T e a Verizon alterarem o lançamento do serviço 5G

Companhias aéreas cancelam viagens aos EUA por preocupações com 5G
fernanda-almeida

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 19 de janeiro – A Emirates Airlines suspendeu voos para diversos destinos nos Estados Unidos devido a preocupações com relação à implementação da tecnologia móvel 5G perto de aeroportos americanos.

Outras companhias tomaram a mesma medida, temendo que a rede interferisse em componentes eletrônicos das aeronaves, principalmente os altímetros, equipamentos que medem a altitude de voo.

Em nota publicada nesta quarta-feira, a Emirates afirmou que está “trabalhando em colaboração com os fabricantes de aeronaves e as autoridades relevantes para aliviar as preocupações operacionais e esperamos retomar nossos serviços nos EUA o mais rápido possível”.

Segundo a Administração Federal de Aviação, FAA, maior agência reguladora do setor nos Estados Unidos, a possível interferência do 5G pode prejudicar as leituras de altura em pousos em casos de más condições meteorológicas, por exemplo.

A situação é ainda mais preocupante em voos do Boeing 777, o maior avião bimotor do mundo e que tem a Emirates como principal operadora. Ao cancelar seus voos, as aéreas japonesas Japan Airlines e Nippon Airways, entre outras empresas, citaram as preocupações em voar com a aeronave.

Lançamento do 5G é adiado

Os anúncios das companhias aconteceram mesmo após as operadoras AT&T e a Verizon alterarem o lançamento do serviço 5G, que estava previsto para hoje.

Na última segunda-feira, 17, presidentes de dez companhias aéreas dos Estados Unidos publicaram uma carta em que alertavam sobre o cenário caótico que se instalaria caso a tecnologia fosse ativada perto dos aeroportos.

“Escrevemos para pedir urgentemente que a 5G seja implementada a partir de 19 de janeiro em qualquer local, exceto a 2 milhas das pistas de aeroportos, como foi definido pela FAA”, dizia o documento, obtido pela agência de notícias AFP.

Texto: Fernanda de Almeida
Edição: Guilherme Dogo
Imagem: Vinícius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.